A história local e o seu lugar na pesquisa em história da educação

  • Elenice Silva Ferreira

Resumo

O presente texto discorre acerca do debate teórico-metodológico na questão da produção historiográfica em nível local/regional sem perder de vista a sua relação com o global, já que há muito a historiografia vem considerando que as realidades criadas pela ação do homem, sobre o espaço e no tempo, não podem ser analisadas apenas a partir de seus aspectos globalizantes, mas, também, a partir de suas particularidades e singularidades manifestadas, principalmente, em seu micro-espaço. Trata-se de uma postura teórica-metodológica que se generalizou por meio da chamada Escola dos Annales, sobretudo em sua terceira geração, possibilitando a abertura de novas fronteiras interpretativas, ressignificando o conceito de fonte documental, de modo a promover outras vias para as pesquisas no campo da História, em especial, da História da Educação. Nessa perspectiva, a escrita da história da educação na dimensão local não deixa de reconhecer o município como instituição com vida própria, entretanto articulado com as ações políticas e educacionais em nível nacional/global, rompendo com a dicotomia entre o centro e a periferia, o local e o global, posto que um está contido no outro.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Como Citar
FERREIRA, Elenice Silva. A história local e o seu lugar na pesquisa em história da educação. Revista Binacional Brasil-Argentina: Diálogo entre as ciências, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 87-100, out. 2017. ISSN 2316-1205. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rbba/article/view/1513>. Acesso em: 12 dez. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/rbba.v6i1.1513.
Seção
Artigos de Fluxo Contínuo