Insegurança alimentar de famílias residentes numa comunidade de zona rural de Vitória da Conquista - BA

Autores

  • Líllian de Almeida Sousa Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Danielle Souto de Medeiro Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Gislane Pereira Lima Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Lucas Marques Santos Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Palavras-chave:

Corresidência, idoso, análise cognitiva, redes semânticas

Resumo

Este estudo estimou a prevalência da Insegurança Alimentar (IA) nas famílias residentes na comunidade Riachinho II, zona rural do município de Vitória da Conquista, BA. Foi realizado um estudo seccional, tipo censo, em junho de 2014, com duração de 7 dias. Foram estudadas características do domicílio e socioeconômicas através de um questionário adaptado a partir da Pesquisa Nacional de Saúde e a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar. As variáveis foram descritas através da frequência e intervalo de confiança 95%. A prevalência de IA foi estimada em seus diversos níveis e foi realizada análise bivariada com as variáveis do estudo. O teste qui-quadrado foi utilizado para verificar a associação com o desfecho. IA esteve presente em 65,9% das famílias, 12,2% em estado grave. Observou-se que as variáveis tipo de piso, participação em programas assistenciais do governo e nível econômico apresentaram associação estatística significativa com IA. Conclui-se que o direito humano à alimentação adequada não está sendo garantido na comunidade estudada, pois as famílias têm preocupação com a obtenção de alimentos, com a restrição e/ou deficiência quantitativa do alimento, e, até mesmo, com a fome, presente em uma parcela importante dos domicílios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Como Citar

Sousa, L. de A., de Medeiro, D. S., Lima, G. P., & Santos, L. M. (2016). Insegurança alimentar de famílias residentes numa comunidade de zona rural de Vitória da Conquista - BA. Revista Saúde.Com, 12(1), 444-453. Recuperado de https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/390

Edição

Seção

Artigos originais