Distúrbio musculoesquelético em estagiários de fisioterapia da UESB

Autores

  • Marta Rodrigues Barreto Neta Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)

Palavras-chave:

Sistema musculoesquelético, Dor, Fisioterapia

Resumo

O objetivo desse estudo foi verificar distúrbios musculoesqueléticos apresentados na forma álgica em graduandos do Estágio Supervisionado I e II, do curso de Fisioterapia, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, campus Jequié. O estudo de caráter descritivo, transversal e quantitativa, com amostra composta por 35 estagiários do curso de fisioterapia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Os dados foram obtidos através dos questionários sócio demográfico, Nórdico e Mc Gill. Dos participantes 20% correspondiam ao sexo masculino e 80% ao sexo feminino, com faixa etária entre 20 a 29 anos (23 ±2). As regiões mais acometidas pelo distúrbio musculoesquelético no período atual, 7 dias e 12 meses foram: a parte inferior das costas (40%), o ombro (28,6%), pescoço e parte superior das costas (25,7%). Em relação à classificação da dor, os estagiários descreveram como: cansativa (60%); fina (40%); pontada e fisgada (34%). Este estudo permitiu concluir que os graduandos de Fisioterapia apresentam queixa álgica musculoesquelética elevada, antes mesmo de inserir no mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-05-27

Como Citar

Barreto Neta, M. R. (2015). Distúrbio musculoesquelético em estagiários de fisioterapia da UESB. Revista Saúde.Com, 11(1), 39-47. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/342

Edição

Seção

Artigos originais