Estudo da interlíngua de surdos usuários de Língua de Sinais Brasileira na aquisição de português (L2): nominais nus e definidos genéricos (Study of the interlanguage of deafs, users of Brazilian Sign Language, in the acquisition of Brazilian Portuguese )

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/el.v8i1.1122

Palavras-chave:

Aquisição de língua, Língua de sinais brasileira, Português L2, Definido genérico, Nominal nu

Resumo

O estudo examina a interlíngua de surdos (usuários de Língua de Sinais Brasileira) aprendizes de português como segunda língua, considerando, em particular, a manifestação de definidos genéricos (no singular e no plural) e de nominais nus (no singular). A alta frequência de nominal nu no singular é analisada como transferência de L1, já que a LSB não possui artigos. Partindo-se da hipótese de que a categoria de número é interpretável no DP definido genérico, propõe-se que o desenvolvimento linguístico ocorre mediante o mapeamento de propriedades morfo(fono)lógicas do artigo definido (plural) na projeção do núcleo funcional Número.
PALAVRAS-CHAVE: Aquisição de língua. Língua de sinais brasileira. Português L2. Definido genérico. Nominal nu.

ABSTRACT
The study examines the interlanguage of deafs (users of the Brazilian Sign Language) learning Portuguese as a second language. In particular, the manifestation of bare nominals (in the singular) and definite generics (in the singular and in the plural) is taken into consideration. The high frequency of singular bare nouns is analysed as L1 transfer, given that LSB does not have (definite) articles. Assuming that number is an interpretable feature on the generic definite DP, it is proposed that the linguistic development takes place through the syntactic mapping of morpho(phono)logical properties of the (plural) definite article on the functional head Number.
KEYWORDS: Language acquisition. Brazilian Sign Language. L2 Portuguese. Definite generics. Bare noun.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloisa Maria Moreira Lima-Salles, Universidade de Brasília (UNB/Brasil)

Heloisa Maria Moreira Lima-Salles é Doutora em Linguística pela University of Wales (1997). Atualmente é professor adjunto da Universidade de Brasília. Tem experiência na área de Linguística, na abordagem da Teoria Gerativa, atuando principalmente nos seguintes temas: sintaxe de complementação, sintaxe de preposições, com ênfase em línguas românicas, germânicas, língua brasileira de sinais, aquisição de português L2, bilinguismo dos surdos. Autora de diversos trabalhos, entre eles: For-infinitives in Brazilian Portuguese and English: Similarities and contrasts in the grammatical encoding of modality. In: Anastasios Tsangalidis; Roberta Facchinetti. (Org.). Studies on English Modality: in honour of Frank Palmer. 1a. ed. Berna: Peter Lang, 2009, v. 111, p. 157-180; e, Exceptional Case Marking in Brazilian Portuguese. In: Montserrat Batllori; Maria Lluisa Hernanz; Carme Picallo; Francesc Roca. (Org.). Grammaticalization and Parametric Variation. New York: Oxford University Press, 2005, v. 1, p. 72-81.

Adriana Cristina Chan-Vianna, Universidade de Brasília (UnB/Brasil)

Adriana Cristina Chan-Vianna é Doutoranda da Universidade de Brasília. Possui graduação em Letras Tradução pela Universidade de Brasília (1986) e mestrado em Lingüística pela mesma instituição (2003). Entre os seus principais trabalhos publicados encontram-se: Estruturas de posse na aquisição de português por surdos. Papéis: Revista de Letras, v. 7, n. especial, pt. 1, jul/dez, p. 9-17. Campo Grande, MS, 2003; e Formulação de inferências e propriedades da interlíngua de surdos na aquisição de português (escrito). In: Heloisa Maria Moreira Lima Salles. (Org.). Bilingüismo dos Surdos. Questões Lingüísticas e Educacionais. Brasília: , 2007, v. , p. 97-118, em co-autoria com H. M. L. Salles e P. S. B. Salles.

