Condição e práticas de saúde bucal do deficiente visual

Autores

  • Eduarda Alberti Bonadiman Universidade Federal do Espírito Santo
  • Lorenzo Aparecido Totola Knupp Escola Superior São Francisco de Assis
  • Mariana Rossi Sarlo Escola Superior São Francisco de Assis
  • Mariana Rossi Sarlo Escola Superior São Francisco de Assis
  • Gabriela Furlan Furtado Escola Superior São Francisco de Assis

DOI:

https://doi.org/10.22481/rsc.v18i2.9659

Palavras-chave:

Saúde bucal, Pessoa com deficiência visual, Percepção

Resumo

A deficiência visual é uma limitação sensorial com alteração da capacidade funcional da visão. O Deficiente Visual (DV) pode ser mais suscetível ao desenvolvimento de doenças bucais devido à limitação na identificação visual de sinais iniciais e na capacidade de remoção da placa. O presente estudo teve como objetivo descrever as condições de saúde bucal, bem como a abordagem mais adequada de educação em saúde. O estudo foi conduzido por meio de busca nos bancos de dados eletrônicos Scielo, Bireme e Pubmed, e sites de busca na internet, com artigos publicados em inglês e português entre os anos de 2008 a 2019.   O DV apresenta dificuldade em alcançar uma higiene bucal adequada devido à impossibilidade da detecção precoce das doenças bucais. Métodos tradicionais de ensino de higiene oral não são eficientes para o DV, sendo que as instruções verbais, texto em braille, demonstração tátil, material lúdico-pedagógico e palestras com orientações podem ser uma maneira eficaz de fornecer educação em saúde bucal. O DV possui maior acúmulo de biofilme dental, pior índice em higiene oral, doença periodontal, cárie e traumatismo. O Cirurgião-Dentista (CD) deve adotar um foco na prevenção e implantação de estratégias diferenciadas na abordagem e comunicação com esse público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lorenzo Aparecido Totola Knupp , Escola Superior São Francisco de Assis

Cirurgião Dentista pela Escola Superior São Francisco de Assis, Espírito Santo, Brasil.

Mariana Rossi Sarlo, Escola Superior São Francisco de Assis

Cirurgião Dentista pela Escola Superior São Francisco de Assis, Espírito Santo, Brasil.

Mariana Rossi Sarlo, Escola Superior São Francisco de Assis

Cirurgião Dentista pela Escola Superior São Francisco de Assis, Espírito Santo, Brasil.

Gabriela Furlan Furtado, Escola Superior São Francisco de Assis

Professor do Departamento de Estágio Supervisionado Em Clinica Integrada Para
Pacientes Especiais E Odontogeriatria da Escola Superior São Francisco de Assis,
Espírito Santo, Brasil.

Referências

AÇIL, D.; AYAZ, S. Screening of Visually Impaired Children for Health Problems. Asian Nursing Research, v. 9, p. 285 – 290, 2015.

ALSADHAN, S., et al. Dental and medical health status and oral health knowledge among visually impaired and sighted female schoolchildren in Riyadh: a comparative study. BMC Oral Health, v. 33, p.78-84, 2017.

CARVALHO, A. C. P., et al. Considerações no tratamento odontológico e periodontal do paciente deficiente visual. Rev Odontol Bras Central, v.19, p. 97-100, 2010.

CERICATO, G. O.; LAMHA, A. P. S. F. Hábitos de saúde bucal de portadores de deficiência visual no contexto da saúde coletiva. RFO Passo Fundo, v. 17, p. 137-144, 2012.

CERICATO, G. O.; FERNANDES, A. P. S. Implicações da deficiência visual na capacidade de controle de placa bacteriana e na perda dental. RFO, v. 13, n. 2, p. 17-21, 2008.

CHOWDARY, P. B. et al. Impact of verbal, braille text, and tactile oral hygiene awareness instructions on oral health status of visually impaired children. Journal of Indian Society of Pedodontics and Preventive Dentistry, v. 34, p. 43-47, 2016.

COSTA, F. S., et al. Efetividade de uma estratégia educacional em saúde bucal aplicada a crianças deficientes visuais. RFO Passo Fundo, v. 17, p. 12-17, 2012.

CUNHA, L. D., et al. Relationship between periodontal status and degree of visual impairment in institutionalized individuals. European Journal of Dentistry, v. 9, p. 324-328, 2015.

DEBNATH, A., et. al. New Vision for Improving the Oral Health Education of Visually Impaired Children - A Non Randomized Control Trial. Journal of Clinical and Diagnostic Research, v. 11, p. 29-32, 2017.

FILHO, M. D. S; NOGUEIRA, S. D. M.; MARTINS, M. C. C. Avaliação da saúde bucal de deficientes visuais em Teresina-PI. Arquivos em Odontologia, v. 45, p. 66-74, 2010.

GAUTAM, A.; BHAMBAL, A.; MOGHE, S. Impact of oral health education by audio aids, braille and tactile models on the oral health status of visually impaired children of Bhopal City. Journal of indian society of pedodontics and preventive dentistry, v. 36, p. 82-85, 2018.

HIDAKA, R., et al. Survey on the oral health status of community-dwelling older people with visual impairment. Spec Care Dentist. p. 1 - 6, 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Censo Demográfico 2010: características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Rio de Janeiro: IBGE; 2010.

