Carolina e Clarice: aproximações entre fenomenologia heideggeriana, feminino e literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/odeere.v6i01.7870

Palavras-chave:

Fenomenologia Hermenêutica, Martin Heidegger, Feminino, Literatura

Resumo

A literatura mundial reconhece Carolina de Jesus e Clarice Lispector como escritoras reflexivas e críticas à sociedade brasileira do século XX e ao feminino. Este artigo expõe uma leitura hermenêutica inspirada em Martin Heidegger, a respeito de Quarto de Despejo e Perto do Coração Selvagem, clássico literários, entendendo-os como horizontes de encontro para compreender o feminino desde a circularidade de sentido envolvendo entes humanos e existenciais heideggerianos. A apropriação da linguagem das escritoras estreou modos de libertação do feminino, desvelamentos de significados e conceções de mundo. Expor a Fenomenologia heideggeriana atenta ao feminino, acrescida da análise psicológica das escritoras, reflete suposta neutralidade histórica, cultural e literária que elege protagonistas-narradores masculinos como singulares, e segregam o feminino a relacionamentos, filiações ou proles. Os resultados, a partir da reflexão/compreensão hermenêutica, reconstroem noção de humanidade que rompe com complementaridades, por exemplo, personagens femininas que não procuram pelo masculino; que explicita noção do eu feminino que não reforça intimismo, a primeira pessoa, nesses clássicos, é uma indeterminação correspondendo aqueles à margem social. As lutas cotidianas sejam contra fome, sejam não sucumbir a acessório do masculino, fazem da hermenêutica do feminino exercício de resistência. Apropriar o humano de sua correspondência com mundo ao formular sentidos não discriminatórios possibilita e empodera o formular de reflexões e ações demonstrativas de liberdade e ética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BERGSON, Henry. Ensaio sobre os dados imediatos da consciência (J. S. Gama, Trad.). Lisboa: Edições 70. (Texto original publicado em 1927), 1988.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero. Feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

CALDEIRA, Danielle de Gois Santos. A questão da ética na psicoterapia: contribuições da Fenomenologia Hermenêutica de Martin Heidegger. 2019. 281f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019. Recuperado de https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27358

GADAMER, Hans-George. Verdade e método. Petrópolis: Editora Vozes, 1997.

GIKOVATE, Flávio. A liberdade possível. São Paulo: MG Editores, 2006. (Texto original publicado em 2000).

HEIDEGGER, Martin. Sobre a essência da verdade. In M. Heidegger. Conferências e escritos filosóficos. (E. Stein, Trad.). São Paulo: Abril Cultural, 1979.

HEIDEGGER, Martin. Todos nós… ninguém: um enfoque fenomenológico do social. (D. M. Criteli, Trad.). São Paulo: Moraes, 1981.

HEIDEGGER, Martin. Ontologia: Hermenêutica da facticidade. (R. Kirchner, Trad.). Petrópolis: Editora Vozes, 1995. (Texto original publicado em 1923).

HEIDEGGER, Martin. Seminário de Zollikon. (M. Boss, Ed., M. F. de Almeida Prado, Trad.). Petrópolis/Bragança Paulista: Vozes/ Editora Universitária São Francisco, 2009. (Texto original publicado em 1987).

HEIDEGGER, Martin. Serenidade. Lisboa: Instituto Piaget, 2001. (Texto original publicado em 1959).

HEIDEGGER, Martin. Os conceitos fundamentais da metafísica: mundo, finitude, solidão (2ª ed., M. A. Casanova, Trad.). Rio de Janeiro: Editora Forense Universitária, 2011.

HEIDEGGER, Martin. A essência da liberdade humana: introdução à filosofia (1ª ed., M. A. Casanova, Trad.). Rio de Janeiro: Editora Via Veritá, 2012.

HEIDEGGER, Martin. Ser e tempo. (F. Castilho, Trad.). Petrópolis/Campinas: Editora Vozes/ Editora Unicamp, 2012. (Texto original publicado em 1927).

JESUS, Carolina Maria de. Quarto de despejo: Diário de uma favelada. 9ª ed. São Paulo: Editora Ática, 2007. (Texto original publicado em 1960).

LISPECTOR, Clarice. Perto do coração selvagem. Rio de Janeiro: Rocco, 1998. (Texto original publicado em 1943).

SÁ, Roberto Novaes. de. Para além da técnica: ensaios fenomenológicos sobre psicoterapia, atenção e cuidado. Rio de Janeiro: Editora Via Veritá, 2017.

TOLDY, Teresa Martinho. Deus e a Palavra de Deus na Teologia Feminista. Lisboa: Ed. Paulinas, 1998.

TRIBLE, Phyllis. Depatriarchalizing in Biblical Interpretation. Journal of the American Academy of Religion, 42, p. 42-48, 1973. Recuperado de https://www.jstor.org/stable/1461386

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

Caldeira, D. de G. S. (2021). Carolina e Clarice: aproximações entre fenomenologia heideggeriana, feminino e literatura. ODEERE, 6(01), 233-256. https://doi.org/10.22481/odeere.v6i01.7870