FATORES ASSOCIADOS AO TRATAMENTO DE ADOLESCENTES COM TRANSTORNO DE PERSONALIDADE BORDERLINE REVISÃO INTEGRATIVA

  • Gerusa Marcondes Pimentel De Abreu Lima
  • Claudinei José Gomes Campos

Resumo

O Transtorno de Personalidade Borderline faz referência a um padrão de instabilidade nas relações interpessoais, autoimagem e afetos além da impulsividade. O Objetivo desse estudo foi identificar na literatura o papel dos genitores e seu comprometimento ao exercerem intervenções significativas diante do tratamento realizado com adolescentes, considerando também, o tratamento especializado recebidas por seus filhos. Método: revisão integrativa de literatura científica compreendidas no período de 2010 a 2015, nas fontes indexadoras, LILACS; PUBMED;MEDLINE; BIREME;IBECS; COCHRANE e a SCIELO. A pergunta norteadora para a revisão foi: quais são os fatores associados aos pais no tratamento de adolescentes com Transtorno de Personalidade Borderline e quais são as intervenções recebidas pelos filhos para o tratamento? Foi realizada a análise de conteúdo, para a emersão das categorias temáticas. Resultados: Foram considerados aptos para a apreciação 11 artigos. Evidenciou-se que devem ser incentivadas, ações que propendam a ampliar os procedimentos que apoiem a família no processo psicoterapêutico. Sugere-se que a terapia familiar possa agir de forma protetiva em torno da patologia envolvida. Conclusão: os vínculos afetivos desenvolvidos podem ser considerados fatores indispensáveis para que não aconteça o abandono ao tratamento, ou mesmo, que esse possa ser seguido de forma não interrupta.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-06-30
Como Citar
MARCONDES PIMENTEL DE ABREU LIMA, Gerusa; JOSÉ GOMES CAMPOS, Claudinei. FATORES ASSOCIADOS AO TRATAMENTO DE ADOLESCENTES COM TRANSTORNO DE PERSONALIDADE BORDERLINE REVISÃO INTEGRATIVA. Saúde.com, [S.l.], v. 14, n. 2, jun. 2018. ISSN 1809-0761. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/4123>. Acesso em: 16 out. 2018.
Seção
Artigos de revisão