JAIN, A., et al. To evaluate the comparative status of oral health practices, oral hygiene and periodontal status amongst visually impaired and sighted students. Special Care Dentistry Association and Wiley Periodicals, Inc., v. 33, p. 78-84, 2012.

JOHN, J. R., et al. Prevalence of Dental Caries, Oral Hygiene Knowledge, Status, and Practices among Visually Impaired Individuals in Chennai, Tamil Nadu. International Journal of Dentistry, v. 2017 p. 6, 2017.

KHURANA, C., et al. Effectiveness of oral health education program using braille text in a group of visually impaired children‑before and after comparison trial. O Journal of Education and Health Promotion, v. 8, p. 1 – 6, 2019.

LIMA, G. T. Políticas Públicas: um olhar para a saúde bucal das pessoas com deficiência visual. 2017. 54 f. Trabalho de conclusão de curso – Curso de graduação em odontologia, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2017.

MACIEL, M. A. S., et al. Assessing the oral condition of visually impaired individuals attending the Paraíba Institute of the Blind. Rev. odonto ciênc., v. 24, p. 354-360, 2009.

OLIVEIRA, J. B., et al. Sentir o sorriso: uma experiência de promoção de saúde bucal com um grupo de deficientes visuais em Recife. Odontol. Clín.-Cient., v. 11, p. 151-153, 2012.

ORTEGA, M. M. Condição da saúde bucal de pessoas com deficiência visual: análise da percepção, do acesso e da satisfação em relação aos serviços de saúde bucal. 2019. 74 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de Araçatuba. 2019.

ORTEGA, M. M., et al. Assistência em saúde bucal na percepção das pessoas com deficiência visual. Cad. Saúde Colet., v. 27, p. 331-337, 2019.

PRASHANTH, S. T., et al. Oral health knowledge, practice, oral hygiene status, and dental caries prevalence among visually impaired children in Bangalore. journal of indian society of pedodontics and preventive dentistry, v. 29, p. 102-105, 2011.

REDDY, K.; SHARMA, A. Prevalence of oral health status in visually impaired children. Journal of indian society of pedodontics and preventive dentistry, v. 29, p. 25-27, 2011.

REDDY, V. K., et al. A comparison of oral hygiene status and dental caries experience among institutionalized visually impaired and hearing impaired children of age between 7 and 17 years in central India. Journal of Indian Society of Pedodontics and Preventive Dentistry, v. 31, p. 141-145, 2013.

SARDANA, D., et al. Effect of specially designed oral health preventive programme on oral health of visually impaired children: use of audio and tactile aids. FDI World Dental Federation, p. 1-9, 2018.

SCHEMBRI, A., et al. The Impact of Blindness on the Oral Health and the Perceived Need to Seek Treatment in a Community of Maltese Older Adults. Biomedical Journal of Scientific & Technical Research., v. 5, p. 4621-4629, 2018.

SHETTY, V., et al. Oral Health Status of the Visually Impaired Children – A South Indian Study. The Journal of Clinical Pediatric Dentistry, v. 34, p. 213-216, 2010.

SINGH, A., et al. Assessment of oral health-related quality of life in 9-15 year old children with visual impairment in Uttarakhand, India. Dental Research Journal, v. 14, p. 43-49, 2017.

SOARES, J., et al. Avaliação do conhecimento sobre saúde bucal de pais e cuidadores de crianças e adolescentes com deficiência. J Health Sci Inst. v. 31, p. 239-243, 2013.

SURESAN, V., et al. Assessment of dental caries, oral hygiene status, traumatic dental injuries and provision of basic oral health care among visually impaired children of Eastern Odisha. Journal of Indian Society of Pedodontics and Preventive Dentistry, v. 35, p. 284-290, 2017.

TAGELSIR, A.; KHOGLI, A. E.; NURELHUDA, N. M. Oral health of visually impaired schoolchildren in Khartoum State, Sudan. BMC Oral Health, v. 13, p. 1-8, 2013.

VOZZA, I., et al. Oral hygiene management in patients with visual sensory disabilities. Senses Sci., v. 3, p. 215-229, 2016.

VYAS, S., et al. Impact of comprehendible learning modes on oral health among visually impaired adults. Spec Care Dentist., p. 1–10, 2018.

WANICHSAITHONG, P., et al. Predictors of dental service utilization among visually impaired people in Chiang Mai, Thailand. Journal of Public Health and Development, v. 13, p. 3-15, 2015.

WATSON, E. K., et al. The oral health status of adults with a visual impairment, their dental care and oral health information needs. British Dental Journal, p. 1-6, 2010.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Blindness and vision impairment. Disponível em: < https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/blindness-and-visual-impairment>. Acesso em 15 de outubro de 2019.

Downloads

Publicado

2022-08-03

Como Citar

Alberti Bonadiman, E., Totola Knupp , L. A., Rossi Sarlo, M. ., Rossi Sarlo, M. ., & Furlan Furtado, G. . (2022). Condição e práticas de saúde bucal do deficiente visual. Revista Saúde.Com, 18(2). https://doi.org/10.22481/rsc.v18i2.9659

Edição

Seção

Artigos de revisão