Socialização e desenvolvimento profissional de docentes bacharéis: contribuições teóricas para o debate

  • Geovana Ferreira Melo

Resumo

A docência universitária é uma profissão que se efetiva em contextos sociais determinados e, portanto, assume compromissos com a construção e mediação entre os estudantes e o conhecimento, com a intenção de possibilitar a esses sujeitos se desenvolverem, em uma perspectiva emancipatória. Diante da natureza complexa do trabalho docente, torna-se fundamental problematizar os processos formativos da docência, especialmente, dos professores ingressantes na carreira universitária, por se tratar de uma fase marcada por vivências de solidão acadêmica e sentimento de insegurança em relação ao aprendizado da profissão. A questão balizadora da investigação refere-se à compreensão de quais pressupostos teórico-metodológicos podem contribuir com processos formativos de professores ingressantes na educação superior. Por meio da pesquisa teórica são discutidos os conceitos relacionados à formação, identidade e socialização profissional que podem favorecer a ampliação e aprofundamento dos debates referentes aos processos de desenvolvimento profissional desses professores. A análise indicou que os referidos conceitos, ao serem aprofundados, se constituem em perspectivas teóricas que podem contribuir para ampliar os debates a respeito dos impasses e dilemas inerentes aos primeiros anos de exercício na carreira docente universitária. A pesquisa indica a complexidade do processo de aprendizado da docência, especialmente nos anos iniciais da carreira, em que o repertório de saberes pode ser ampliado, as identidades profissionais podem ser reconfiguradas, juntamente com as crenças e decisões pedagógicas. Esse movimento incide no compromisso da universidade em construir políticas institucionais de formação permanente que propiciem o desenvolvimento profissional docente.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-05-30
Como Citar
MELO, Geovana Ferreira. Socialização e desenvolvimento profissional de docentes bacharéis: contribuições teóricas para o debate. Revista de Iniciação à Docência, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 24-39, maio 2020. ISSN 2525-4332. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/6806>. Acesso em: 08 jul. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/rid-uesb.v5i1.6806.