Foco e Escopo

Normas Gerais para publicação na Revista Práxis Educacional

A Revista Práxis Educacional é um periódico trimestral, eletrônico, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd), da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Publica artigos inéditos resultantes de pesquisas científicas, além de resenhas de livros. Seu objetivo central é divulgar pesquisas e estudos vinculados ao campo da educação, desenvolvidos por pesquisadores de diferentes contextos educacionais do Brasil e do exterior. A revista não cobra nenhum tipo de taxa para a publicação dos textos.

 

Processo de Avaliação 

A avaliação dos manuscritos consistirá em um processo realizado em duas etapas, acorde ao estabelecido nas Diretrizes para Autores.

A primeira etapa, preliminar, compreende em averiguar, pela Equipe Editorial, se o manuscrito atende as exigências editoriais, com base em critérios de qualidade, tais como: autores com atribuição de indicadores, como por exemplo o índice H-index*; relevância bibliográfica das referências; entre outros.

Além disso, são verificadas também as adequações ao escopo da revista, quanto aos seus critérios técnicos, a saber:

a) Normas técnicas gerais da revista;

b) Quantidade de autores e sua titulação (pelo menos um autor deve ter título de doutor, sendo os demais pós-graudandos de metrados ou doutorado e/ou mestres e doutores);

c) Quantidade de páginas;

d) Resumo, palavras chave (em português, inglês e espanhol);

e) Correção das referências, rigorosamente de acordo com as normas;

f) Dados sobre cada autor (nome completo, titulação, instituição de atuação profissional (cidade/estado/país), grupo/núcelo de pesquisa a que se vincula, correio eletrônico, ORCID);

g) Observância atenta e rigorosa das normas da ABNT.

Se o texto atende a esta primeria avaliação, o autor receberá a informação de que o manuscrito encontra-se apto à avaliação por pares (segunda etapa) e será encaminhado aos pareceristas para avalição de seu conteúdo.

A segunda etapa se baseia no envio do manuscrito a dois pareceristas externos à revista, selecionados por especialidade e afinidade em relação ao seu conteúdo temático, os quais realizam a "avaliação cega" do artigo,  assegurando anonimato tanto dos autores, como dos avaliadores.

No processo avaliativo, os pareceristas tem acesso a uma ficha de parecer técnico, previamente identificada com dados do manuscrito, contendo diretrizes de avaliação que os auxiliam na elaboração do parecer. 

* https://www.periodicos.capes.gov.br/?option=com_pnews&component=Clipping&view=pnewsclipping&cid=970&mn=0

Periodicidade

A revista, a partir de 2018, tem periodicidade trimestral. Cada revista será publicada assim que estiverem prontos o sumário, a revisão e a formatação final de todos os arquivos.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Autorização para publicação de trabalhos

Autores que publicam nesta revista concordam com os termos a seguir e deverão apresentar a autorização de publicação, bem como a declaração de originalidade do manuscrito:

  1. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComerdial-CompartilharIgual 4.0 Internacional, permitindo compartilhar, copiar, distribuir, exibir, reproduzir, a totalidade ou partes, desde que não tenha objetivo comercial e sejam citados os autores e a fonte, reconhecendo a autoria e a publicação inicial nesta revista.
  2. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e da publicação inicial nesta revista.
  3. Autores têm permissão para distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.

 

Política de Detecção de Plágio

A revista utiliza seu software para a detecção de plágios nos manuscritos submetidos à avaliação.