Quilombos, racismo ambiental e formação em saúde e saúde mental: diálogos emergentes

Autores

Palavras-chave:

saúde, quilombos, racismo, segregação racial, ciência.

Resumo

O artigo apresenta as relações entre os Povos dos Quilombos, a formação em saúde e o racismo ambiental, visto como uma face da segregação sócio espacial que é também racial. A partir da noção sobre a importância dos Quilombos para a fundação das cidades brasileiras é preciso a superação do racismo na sociedade e nos modos de pensar e produzir ciência e formação em saúde e saúde mental que deve considerar necessariamente os ensinamentos e conhecimentos dos Povos Quilombolas.

 

Biografia do Autor

Regina Marques de Souza Oliveira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Pos-Doutorado em Psicologia (Desenvolveu a pesquisa Violência e Territorio: Saude Mental da Populaçao Negra no Brasil e da Diaspora Africana, Financiamento CAPES, 2016) no Instituto dos Mundos Africanos  na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais em Paris/França. Doutora em Psicologia Social, Psicanalista, professora da UFRB no Centro de Ciências da Saude e no Mestrado em Relações Étnicas e Contemporaneidade na UESB-Jequié.

Referências

BBC News – 29/05/2018 – A ‘Disneylândia” de Saddan – como ditadores exploram ruinas históricas. https://www.bbc.com/news. Acesso em 20/05/2020.

Jornal Metro 1 – Politica - Bolsonaro critica gasto federal com indígenas e diz que quilombolas 'não fazem nada'. Em 05 de abril de 2017. https://www.metro1.com.br/ Acesso em 23/05/2020.

KIKUCH, Berenice. Anemia Falciforme. In: Oliveira, Regina M.S.(Org.) Quilombos: saúde, psicologias e outras visões. Cruz das Almas, EDUFRB, 2019.

LOPES, Talita Jeane Gonçalves. Ancestralidade em tempos de pandemia: valorização da vida dos povos indígenas e povo preto frente ao Covid-19 (no prelo). Texto submetido pelo NEPPINS/UFRB ao Edital Comissão Covid-19, UFRB/Centro de Ciências da Saúde em 10.05.2020, a ser publicado em e-book pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia sob responsabilidade da gestão de extensão Profa. Dra. Denize Ribeiro.

MOURA, Clovis. Os quilombos e a rebelião negra. São Paulo, Brasiliense, 1987.

O Globo – 07/06/2019 – Processo é encerrado e Bolsonaro é absolvido em acusação de discriminar quilombolas. https://oglobo.globo.com/ Acesso em 25/05/2020.

OLIVEIRA, Reinaldo José de. Territorialidade Negra e segregação racial na cidade de São Paulo: a luta por cidadania no século XX. São Paulo, Editora Alameda, 2016.

________________________. A Cidade e o Negro no Brasil: Cidadania e Território. São Paulo, Editora Alameda, 2013.

________________________. Novos e antigos cenários da segregação e das desigualdades da população negra em São Paulo. Jundiaí, Paco Editorial, 2018.

OLIVEIRA, Regina Marques de Souza. Cenários da Saúde da População Negra no Brasil: diálogos e pesquisas. Cruz das Almas, EDUFRB, 2016.

_______________________________. Dilemas da raça: empoderamento e resistência. São Paulo, Alameda, 2017.

_______________________________. Psicologia, Identidade e Memoria: comunidade e terreiro Ylê Axé Yeponda Odé. In: Oliveira, R.M.S.(Org.) Quilombos: saúde, psicologias e outras visões. Cruz das Almas, EDUFRB, 2019.

Downloads

Publicado

2020-12-31