Cultura digital e recursos pedagógicos digitais: um panorama da docência na Covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v17i45.8309

Palavras-chave:

Cultura Digital, Tecnologias Digitais da Comunicação e Informação, Ensino Remoto Emergencial, Docência, COVID-19

Resumo

A pandemia da COVID-19 impôs à Educação uma alteração radical e abrupta de seus processos pedagógicos. Este artigo investiga como a cultura digital e os recursos pedagógicos digitais foram articulados no Ensino Remoto de Emergência mediante um Survey aplicado a 502 docentes da Educação Básica e Ensino Superior público e privado do Estado da Bahia. O estudo revela que a
experiência vivenciada permite vislumbrar uma nova dinâmica da cultura digital nos processos educativos pós-pandêmicos a partir das aprendizagens dos docentes em relação ao uso das tecnologias digitais de informação e comunicação em sua prática pedagógica, configurando um novo cenário para os recursos pedagógicos digitais na Educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Emanuel do Rosário Santos Nonato, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Doutor em Difusão do Conhecimento, UFBA; Professor Titular do Departamento de Educação I da Universidade do Estado da Bahia, UNEB – Brasil; Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade – PPGEduC / UNEB; Vice-Líder do Grupo de Pesquisa Formação, Tecnologias, Currículo e Educação a Distância – ForTEC.

Mary Valda Souza Sales, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Doutora em Educação, UFBA; Professora Titular do Departamento de Educação I da Universidade do Estado da Bahia, UNEB – Brasil; Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade – PPGEduC / UNEB; Líder do Grupo de Pesquisa Formação, Tecnologias, Currículo e Educação a Distância – ForTEC.

Társio Ribeiro Cavalcante, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, IFBaiano – Brasil

Doutorando em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade – PPGEduC / UNEB; Mestre em Educação de Jovens e Adultos, UNEB; Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, IFBaiano – Brasil.

Referências

BABBIE, Earl. Métodos de pesquisas de survey. Belo Horizonte: UFMG, 1999.

BABBIE, Earl. The Practice of Social Research. 12 ed. Belmont, CA, USA: Wadsworth Cengage Learning, 2010.

BAHRENS, Marilda Aparecida. Projetos de Aprendizagem Colaborativa num paradigma emergente. In: MORAN, José Manuel, MASSETO, Marcos Tarciso.

BEHRENS, Marilda Aparecida (Orgs.). Novas tecnologias e mediação pedagógica. 14 ed. Campinas, SP: Papirus, 2008, p. 67-132.

BATES, Tony. The promise and the Myths of e-Learning in Post-Secondary Education. In: CASTELLS, M. (ed). The Network Society: a cross cultural perspective. Cheltenham, UK:Edward Elgar, 2004, p. 271-292.

BUCKINGHAM, David. Cultura Digital, Educação Midiática e o Lugar da Escolarização. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 37-58, set./dez., 2010.

CASTELLS, Manuel. Informationalism, Networks, and the Network Society: A Theoretical Blueprint. In: CASTELLS, Manuel (ed). The Network Society: a cross-cultural perspective. Cheltenham, UK; Northampton, MA, USA: Edward Elgar, 2004, p. 3-45.

DANIEL, John. Education and the COVID-19 pandemic. Prospects, n. 49, p. 91-96, abr., 2020. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s11125-020-09464-3. Acesso em: 13 out. 2020.

EITERER, Carmen Lúcia. Recursos pedagógicos. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade; DUARTE, Adriana Maria Cancela; VIEIRA, Lívia Maria Fraga. Dicionário ‘Trabalho, Profissão e Condição Docente. Belo Horizonte: UFMG, 2010. Disponível: https://gestrado.net.br/verbetes/recursos-pedag-gicos/. Acesso em: 2 out. 2020.

FREIRE FILHO, João; LEMOS, João Francisco. Imperativos de conduta juvenil no século XXI: a “Geração Digital” na mídia impressa brasileira. Revista Comunicação, Mídia e Consumo, São Paulo, v. 5, n. 13, p. 11-25, jul., 2008.

GOLDENBERG, Mirían. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. 8 ed. Rio de Janeiro: Record, 2004.

HARGREAVES, Andy. O Ensino na Sociedade de Conhecimento: educação na era da insegurança. Porto Alegre: Artmed, 2004.

