Detecção de risco para (re)hospitalização em idosos: uma revisão sistematizada

Autores

  • Elaine Cristina Tôrres Oliveira Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)

Palavras-chave:

Idoso, Hospitalização, Triagem, Programas de rastreamento

Resumo

O presente estudo buscou descrever o que a literatura discute sobre os instrumentos e modelos de previsão de risco que permitam identificar idosos com possibilidade de (re)hospitalização. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura, nas bibliotecas virtuais BVS e PubMed, no período de 2003 a 2012, tendo como base estudos realizados com idosos (60 anos ou mais). Através de critérios de inclusão/exclusão, foram selecionados 11 artigos para fazer parte da amostra. Dos 11 artigos selecionados, 07 foram publicados no período de 2007 a 2011, 05 foram estudos realizados com população brasileira 06 foram pesquisas internacionais e 05 foram estudos do tipo coorte. e 06 utilizaram participantes com 65 anos ou mais de idade. Oito foram os tipos de instrumentos utilizados para detecção risco de (re)hospitalizações em idosos, sendo o probability of repeated admission o mais utilizado. Destes Dos instrumentos, três foram utilizados nos EUA, cinco no Brasil, um no Canadá e dois no continente europeu. A coleta de informações para detecção do risco de (re)hospitalização em idosos ocorreu tanto por meio de fontes primárias quanto secundárias. Muitas variáveis foram utilizadas para previsão do risco de (re)hospitalização em idosos, mas aspectos sociodemográficos, doenças preexistentes, disponibilidade de cuidador, percepção de saúde, pernoite hospitalar e comprometimento funcional apresentaram peso significante. Foi observado que os instrumentos de detecção de risco se revelaram ferramentas que permitem estratificar os idosos sob risco de (re)hospitalizações, possibilitando a atuação preventiva mais adequada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-05-11

Como Citar

Tôrres Oliveira, E. C. (2014). Detecção de risco para (re)hospitalização em idosos: uma revisão sistematizada. Revista Saúde.Com, 10(2), 209-220. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/302

Edição

Seção

Artigos de revisão