O perfil das vitimas notificadas no nucleo de prevenção às violências e promoção da saúde

Autores

  • Juliete Tasca Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Palavras-chave:

Violência, Maus-Tratos, Enfermagem

Resumo

Estudo com objetivo de identificar o perfil das vitimas notificadas no núcleo de prevenção às violências e promoção da saúde, em um município do Extremo Sul Catarinense. Pesquisa de abordagem metodológica quali-quantitativa, documental, descritiva-exploratória e de campo. A pesquisa foi realizada a partir da análise das notificações do SINAN - Sistema de informação de agravos de notificação - de 2010 a outubro de 2012 e realização de entrevista com a enfermeira participante do programa. Na fase de análise de dados, as informações foram quantificadas através do Microsoft Office Excel e apresentados por meio de análise quantitativa. Organizou-se a análise e interpretação dos dados qualitativos a partir da categorização dos dados. Em relação aos tipos de violência, 40,92% caracterizou-se com violência física; 16,47% lesão auto provocada; 13,07% negligencia e abandono; 10,29% deficiência ou transtorno mental; 6,71%; violência psico moral; 6,07% violência com arma de fogo; 3,24% violência sexual; 1,81% violência relacionada ao trabalho; 1,02% tortura; 0,26% intervenção legal; 0,07% exploração sexual; 0,07% trafico de seres humanos. A violência é considerada um problema de saúde pública, de múltiplas dimensões necessitando de estudos cada vez mais aprofundados e de políticas públicas que envolva além da temática da violência, a segurança, educação e uma cultura para paz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-06-27

Como Citar

Tasca, J. (2014). O perfil das vitimas notificadas no nucleo de prevenção às violências e promoção da saúde. Revista Saúde.Com, 10(2), 172-183. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/298

Edição

Seção

Artigos originais