Contribuições da Pedagogia para se pensar as relações de saber e gênero na escola contemporânea

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/sertanias.v1i1.8273

Palavras-chave:

Pedagogia, Relações de gênero, Saber-poder na escola

Resumo

O presente trabalho procura colocar em destaque as contribuições da Pedagogia para se pensar as relações de saber e gênero, sobretudo, nos ambientes de aprendizagens nos espaços da escola contemporânea e suas contradições com o projeto de emancipação, cidadania e educação em direitos humanos e o currículo escolar. O texto pretende contribuir para a reflexão sobre as relações de saber-poder (FOUCAULT, 2003a, 2003b) nos ambientes de aprendizagens nos espaços escolares, considerando que é imprescindível à instituição de uma formação cidadã e a atuação do professor-educador na construção de conhecimentos nos espaços de (re)construção de experiências do sujeito. Enfim, para modificar as concepções de gênero, práticas pedagógicas e práticas educativas, com atenção ao desenvolvimento de consciências, discursos, saberes, requer um olhar positivo sobre o aluno, uma posição do professor com autonomia pedagógica dentro da sala de aula e, nessa direção, buscar mecanismos de combate a preconceitos, discriminação e exclusão nas relações de gênero e suas intersecções com raça, etnia, classe social, escolarização e outros marcadores sociais na escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria de Fátima de Andrade Ferreira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Doutorado em Educação e Pós-doutorado em Estudos Étnicos e Africanos pela Universidade Federal da Bahia – UFBA. Professora Titular da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB. E-mail: mfatimauesb@hotmail.com Orcid: https://orcid.org/0000-0003-4094-6741

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. 4 ed. Trad. Mauro W. Barbosa de Almeida. São Paulo: Perspectiva, 1997.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Conselho Pleno. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, Licenciatura. Brasília, 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf Acesso:12 ago.2020

CARR, Wilfred. Una teoria para la educación: hacia una investigación educativa crítica. Madrid: MORATA, 1996.

CARR, Wilfred. Quality in teaching. London: Falmers Press,1989.

CARR, Wilfred; KEMMIS, Sthephen. Teoría crítica de la enseñanza: la investigación-acción en la formación del profesorado. Barcelona: Ediciones Martínez Roca, 1988.

CUÉLLER, Javier Pérez de (Org.). Nossa Diversidade Criadora: Relatório da Comissão Mundial de Cultura e Desenvolvimento. Trad. Alessandro Warley Candeas. Campinas, SP: Papirus; Brasília: UNESCO, 1997.

FAZENDA, Ivani. Construindo aspectos teórico-metodológicos da pesquisa sobre Interdisciplinaridade. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Dicionário em construção: interdisciplinaridade. São Paulo: Cortez, 2002. p. 11-29.

FERREIRA, Maria Elisa de Mattos Pires. Interdisciplinaridade como poíesis. Tese (Doutorado). Pontificia Universidade de São Paulo – PUC. São Paulo, 1996.

FERREIRA, Maria Elisa de Mattos Pires. Poíesis. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Dicionário em construção: interdisciplinaridade. São Paulo: Cortez, 2002. p. 200-203.

FELIPE, Jane. Entre as tias e tiazinhas: pedagogias culturais em circulação. In: SILVA, Luiz Heron da (Org.). Século XXI: Qual conhecimento? Qual currículo? Petrópolis, RJ: Vozes, 2000. p. 167-179.

FOUCAULT, Michel. A verdade e as formas jurídicas. 3 ed. Trad. Roberto Cabral de M. Machado e Eduardo J. Morais. Rio de Janeiro: NAU Editora, 2003a.

FOUCAULT, Michel. Estratégia, poder-saber. Trad. Vera Lucia A. Ribeiro. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003b.

FRANCO, Maria Amélia do Rosário. Pedagogia: por entre resistências e insistências. In: Revista Espaço do Currículo, João Pessoa, v.10, n.2, p. 161-173, maio/ago. 2017.

FRANCO, Maria Amélia do Rosário. Práticas pedagógicas e docência: um olhar a partir da epistemologia do conceito. In: Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Brasília, v. 97, n. 247, p. 534-551, set./dez. 2016.

FRANCO, Maria Amélia do Rosário. Pedagogia como ciência da Educação. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2008.

FRANCO, Maria Amélia do Rosário; GILBERTO, Irene Jeanete Lemos. A prática docente e a construção dos saberes pedagógicos. In: Revista Teias. Ética, Saberes & Escola, v.12, n. 25, p. 212-224, maio/ago. 2011.

FRANCO, Maria Amélia do Rosário; LIBÂNEO, José Carlos; PIMENTA, Selma Garrido. Elementos para a formulação de diretrizes curriculares para cursos de Pedagogia. Cadernos de Pesquisa, v. 37, n.130, p.63-97, jan./abr. 2007.

GAETA, Cecília. Olhar. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Dicionário em construção: interdisciplinaridade. 2 ed. São Paulo: Cortez, 2002. p. 222-224.

IMBERT, Francis. Para uma praxis pedagógica. Brasília: Plano Editora, 2003.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogias e pedagogos: inquietações e buscas. Educar, Curitiba, n. 17, p. 153-176, 2001.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

MARTINS, Maria Anita Viviani. Educação. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Dicionário em construção: interdisciplinaridade. São Paulo: Cortez, 2002. p. 242-246.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Trad. eloá Jacobina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Trad. Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanne Sawaya. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO, 2000.

OLIVEIRA, Lucila Maria Pesce de. Olhar. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Dicionário em construção: interdisciplinaridade. São Paulo: Cortez, 2002. p. 217-218.

SAVIANI, Dermeval. O pensamento pedagógico brasileira: da aspiração à ciência sob suspeição. Revista Educação e Filosofia, v.21, n.42, p.13-35, jul-dez, 2007.

SILVA, Tomaz Tadeu da. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

SUSHODOLSKY, Bogdan. A Pedagogia e as grandes correntes filosóficas. Lisboa: Livros Horizontes, 1978.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

FERREIRA, M. de F. de A. Contribuições da Pedagogia para se pensar as relações de saber e gênero na escola contemporânea. Sertanias: Revista de Ciências Humanas e Sociais, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 145-162, 2020. DOI: 10.22481/sertanias.v1i1.8273. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/sertanias/article/view/8273. Acesso em: 22 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos