Notícias

  • CHAMADA PARA DOSSIÊ INTERSECÇÕES ENTRE EDUCAÇÃO DO CAMPO/EDUCAÇÃO RURAL NUMA PERSPECTIVA CRÍTICA E AGROECOLOGIA

    2021-08-26

    DOSSIÊ INTERSECÇÕES ENTRE EDUCAÇÃO DO CAMPO/EDUCAÇÃO RURAL NUMA PERSPECTIVA CRÍTICA[1] E AGROECOLOGIA

    Organizadores:

    Arlete Ramos dos Santos (UESB)

    Henrique Tahan Novaes (UNESP)

    Maria Arlete Rosa (UTP)

    Convidamos os pesquisadores e pesquisadoras que estudam a Educação do Campo, conhecida como Educação Rural em outros países, para submissão de textos no Dossiê Intersecções entre Educação do Campo/Educação Rural numa perspectiva crítica e Agroecologia. O objetivo é socializar experiências de gestão educacional, políticas e práticas pedagógicas que acontecem nas escolas do campo/rurais em diferentes países, e que tenham os sujeitos da diversidade no campo como protagonistas, a saber: camponeses, indígenas, quilombolas, assentados e acampados, ribeirinhos, povos das florestas, entre outros.

    A intenção é dar visibilidade às importantes experiências educativas numa abordagem crítica, desenvolvidas nas escolas do campo/rurais, cujas pesquisas evidenciam a luta dos movimentos sociais camponeses como sujeitos epistêmicos que têm como pauta a contracultura essencial para o fortalecimento da luta dos povos do campo, das águas e das florestas. Ainda que identifiquemos propostas neoliberais de destruição e desqualificação do projeto educacional que atenda a realidade do campo, como tem sido a tônica do agronegócio e do Estado capitalista, podemos perceber por meio da produção de conhecimento que a Educação do Campo/Rural crítica tem alcançado importantes avanços que se consolidam nas ações desenvolvidas pelos docentes, comunidade escolar e movimentos sociais em diferentes espaços escolares e não escolares. Principalmente, por meio das discussões inerentes à essa temática que envolvem a agroecologia, a questão agrária, a educação ambiental, a sustentabilidade, observadas no contexto das experiências sobre políticas educacionais, gestão educacional, formação de professores e currículo. Esses temas trabalhados de forma crítica unem segmentos que lutam por uma educação alinhada a um projeto de sociedade que visa a superação da dominação e da exclusão, combate a criminalização dos movimentos sociais, o fechamento de escolas do campo e objetiva um modelo societário mais justo e igualitário.

    Desse modo, o Dossiê tem o intuito de dar destaque à produção acadêmica sobre as ações desenvolvidas nas escolas do campo/rurais para socialização do conhecimento mediante a seleção de artigos inéditos sobre pesquisas teóricas e empíricas que apresentem de forma articulada o diálogo com a Educação do Campo/Rural crítica, a agroecología, as políticas e práticas pedagógicas dos camponeses a partir de diferentes contextos e matizes teóricas. Para isso, destacamos os seguintes eixos temáticos:

    • Reflexões sobre a formação inicial e continuada dos docentes que atuam na Educação do Campo/Rural crítica;
    • Estudos e pesquisas acadêmicas sobre o protagonismo dos movimentos sociais como sujeitos epistêmicos e a Educação do Campo/Educação Rural crítica;
    • Análises críticas de materiais curriculares (livros, documentos legais, projetos político pedagógicos) sobre a presença de conteúdos vinculados à Educação do Campo/Educação Rural crítica, educação ambiental e a agroecología;
    • Experiências educativas de gestão, currículo políticas educacionais e formação docente que envolvam a Educação do Campo/Educação Rural critica, os movimentos sociais do campo e a agroecología;
    • Conflitos de classe no campo e projeto educacional: campesinato e agronegócio em disputa;
    • Experiências inovadoras de sobre o ensino com base na agroecologia, nas escolas do campo/rurais em articulação com a comunidade escolar e com os movimentos sociais;

     

    Destacamos os seguintes prazos para a publicação do Dossiê:

    Lançamento da chamada: 20/08/2021

    Submissão dos trabalhos: 20/08 a 30/11/2021

    Divulgação dos trabalhos selecionados: 15/02/2022

    Revisão dos trabalhos pelos autores: 15/02 a 01/03/2022

    Publicação do Dossiê: 20/04 a 31/04/2022

     

    [1] Neste dossiê denominamos de Educação Rural crítica o paradigma de educação defendido pela classe trabalhadora do campo, cuja tônica é a defesa de um projeto de sociedade. Salientamos que no Brasil este mesmo paradigma é denominado de Educação do Campo. Por isso, nos remeteremos à Educação do Campo quando estivermos nos referindo ao Brasil, e à Educação Rural crítica para tratar da educação nas áreas rurais dos outros países.

    Saiba mais sobre CHAMADA PARA DOSSIÊ INTERSECÇÕES ENTRE EDUCAÇÃO DO CAMPO/EDUCAÇÃO RURAL NUMA PERSPECTIVA CRÍTICA E AGROECOLOGIA
  • Revista de Políticas Públicas e Gestão Educacional (POLIGES) amplia prazo para submissão de Artigos.

    2021-07-02

    A POLIGES ampliou o prazo para a submissão de Artigos. O limite será o dia 20 de Julho, para o n. 2 (maio. /ago.), 2021. Em tempo solicitamos a divulgação de nossa Revista.  A Equipe de Editores da Revista POLIGES comunica ainda que a submissão de Artigos é contínua.
    Eventualmente, além de Artigos de demandas permanentes, publicaremos dossiês. Interessados em submeter, por gentileza, entrar em contato no email poliges@uesb.edu.br.
    Para ser nosso parceiro, por favor, faça seu cadastro aqui no site. No caso específico da função de Avaliador deste Periódico, é necessário ter concluído ou estar em andamento no doutorado em Educação ou áreas afins. Vamos juntos colaborar com a ampliação da circulação de conhecimento no amplo campo das Políticas Públicas e Gestão Educacional.
    Atenciosamente,
    Editores POLIGES

    Saiba mais sobre Revista de Políticas Públicas e Gestão Educacional (POLIGES) amplia prazo para submissão de Artigos.