A importância das nações de Candomblé para a população afro-brasileira em Cachoeira, Ba.

  • Sandro dos Santos Correia Universidade do Estado da Bahia

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre as perseguições e violências em razão da escravidão e do racismo institucional as Nações de Candomblé no município de Cachoeira, como também em observar como os termos geográficos são importantes no processo de descolonização na contemporaneidade. Foi utilizada uma metodologia desenvolvida por meio de investigação participante em alguns terreiros, trabalho de campo e entrevistas com lideranças religiosas no território de Cachoeira-BA; a análise foi concentrada em dados da publicação da SEPROMI (2012) com duas tabelas que apresentam as Nações de Candomblé de Cachoeira, sendo um total de 48 Terreiros de Candomblé. Foram utilizadas também músicas de blocos afros gravadas pela banda Reflexus antes da década de 2003 que abordam adjetivações positivas com relação a aspectos geográficos antes da criação das leis 10.639/03 e 11.645/08. Um dos resultados é que o termo Nação e Pátria são importantes para o processo de descolonização com a afirmação de valores africanos e afro-brasileiros para a população negra de Cachoeira-BA.


Palavras-chave: Nações; Candomblé; Terreiro; Aspectos geográficos; Contemporaneidade.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Referências

BAHIA. Governo do Estado. Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Félix, organização Graça Lobo; coordenação Antonio Roberto Pellegrino Filho.– Salvador : Fundação Pedro Calmon : IPAC, 2015. 244 p. : il. – (Cadernos do IPAC, 9).

BAHIA. Governo do Estado. Secretaria de Promoção da Igualdade Racial – SEPROMI. Mapeamento dos Espaços de Religião de Matriz Africana do Recôncavo/ Sepromi. 1ª Edição – Salvador; 2012.

BRASIL. Lei 10.639, de 09 de Janeiro de 2003 Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira", e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, v.85, n. 156, 09 jan. 2003. Seção 1, p1264-1264.

CANTO PARA O SENEGAL – BANDA REFLEXUS – LETRAS.MUS.BR. Disponível em: Reggae>Banda Reflexus>.Acesso em 10.11.2019.

CORREIA, Sandro dos Santos. O território de Cachoeira-BA: O potencial do Patrimônio Cultural de Matriz Africana e as possibilidades para o Desenvolvimento Local do Recôncavo Baiano In CORREIA, S.C; DANTAS, A.L; SANTOS, E.M.P. (org.) Recôncavo Baiano: Trajetórias e Dinâmicas Territoriais, Salvador, Assembléia Legislativa, 2015.

ENCICLOPEDIA MIRADOR INTERNACIONAL. Encyclopédia Britannica do Brasil Publicações Ltda, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasil, 1987.

FARAÓ DIVIDANDE DO EGITO – OLODUM – LETRAS.MUS.BR. Disponível em: Axé>Olodum>.Acesso em 10.11.2019.

LACOSTE, Yves. A Geografia – isso serve, em primeiro lugar, para fazer a guerra. Tradução Maria Cecília França. Campinas, SP. Papirus, 1988.

LOPES, Nei. Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana. São Paulo, Selo Negro, 2004.

MADAGASCAR OLODUM – BANDA REFLEXUS – LETRAS.MUS.BR. Disponível em: Reggae>Banda Reflexus>.Acesso em 10.11.2019.

MAURÍCIO NOBRE, Marlos. Enciclopédia Delta Universal, Volume 10, Editora Delta S/A, Rio de Janeiro, Brasil, 1982.

NASCIMENTO, Luiz Cláudio Dias do. Bitedô: onde moram os nagôs: redes de sociabilidades africanas na formação do candomblé jêje-nagô no recôncavo baiano, Rio de Janeiro, CEAP. 2010.

NOVA ENCICLOPÉDIA BARSA. São Paulo, Encyclopédia Britannica do Brasil Publicações, 1999.

PARÉS, Luis Nicolau. A formação do candomblé: história e ritual da nação jeje na Bahia. 2ª ed. rev. Campinas, Editora da Unicamp, 2007.

SANTOS, Edmar Ferreira. O poder dos candomblés: perseguição e resistência no Recôncavo da Bahia. Salvador, EDUFBA, 2009. https://doi.org/10.7476/9788523208967

SERPENTE NEGRA – BANDA REFLEXUS – LETRAS.MUS.BR. Disponível em: http: //letras. mus.br>Reggae>Banda Reflexus.Acesso em 10.11.2019.

SODRÉ, Muniz. O terreiro e a cidade. A forma social negro brasileira. Rio de Janeiro: Imago Ed.; Salvador, BA: Fundação Cultural do Estado da Bahia, 2002.

OLIVEIRA, Cêurio de. Dicionário Cartográfico. 4ª Ed. Rio de Janeiro, IBGE, 1993.

SOUZA, Marcelo Lopes de. Os conceitos fundamentais da pesquisa sócio espacial. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2013.
Publicado
2019-12-30
Como Citar
CORREIA, Sandro dos Santos. A importância das nações de Candomblé para a população afro-brasileira em Cachoeira, Ba.. ODEERE, [S.l.], v. 4, n. 8, p. 312-337, dez. 2019. ISSN 2525-4715. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/odeere/article/view/5793>. Acesso em: 05 jul. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/odeere.v4i8.5793.