Avaliação da aprendizagem: contribuições da pesquisa-ação colaborativa

  • Marinalva Lopes Ribeiro
  • Mylena Jannis de Oliveira Santos

Resumo

O trabalho apresenta resultados de uma pesquisa de cunho qualitativo, do tipo pesquisa-ação colaborativa, que teve como objetivo: compreender a base epistemológica da avaliação da aprendizagem de professores participantes da pesquisa-ação colaborativa. Trata-se de duas professoras iniciantes na carreira do magistério superior, da área de exatas, que participaram da referida pesquisa durante seus três anos de desenvolvimento. Este artigo tomou para análise a observação da prática docente de tais colaboradoras, durante o semestre 2018.1. O estudo teve como base teórica, dentre outros autores, Perrenoud, (1999); Becker, (2002); Matui, (1995); Behrens, (2003; Stenhouse, apud Rudduck e Hopkins (2007); Pimenta, (2005). As principais conclusões apontam que os resultados das práticas avaliativas das duas professoras colaboradoras, agora voltadas para a aprendizagem e não para a classificação dos estudantes, fazem com que tanto estes sujeitos quanto as próprias docentes aumentem seus autoconceitos, na medida em que resultaram em satisfação pela docência que exercem e pelas aprendizagens construídas nos componentes curriculares durante o semestre em evidência.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-05-30
Como Citar
RIBEIRO, Marinalva Lopes; SANTOS, Mylena Jannis de Oliveira. Avaliação da aprendizagem: contribuições da pesquisa-ação colaborativa. Revista de Iniciação à Docência, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 84-99, maio 2020. ISSN 2525-4332. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/6810>. Acesso em: 08 jul. 2020. doi: https://doi.org/10.22481/rid-uesb.v5i1.6810.