Hiperdia em uma abordagem interdisciplinar e sua contribuição para o processo de formação do trabalhador de saúde: um relato de experiência

Autores

  • Fernanda Ayalla dos Santos Silva Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Luciane Cristina Feltrin Oliveira Universidade Estadual de Feira de Santana

DOI:

https://doi.org/10.22481/rsc.v19i2.11644

Palavras-chave:

doenças crônicas por hipertensão e diabetes, sistema único de saúde, multiprofissionalidade, interdisciplinaridade.

Resumo

Este estudo objetiva relatar a vivência frente aos atendimentos de HIPERDIA realizados em uma Unidade de Saúde da Família de forma interdisciplinar e sua contribuição para o processo de formação de trabalhadores de saúde por meio da residência multiprofissional em saúde da família da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Trata-se de um estudo descritivo qualitativo, do tipo relato de experiência, sobre as atividades vivenciadas na Residência Multiprofissional em Saúde da Família (RMSF). Dos 18 pacientes atendidos, observou-se que 58% destes, obtiveram melhorias, bem como um melhor entendimento em relação a sua condição de saúde e os cuidados para além da adesão ao tratamento farmacológico. Assim, atendimentos realizados de forma interdisciplinar aos pacientes do programa, não só contribuiu de forma positiva para a formação do trabalhador em saúde, permitindo a troca de sabres entre profissionais, bem como garantiu a integralidade da atenção aos pacientes. Desta forma, diante da necessidade de que estes pacientes têm quanto a garantia do cuidado em saúde na atenção primária, e da fragilidade que ainda existe nas graduações quanto a atuação interdisciplinar, a Residência Multiprofissional em Saúde da Família, é de grande importância para a formação do trabalhador em saúde, e principalmente para o fortalecimento do SUS.  

Palavras chaves: doenças crônicas por hipertensão e diabetes, sistema único de saúde multiprofissionalidade, interdisciplinaridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Sociedade Brasileira de Cardiologia; 2020 Disponível em: < https://abccardiol.org/wp-content/uploads/articles_xml/0066-782X-abc-116-03-0516/0066-782X-abc-116-03-0516.x44344.pdf>. Acesso em 11 de maio de 2021.

Sociedade Brasileira de Diabetes. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/DIRETRIZES-COMPLETA-2019-2020.pdf. Acesso em 11 de maio de 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. PORTARIA Nº 235, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2001. Brasília, 2001. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2001/prt0235_20_02_2001.html. Acesso em 07 de Jun. de 2021.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: Cadernos de Atenção Básica, n. 35. Published online 2014. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_doenca_cronica_cab35.pdf. Acesso em 12 de Jul. de 2021.

CONASEMS Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. Guia Orientador para o enfrenta- mento da pandemia Covid-19 na Rede de Atenção à

Saúde. Disponível em: https://www.conasems.org.br/wp-content/uploads/2020/05/Instrumento-Orientador-Conass-Conasems VERS%C3%83O-FINAL-3.pdf. Acesso em 11 de maio de 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. PORTARIA Nº 235, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2001. Brasília, 2001. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2001/prt0235_20_02_2001.html. Acesso em 07 de Jun. de 2021.

França, D.J.R.de, Nunes, J.T. & Fernandes, M.N.de F. As contribuições do cuidado ao idoso no programa de HIPERDIA, para a formação profissional. Revista Kairós Gerontologia, São Paulo (SP), 17(2), pp.315-327, 2014. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/21750/16024. Acesso em: 30 de maio de 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. HumanizaSUS: política nacional de humanização: a humanização como eixo norteador das práticas de atenção e gestão em todas as instâncias do SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS). Brasília: Ministério da Saúde, 2004. 20p. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/clinica_ampliada_compartilhada.pdf Acesso em: 03 de mar. 2022.

SANTOS, Dilma Ferreira dos; SANTOS, Stifanny Brenda Alves dos; LEMOS, Larissa Morgan Andrade. Avaliação da Adesão ao Tratamento Farmacológico de Doenças Crônicas e Fatores Associados em Indivíduos Residentes na Zona Rural do Município de Poções-Bahia. Resvista Multidisciplinar e Psicologia, S.L, v. 11, n. 38, p. 469-479, 03 nov. 2017. Disponível em: file:///C:/Users/ayall/Downloads/913-2991-1-PB.pdf. Acesso em: 31 jan. 2021.

