Educação, estudos pós-coloniais e decolonialidade: Diálogos com a Lei 11.645/08

  • Cledineia Carvalho Santos Universidade Federal da Bahia

Resumo

Este artigo surge das inquietações que foram nascendo à medida que fui tendo acesso as leituras de teóricos Pós-coloniais e Decoloniais no Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade - IAHC/UFBA e realçado ao participar do Curso Pensar em Movimento: Diálogos de saberes na sala de aula. No decorrer das leituras, debates e experiências fui motivada a relacionar os discursos promovidos com o campo da educação tanto no âmbito da sala de aula e enquanto atuante em programas de formação de professores no qual por muitas vezes voltamos nossos estudos e apreciação para a Lei 11.645 para a educação básica. Assim este artigo traz para o centro das discussões os paradigmas pós-coloniais e decoloniais do pensamento no intuito de fomentar as reflexões necessárias para a aplicabilidade da referida Lei, seus desafios e dilemas. Busca-se direcionar um olhar para o currículo oculto e subalternizados historicamente de forma a contribuir para colocar os povos afrodescentes e indígenas como protagonistas de sua própria história.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-06-30
Como Citar
SANTOS, Cledineia Carvalho. Educação, estudos pós-coloniais e decolonialidade: Diálogos com a Lei 11.645/08. ODEERE, [S.l.], v. 3, n. 5, p. 161-174, jun. 2018. ISSN 2525-4715. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/odeere/article/view/4143>. Acesso em: 19 nov. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/odeere.v3i5.4143.