O PERFIL DOS INTERNOS DE UM HOSPITAL DE CUSTÓDIA E TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO: PERSPECTIVAS DA REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL

  • Mara Cristina Ribeiro
  • Marilya Cleonice Santos de Souza
  • Eline Vieira da Silva
  • Murillo Nunes de Magalhães
  • Nailena Maika da Rocha Vieira

Resumo

Os Hospitais de Custódia e Tratamento Psiquiátrico revelam o que se pode considerar como limite da Reforma Psiquiátrica por expressarem o antagonismo de suas proposições. A pesquisa buscou conhecer o perfil dos internos de uma dessas instituições a fim de utilizar dados que auxiliem a análise do cuidado que instituições desse tipo se propõem. Estudo de abordagem quanti-qualitativa, com o uso de técnica de análise documental. O perfil da população revelou fragilidades similares aos da população de outros Hospitais de Custódia e Tratamento Psiquiátrico do Brasil. Os dados sociodemográficos expõem o contexto de vulnerabilidade em que os sujeitos da pesquisa estão inseridos, bem como a precariedade do tratamento a que estes estão submetidos. A ausência de cuidados que busquem atender às necessidades reais dos indivíduos os tem acompanhado antes e durante a internação, o que potencializa a sua exclusão social após a experiência de institucionalização, principalmente em face da ausência de ações de cuidado que garantam a sua reinserção social. Conclui-se que é preciso estender as mudanças preconizadas pela Política Nacional de Saúde Mental, garantindo que a Reforma Psiquiátrica tenha ressonância também nesses espaços de cuidado.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-09-26
Como Citar
CRISTINA RIBEIRO, Mara et al. O PERFIL DOS INTERNOS DE UM HOSPITAL DE CUSTÓDIA E TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO: PERSPECTIVAS DA REFORMA PSIQUIÁTRICA NO BRASIL. Saúde.com, [S.l.], v. 14, n. 3, set. 2018. ISSN 1809-0761. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/4290>. Acesso em: 19 dez. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/rsc.v14i3.4290.
Seção
Artigos originais