UNA-SUS UNIFESP, 2015. Elisabeth Niglio de Figueiredo. A Estratégia Saúde da Família na Atenção Básica do SUS. Disponível em: < https://www.unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual/esf/2/unidades_conteudos/unidade05/unidade05.pdf. Acesso em 10 de junho de 2021.

ARRUDA, Gisele Maria Melo Soares et al. O desenvolvimento da colaboração interprofissional em diferentes contextos de residência multiprofissional em Saúde da Família. Interface, Botucatu - Sp, v. 22, n. 23, p. 1309-1323, 12 abr. 2017. Disponível em: scielo.br/j/icse/a/zPzhcPPr9Ghym9yzjvZQLvk/abstract/?lang=pt. Acesso em: 07 jan. 2022.

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Formação Farmacêutica no Brasil, 2019. Disponível em: https://www.cff.org.br/userfiles/livro_caef21maio2019.pdf. Acesso em: 26 jan 2022.

SILVA, Maria Edineide da; TORRES, Vivian Mariano. A importância do farmacêutico presente na estratégia saúde da família (ESF). Revista Brasileira de Educação e Saúde, S.L, v. 4, n. 9, p. 27-33, 01 out. 219. Disponível em: file:///C:/Users/ayall/Downloads/6582-Texto%20do%20artigo-35224-1-10-20191024.pdf. Acesso em: 26 jan. 2022.

RUBERT, Cíntia; SPEROTTO, Rita Leal. NECESSIDADE DO PROFISSIONAL FARMACÊUTICO NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: uma revisão de literatura. Revista Interdisciplinar de Ensino, Pesquisa e Extensão, [S.L.], v. 9, n. 1, p. 476-484, 16 dez. 2021. Fundacao Universidade de Cruz Alta. http://dx.doi.org/10.33053/revint.v9i1.670. Disponível em: https://revistaeletronica.unicruz.edu.br/index.php/revint/article/view/670. Acesso em: 27 jan. 2022.

TOAS, Ramona Fernanda Ceriotti (org.). Interprofissionalidade e formação na saúde: onde estamos? 6. ed. Porto Alegre - Rs: Rede Unida, 2017. 102 p. Disponível em: http://historico.redeunida.org.br/editora/biblioteca-digital/serie-vivencias-em-educacao-na-saude/vol-06-interprofissionalidade-e-formacao-na-saude-pdf. Acesso em: 16 jan. 2022.

NASCIMENTO, Débora Dupas Gonçalves do; OLIVEIRA, Maria Amélia de Campos. Competências Profissionais e o Processo de Formação na Residência Multiprofissional em Saúde da Família. Saude e Sociedade, São Paulo - Sp, v. 19, n. 4, p. 814-827, 10 abr. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sausoc/a/mCRtDzTkXpWYfmy3WwPv6PL/?lang=pt. Acesso em: 10 jan. 2021.

MAROJA, Maria Clara Santana; ALMEIDA JÚNIOR, José Jailson de; NORONHA, Claudianny Amorim. Os desafios da formação problematizadora para profissionais de saúde em um programa de residência multiprofissional. Interface, Botucatu - Sp, v. 24, n. 2020, p. 1-11, 14 nov. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/4b6HRp4F5sMsSGqc3wSdZhz/?lang=pt. Acesso em: 10 jan. 2022.

KNUTH, Alan Goularte; AREJANO, Ceres Braga; MARTINS, Sibele da Rocha. Trajetórias de composição do Sistema Único de Saúde pelas Residências Multiprofissionais em Saúde. 2. ed. Rio Grande: Furg, 2017. Disponível em: https://propesp.furg.br/images/noticias/ALANJUNTO.pdf. Acesso em: 10 jan. 2022.

BERNARDO, Mariana da Silva; FABRIZZIO, Greici Capellari; SOUZA, Marina Leite; SANTOS, Thiago Oliveira dos; ANDRADE, Selma Regina de. Training and work process in Multiprofessional Residency in Health as innovative strategy. Revista Brasileira de Enfermagem, [S.L.], v. 73, n. 6, p. 1-5, fev.

Downloads

Publicado

2023-08-25

Como Citar

dos Santos Silva, F. A., & Feltrin de Oliveira, L. C. . (2023). Hiperdia em uma abordagem interdisciplinar e sua contribuição para o processo de formação do trabalhador de saúde: um relato de experiência. Revista Saúde.Com, 19(2). https://doi.org/10.22481/rsc.v19i2.11644

Edição

Seção

Relato de experiência