CUIDADO HUMANIZADO DO ENFERMEIRO AO PACIENTE ONCOLÓGICO FORA DE POSSIBILIDADE DE CURA

Autores

  • Silvanéia Santana Xavier
  • karla Ferraz dos Anjos
  • Kelly Cruz Pimentel Sampaio
  • Akemy Brandão Mochizuki
  • Vanessa Cruz Santos

Resumo

Várias pessoas têm sido acometidas por câncer com diagnóstico de pacientes fora de possibilidade de cura e com demanda de cuidados paliativos. Estudo objetiva analisar a produção científica sobre cuidado humanizado do enfermeiro ao paciente oncológico fora de possibilidade de cura. Revisão sistemática desenvolvida a partir da base de dados SciELO, na qual foram feitos cruzamentos dos descritores e selecionado sete artigos para compor a amostra, publicados no período de 2003 a fevereiro 2017. Os resultados evidenciaram a necessidade de capacitação dos enfermeiros para o cuidado humanizado ao paciente oncológico fora de possibilidade de cura. Essa demanda tem influência na graduação devido à carência de oportunidades e vivência dos estudantes de enfermagem com esses pacientes e déficit de conteúdos no currículo na perspectiva da terminalidade. A comunicação é estratégia que fortalece o vínculo e a confiança entre o enfermeiro, o paciente e a família, e favorece a humanização dos cuidados paliativos. Conclui-se que o cuidado humanizado do enfermeiro ao paciente oncológico fora de possibilidade de cura tem ocorrido de forma incipiente, mesmo reconhecendo este como fundamental para minimizar a angustia, a dor e o sofrimento dos envolvidos: profissional, paciente e família.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-05

Como Citar

Santana Xavier, S., Ferraz dos Anjos, karla, Cruz Pimentel Sampaio, K., Brandão Mochizuki, A., & Cruz Santos, V. (2017). CUIDADO HUMANIZADO DO ENFERMEIRO AO PACIENTE ONCOLÓGICO FORA DE POSSIBILIDADE DE CURA. Revista Saúde.Com, 13(4). Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/3616

Edição

Seção

Artigos de revisão