O fenômeno violência infanto-juvenil na perspectiva da enfermagem: uma revisão integrativa

Autores

  • Alinne Almeida Sousa Universidade Federal de Goiás (UFG)

Palavras-chave:

Violência, adolescente, criança, enfermagem, serviços de saúde escolar, família

Resumo

Existe uma preocupação em compreender o fenômeno da violência em suas origens, meios e contextos que se apresenta, para que sejam implementadas ações de prevenção e, quando possível, eliminá-la da convivência social. Trata-se de revisão integrativa que busca analisar a literatura científica latino-americana sobre a questão da violência contra infanto-juvenis no âmbito familiar e escolar sob o foco da enfermagem, identificar o ambiente em que a violência contra infanto-juvenis se origina, em qual ambiente esta violência é revelada pelo infanto-juvenil, e quais as ações desenvolvidas pela enfermagem diante desta problemática. Apresenta-se uma caracterização geral da produção de conhecimento, os principais ambientes nos quais a violência se origina e de que forma ela se apresenta. Conclui-se que o ambiente escolar é prioritário na identificação da violência e o ambiente familiar na origem da violência contra infanto-juvenis. Fica evidente a necessidade de capacitação e atualização dos profissionais da equipe de saúde e da área de educação de forma a contribuir para o enfrentamento do problema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-06-27

Como Citar

Sousa, A. A. (2014). O fenômeno violência infanto-juvenil na perspectiva da enfermagem: uma revisão integrativa. Revista Saúde.Com, 10(2), 196-208. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/300

Edição

Seção

Artigos originais