Formação de gestores educacional em mobilização social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/poliges.v2i3.9910

Palavras-chave:

Formação, Mobilização Social, Políticas Educacionais

Resumo

Este artigo de campo, resultado de pesquisa de natureza empírica, trata de uma experiência de formação - parte de um programa em realização - de Técnicos da Secretaria de Educação de diversas localidades para atuarem como agentes de mobilização social. Tal formação está baseada no estudo e em experiências práticas que favorecem  a reflexão sobre as concepções de mobilização social e de formação de Redes Sociais como uma alternativa para que diferentes atores da sociedade possam atuar em prol de questões complexas e policausais como a Educação. A prática se dá por meio de encontros formativos e pela experiência da participação desses técnicos como integrantes e facilitadores de Redes Sociais, atuando em conjunto com diversos atores da sociedade civil. Nas Redes Sociais são desenvolvidas ações  que contribuem para a educação pública de qualidade, com a mediação de formadores. O artigo apresenta a experiência de trabalho da Comunidade Educativa CEDAC no contexto de parceria técnica no programa Parceria pela Valorização da Educação (PVE) promovido pelo Instituto Votorantim em parceria com Secretarias Municipais de Educação. Busca sistematizar algumas estratégias formativas e analisar os efeitos desse trabalho na participação social na educação e também na abertura das Gestões Educacionais para atuar em parcerias dentro da proposta de uma gestão democrática. Destaca o princípio de ação-reflexão-ação e a atuação conjunta entre técnico mobilizador e formador como aspectos chave da formação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Campos Tinoco Fattori, Comunidade Educativa CEDAC/UFABC - Brasil

Mestranda em Políticas Públicas, Universidade Federal do ABC (UFABC); Comunidade Educativa CEDAC - Brasil; Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas. Correio eletrônico: camila.fattori@comunidadeeducativa.org.br

Maria da Glória Gonçalves Teixeira, Comunidade Educativa CEDAC – Brasil

Máster en Educación, Universidad de Jaén - Barcelona, España; Comunidade Educativa CEDAC - Brasil. Correio eletrônico: gloria.teixeira@comunidadeeducativa.org.br

Maria Regina dos Passos Pereira, Comunidade Educativa CEDAC – Brasil

Doutora em Linguística Aplicada, Pontíficia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); Comunidade Educativa CEDAC e Conatus Educacional - Brasil. Correio eletrônico: maria.regina@comunidadeeducativa.org.br

Roberta Leite Panico , Comunidade Educativa CEDAC – Brasil

Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Comunidade Educativa CEDAC – Brasil. Correio eletrônico: roberta.panico@comunidadeeducativa.org.br

Referências

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Brasília: Ministério da Educação, 2017.

BRASIL. Lei Federal nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Brasília: MEC/SEF, 2014.

COMUNIDADE EDUCATIVA CEDAC. Nossos princípios. Disponível em https://comunidadeeducativa.org.br/sobre/. Acesso em 19 nov. 2021.

IMBERNÓN, Francisco. Professores sujeitos de sua formação e com identidade docente. In: Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

INOJOSA, Rose Marie. Redes de compromisso social. Rio de Janeiro, Fundação Getúlio Vargas, Revista de Administração Pública, 1999.

Libâneo, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação escolar: Políticas, Estrutura e Organização. São Paulo: Ed. Cortez, 2012.

LÜCK, Heloísa. Dimensões de gestão escolar e suas competências. Curitiba: Positivo, 2009.

PRESTES-MOTTA, F. C. Administração e participação: reflexões para a educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.29, n.2, p. 369-373, jul/dez, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ep/v29n2/a14v29n2.pdf. Acesso em 20 nov. de 2021.

PVE. Matriz de Competências. Disponível em https://pve.institutovotorantim.org.br/matriz-de-competencias/. Instituto Votorantim. Acesso em 15 nov. 2021.

REDE ARACATI BRASIL. Bernardo Toro fala aos jovens - Parte 3: Formação Política. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=3TD4ZM1DxoI. Acesso em 20 nov. 2021.

SCHLITHLER, Célia Regina Belizia. Redes de Desenvolvimento Comunitário: Iniciativas para a transformação social. Coleção Investimento Social. São Paulo: Global Editora, 2004.

TORO, Bernardo e WERNECK, Nisia Maria Duarte Furquim. Mobilização social: um modo de construir a democracia e a participação. Brasil: Unicef, 1996.

TORO, Bernardo e WERNECK, Nisia Maria Duarte Furquim. Mobilização Social: um modo de construir a democracia e a participação. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

Downloads

Publicado

2022-03-29

Como Citar

FATTORI, C. C. T. .; TEIXEIRA, M. da G. G. .; PEREIRA, M. R. dos P. .; PANICO , R. L. . Formação de gestores educacional em mobilização social. Revista de Políticas Públicas e Gestão Educacional (POLIGES), [S. l.], v. 2, n. 3, p. 104-126, 2022. DOI: 10.22481/poliges.v2i3.9910. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/poliges/article/view/9910. Acesso em: 20 maio. 2022.