Diálogos com mulheres do Caetitu: a educação no contexto das relações sociais de gênero na caatinga do Sudoeste baiano

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/sertanias.v3i2.12022

Palavras-chave:

Mulheres, Gênero, Educação, Relações sociais, Caatinga

Resumo

O presente trabalho é resultado de uma pesquisa desenvolvida com mulheres moradoras da zona rural do sudoeste baiano, região da Caatinga. A proposta foi tecer um diálogo com as agentes, de modo que estas falassem da condição da mulher caatingueira, considerando as desigualdades de gênero que marcam este espaço. Com o foco nas relações intersubjetivas, fundamentamos nosso estudo na fenomenologia de Alfred Schutz e na leitura de Pierre Bourdieu sobre a dominação masculina. No diálogo estabelecido com as participantes, foi possível identificar como a efetivação de políticas públicas no campo impacta diretamente a vida das mulheres rurais e a educação aparece como fator central para compreender as dinâmicas do gênero neste espaço. O não acesso educação formal é ferramenta que mantém, ainda hoje, mulheres distantes da vida pública, aprisionadas em seus lares e afazeres domésticos. Assim, esta produção além de tratar das problemáticas que atingem as mulheres caatingueiras, adota uma perspectiva metodológica que coloca sujeitos historicamente silenciados em evidência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dilmara Ribas Lima, Docente da Secretaria Estadual de Ensino do estado de Minas Gerais

Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Docente da Secretaria Estadual de Ensino do estado de Minas Gerais.

José Miranda Oliveira Júnior, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e especialista em Gestão de Políticas Públicas de Gênero e Raça pela Universidade Federal da Bahia. Possui graduação em Filosofia pela Universidade Estadual de Santa Cruz e também é licenciado em Ciências Sociais pela mesma instituição. Docente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e coordenador do Programa de Educação Tutorial Institucional da UESB, Subprojeto PETI Ciências Sociais. Pesquisador nas áreas de Sociologia da educação, Gênero e educação, Relações étnico-raciais e educação, Metodologia e prática do Ensino em Ciências Sociais e Estágio curricular supervisionado em Ciências Sociais.

Núbia Regina Moreira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995),  mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (2007) e Doutorado em Sociologia pela Universidade de Brasília (2013) .Realizou Estagio Pós-doutoral no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPED-UERJ), como bolsista PNPD-CAPES. Professora Titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - (UESB) e docente permanente do Mestrado em Educação na mesma universidade e do Programa da Pós graduação em Ensino, Linguagem e Sociedade (PPGELS-UNEB). Líder do Grupo de Pesquisa Oju Obinrin Observatório de Mulheres Negras (UESB), pesquisadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Práticas Curriculares e Educativas (GEPPCE- UESB) do Grupo Cultura, Memória e Desenvolvimento (CMD-UnB). Integrante da Rede Carioca de Etnoeducadoras Negras filiada ao Conselho Latino-americano de Ciências Sociais (CLASCO) e da Rede Latino-Americana e Caribenha de pesquisas sobre Feminismos de Terreiros (RELFET).Atualmente é Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGED-UESB), biênio 2022-2024. Faz parte da equipe editorial da Revista Práxis Educacional.  Meus interesses de pesquisa estão articulados ao currículo e políticas de subjetivações e processos de racialização; teoria curricular; epistemologias feministas afro-diaspóricas; mulheres negras no campo da produção cultural brasileira . Autora do livro A Organização das Feministas Negras no Brasil já em 2ª ed. (2018).

Referências

AGUIAR, Neuma. Gênero e Ciências Humanas: desafios às ciências desde a perspectiva das mulheres. Rio de Janeiro, Record: Rosa do Tempos, 1997.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina - 11° ed. - Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Trad. Fernando Tomaz – Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

CASTELLS, Manoel. O poder da identidade. Vol. 2, 3ª ed. – São Paulo: Paz e Terra, 1942.

FERREIRA DOS SANTOS. João Diógenes. As diferentes concepções de infância e adolescência na trajetória histórica do Brasil. Campinas: Revista HISTEDBR, nº 28, p.224-238, 2007.

GOHN, Maria da Glória. Movimentos sociais na contemporaneidade. Revista Brasileira de Educação. Vol. 16, nº 47, 2011.

IBGE, Semiárido Brasileiro. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/geociencias-novoportal/cartas-e-mapas/mapas-regionais/15974-semiarido-brasileiro.html?=&t=o-que-e >. Acesso em: 02/08/2018.

MALVEZZI, Roberto. Semi-árido: uma visão holística. 1 ed. Brasília: Cofea, 2007.

MELO, Lígia Albuquerque de. Relações de gênero na agricultura familiar: o caso PRONAF em Afogados da Igazeira - PE. Recife - O autor, 2003.

MELO, Lígia Albuquerque de. Lígia Albuquerque. Relações de Gênero na convivência com semiárido brasileiro: a água para o consumo doméstico. Pernambuco, 2005. Disponível em: <http://www.fundaj.gov.br/images/stories/nesa/genero_convivencia.pdf> Acesso: 04/10/2017

NOGUEIRA, Daniela. Gênero e àgua - Desenhos do Norte, alternativas do Sul: uma análise da experiência do Semiário Brasileiro na construção do desenvolvimento democrático. 1 ed. Brasília: Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia - UNB, 2009.

PERROT, Michelle. Minha história das mulheres. São Paulo: Contexto, 2007.

QUEIROZ, João Batista Pereira de. A educação do campo no Brasil e a construção das escolas do campo. Presidente Prudente: Revista NERA, ano 14, nº. 18 pp. 37-46 Jan-jun./2011.

SAFFIOTI, Heleieth Iara Bongiovani. A mulher na sociedade de classes: mito e realidade. Petrópolis: Vozes, 1976.

SCHUTZ, Alfred. Fenomenologia e Relações Sociais. WAGNER, Helmut R. (Org). Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

Downloads

Publicado

2023-02-01

Como Citar

LIMA, D. R. .; OLIVEIRA JÚNIOR, J. M. .; MOREIRA, N. R. Diálogos com mulheres do Caetitu: a educação no contexto das relações sociais de gênero na caatinga do Sudoeste baiano. Sertanias: Revista de Ciências Humanas e Sociais, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 1-23, 2023. DOI: 10.22481/sertanias.v3i2.12022. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/sertanias/article/view/12022. Acesso em: 17 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos