O DESPERTAR PARA UMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: A REALIDADE DA ESCOLA MUNICIPAL BAIXA DA FARTURA NO ASSENTAMENTO AMARALINA

Autores

  • Laily Souza Benedictis

DOI:

https://doi.org/10.22481/recuesb.v1i1.2223

Palavras-chave:

Cotidiano escolar, Discussão ambiental, Práticas pedagógicas

Resumo

No presente artigo, relata-se alguns resultados da pesquisa monográfica de conclusão do curso de Licenciatura Plena em Geografia, realizada entre 2009 e 2010. Esse estudo objetivou analisar a prática da Educação Ambiental desenvolvida pela Escola Municipal Baixa da Fartura, localizada no Assentamento Amaralina, em Vitória da Conquista/BA. Buscou-se ainda, identificar práticas pedagógicas no cotidiano escolar. Empiricamente, foi possível verificar que o corpo docente direciona a discussão ambiental sob a perspectiva do descarte do lixo e a higiene pessoal. Ficou evidente que há a necessidade de planejamento referente à prática de ações que contemplem a Educação Ambiental na Instituição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Souza Benedictis, L. (2016). O DESPERTAR PARA UMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: A REALIDADE DA ESCOLA MUNICIPAL BAIXA DA FARTURA NO ASSENTAMENTO AMARALINA. Revista Extensão & Cidadania | ISSN 2319-0566, 1(1). https://doi.org/10.22481/recuesb.v1i1.2223