Referências

ABNEY, S. The English noun phrase in its sentential aspect. Doctoral Dissertation, MIT, Cambridge, 1987.
ALEXIADOU, A.; HAEGEMAN, L.; STRAVOU, M. Noun Phrase in the generative perspective. Berlin: Mouton de Gruyter, 2007.
BERENT, The acquisition of English syntax by deaf learners. In: RITCHIE, W.; BHATIA, T. (ed.) The handbook of second language acquisition. San Diego: Academic Press, 1996. p. 469-506.
BERNSTEIN, J. The DP hypothesis: identifying clausal properties in the nominal domain. In: COLLINS, C.; BALTIN, M. (ed.). The Handbook of contemporary syntactic theory. Oxford: Blackwell, 2001.
CHAN-VIANNA, A. Aquisição de português por surdos: estruturas de posse. Dissertação (Mestrado em Linguística) - Universidade de Brasília, 2003.
CHAN-VIANNA, A. Estruturas de posse na aquisição de português por surdos. Papéis: Revista de Letras, v. 7, n. especial, pt. 1, jul/dez, p. 9-17, 2004.
CHAN-VIANNA, A. Opcionalidade no português não nativo de surdos falantes de Língua de Sinais Brasileira: o sintagma nominal. Documento de Qualificação de Tese de Doutorado, Universidade de
Brasília, 2008.
CHOSMKY, N. Knowledge of language. Its origin, nature and use. New York: Praeger, 1986
CHOSMKY, N. The minimalist program. Cambridge: MIT Press, 1995.
EPSTEIN, S.; FLYNN, S.; MARTOHARDJONO, G. Second language acquisition: theoretical and experimental issues in contemporary research. Behavioral and Brain Sciences, v. 19, n. 4, p. 677-714, 1996.
FELIPE, T. Introdução à gramática da LIBRAS. In BRASIL, Secretaria de Educação Especial. Língua Brasileira de Sinais, vol. III, Série Atualidades Pedagógicas, n. 4, p. 81-123. Brasília: SEESP, 1998.
FERREIRA BRITO, L. Por uma gramática de línguas de sinais. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro/UFRJ, 1995.
HEIM, I. The Semantics of Definite and Indefinite Noun Phrases. Massachusetts. PhD Dissertation. Amherst, GLSA, University of Massachusetts, 1982.
KLEIN, E.; MARTOHARDJONO, G. Investigation second language grammars: some conceptual and methodological issues in generative SLA research. In: KLEIN, E.; MARTOHARDJONO, G. (ed.). The
development of second language grammars: a generative approach. Amsterdam: John Benjamins, 1999. p. 3-34.
KRIFKA, M.; PELLETIER, F. J.; CARLSON, G.; TER MEULEN, A.; CHIERCHIA, G.; LINK, G. Genericity: an Introduction. In. Carlson, G.; Pelletier , F. J. (ed). The generic book. Chicago: Chicago University Press, 1995. p. 1-124.
LENNEBERG, E. H. Biological Foundations of Language. New York: Wiley, 1967.
LONGOBARDI, G. Reference and proper names. Linguistic Inquiry, n. 25, p. 609-65, 1994.
LOPES, R.; QUADROS, R. Traços semânticos na aquisição da linguagem: há efeitos de modalidade de línguas?. Revista da ABRALIN, v. 4, n.1-2, p. 75-108, 2005.
MULLER, A. L. A expressão da genericidade nas línguas naturais. In: Muller, A. L.; Negrão, E. V.; Foltran, M-J. Semântica formal. São Paulo: Contexto, 2003. p. 153-172.
NEIDLE, C.; J. KEGL; D. MACLAUGHLIN; B. BAHAN; R. LEE. The syntax of American Sign Language. Functional categories and hierarchical structures. Cambridge: MIT Press, 2000.
ODUM, E. P. Ecologia. Rio de Janeiro: Discos CBS, 1985.
QUADROS, R. Phrase structure in Brazilian Sign Language. Tese (Doutorado em Linguística) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1999.
QUADROS, R.; KARNOPP, L. Língua de Sinais Brasileira: estudos lingüísticos. Porto Alegre: Artmed, 2004.
SANTOS, D. Estudos de língua de sinais: um contexto para a análise da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Tese (Doutorado em Linguística) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro,
2001.
SCHWARTZ, B. The second language instinct. Lingua, n. 106, p. 133-160, 1998.
SCHMITT, C.; MUNN, A. Against the Nominal Mapping Hypothesis: Bare Nouns in Brazilian Portuguese. Proceedings of NELS, v. 29, p. 1-15, 1999.
SMITH, N. V.; TSIMPLI, I. M. The Mind of a Savant: Language Learning and Modularity. Oxford: Blackwell,1995.
SORACE, A. Initial states, end-states, and residual optionality in L2 acquisition. Proceedings of the 23rd Boston University Conference on Language Development. Sommerville, MA: Cascadilla Press, 1999. p. 1-21.
SORACE, A. Near-nativeness. In: DOUGHTY, C.; LONG, M. (ed.) Handbook of Second Language Acquisition. Oxford: Blackwell, 2003. p. 130-152.
TSIMPLI, I.-M. (2004). Features in L1 and L2 acquisition: evidence from Greek clitics and determiners. In: H. Hendricks (ed.) Analyse comparative des processus d'acquisition en L1 et L2, Special Issue of AILE (Acquisition et Interaction en Langue Étrangère), v. 20, p. 87-128, 2004.
TSIMPLI, I. M.; ROUSSOU, A. Parameter-Resetting in L2. UCL Working Papers in Linguistics, n. 3, p. 149-69, 1999.
TSIMPLI, I.-M.; STAVRAKAKI, S. The effects of a morphosyntatic deficit in the determiner system: the case of a Greek SLI child. Língua n. 108, p. 31-85, 1999.
WHITE, L. Second language acquisition and universal grammar. Studies in Second Language Acquisition, v. 12, p. 121-33, 1989.
WHITE, L. Second Language Acquisition and Universal Grammar. Cambridge: Cambridge University Press, 2003.

Downloads

Publicado

2010-06-30

Como Citar

LIMA-SALLES, H. M. M.; CHAN-VIANNA, A. C. Estudo da interlíngua de surdos usuários de Língua de Sinais Brasileira na aquisição de português (L2): nominais nus e definidos genéricos (Study of the interlanguage of deafs, users of Brazilian Sign Language, in the acquisition of Brazilian Portuguese ). Estudos da Língua(gem), [S. l.], v. 8, n. 1, p. 241-264, 2010. DOI: 10.22481/el.v8i1.1122. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1122. Acesso em: 17 set. 2021.