HARISIM, Linda. Educação online e as implicações da inteligência artificial. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 24, n. 44, p. 25-39, jul./dez., 2015.

JENKINS, Henry. Convergence culture: where old and new media collide. New York: NYU Press, 2006.

KENSKI, Vani Moreira. O papel do professor na Sociedade Digital. In: CASTRO, Amélia Domingues de; CARVALHO, Anna Maria Pessoa de. (Orgs.). Ensinar a Ensinar: Didática para a Escola Fundamental e Média. São Paulo: Thompson Learning, 2006, p. 95-106.

KENSKI, Vani Moreira. Cultura Digital. In: MILL, Daniel (Org.). Dicionário crítico de educação e tecnologias e de educação a distância. Campinas: Papirus, 2018, p. 139-144.

MARCONDES FILHO, Ciro. O rosto e a máquina: o fenômeno da comunicação visto pelos ângulos humano, medial e tecnológico. São Paulo: Paulus, 2013.

MORIN, Edgar. O método 3: conhecimento do conhecimento. Tradução de Juremir Machado da Silva. 5 ed. Porto Alegre: Sulina, 2015.

NONATO, Emanuel do Rosário Santos. Cultura digital e ensino de literatura na educação secundária. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 50, n. 176, p. 538-558, abr./jun. 2020. https://doi.org/10.1590/198053147126

NONATO, Emanuel do Rosário Santos; SALES, Mary Valda Souza. Educação e os caminhos da escrita na cultura digital. In: FERRAZ, Obdália. Educação, (multi)letramentos e tecnologias: tecendo redes de conhecimento sobre letramentos, cultura digital, ensino e

aprendizagem na cibercultura, Salvador: EDUFBA, 2019, p. 141-172.

NONATO, Emanuel do Rosário Santos; SALES, Mary Valda Souza. Educação a Distância, Hipertexto e Currículo: flexibilidade e desenho didático. In: NONATO, Emanuel do Rosário Santos; SALES, Mary Valda Souza. Educação a Distância: percursos e perspectivas.

Salvador: Eduneb, 2017, p. 73-114.

PONTES, Evellyn Ládya Franco. Cultura Digital na formação inicial de pedagogos. São Paulo: Artesanato Educacional, 2018.

PRENSKY, Marc. H. Sapiens Digital: from Digital Immigrants and Digital Natives to Digital Wisdom. Innovate: Journal of Online Education, v. 5, n. 3, Article 1, 2009. Disponível em: https://nsuworks.nova.edu/innovate/vol5/iss3/1. Acesso em: 31 jul. 2020.

PRENSKY, Marc. Digital Natives, Digital Immigrants. On the Horizon, vol. 9, n. 5, Oct., 2001. Disponível em: https://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20-%20Digital%20 Natives,%20Digital%20Immigrants%20-%20Part1.pdf. Acesso em: 31 jul. 2020.

SALES, Kathia Marise Borges. Cognição em ambientes com mediação telemática: uma proposta metodológica para análise cognitiva e da difusão social do conhecimento. Tese (Doutorado Multidisciplinar e Multi-institucional em Difusão do Conhecimento) – Faculdade

de Educação da Universidade Federal da Bahia. Salvador: UFBA, 2013.

SALES, Mary Valda Souza. As tecnologias no contexto educativo: perspectivas de inovação e de transformação. In: SALES, Mary Valda Souza (Org.) Tecnologias e Educação a Distância: os desafios para formação. Salvador: Eduneb, 2018, p. 79-102.

SALES, Mary Valda Souza; MOREIRA, José António Marques. Cartografia conceitual de competência e competência digital: uma compreensão ampliada. Revista UFG, Goiânia, v. 19, p. 1-31, 24 ago., 2019.

SEBARROJA, Jaume Carbonell. A aventura de Inovar: a mudança na escola. Porto: Editora Porto, 2003.

SIBILIA, Paula. Redes ou paredes: a escola em tempos de dispersão. Trad. Vera Ribeiro. São Paulo: Contraponto, 2012.

Downloads

Publicado

2021-04-01

Como Citar

Nonato, E. do R. S., Sales, M. V. S., & Cavalcante, T. R. (2021). Cultura digital e recursos pedagógicos digitais: um panorama da docência na Covid-19. Práxis Educacional, 17(45), 1-25. https://doi.org/10.22481/praxisedu.v17i45.8309