INTERVENÇÃO EDUCATIVA EM SAÚDE A RESPEITO DO TÉTANO NEONATAL E COTO UMBILICAL

Autores

  • Sara Lorena Pires do Amaral
  • Iago Prina Elaine da Silva Prina
  • Alessandra Santos Sales

DOI:

https://doi.org/10.22481/rsc.v16i3.5387

Palavras-chave:

tétano neonatal, recém-nascido, educação em saúde

Resumo

O presente estudo classifica-se como qualitativo exploratório e descritivo na modalidade de relato de experiência, trazendo a importância da educação em saúde como forma de promover o conhecimento sobre higienização do coto umbilical. Neste contexto, objetivou-se relatar a experiência da ação educativa em saúde a respeito do tétano neonatal, assim como se propôs, a um olhar crítico-reflexivo sobre a probabilidade de uma diminuição nos números de óbitos neonatais, levando em consideração o conhecimento materno, as crenças e os valores de cada geração através de uma experiência em ação educativa em saúde. Foi realizada uma oficina na cidade de Jequié, com a presença de 20 mulheres no Salão Pastoral Catedral de Santo Antônio, que atende a população da cidade, como atividade programada do projeto de extensão intitulado “Programada Educativo de Saúde Coto Umbilical", vinculado à Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), projeto que acolhe como voluntários graduandos do curso de Enfermagem da Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC). Durante a oficina falamos com uma linguagem clara, objetiva e dialética sobre qual seria a maneira correta de realizar a limpeza asséptica do coto umbilical, levando em consideração tudo que foi relatado pelas participantes, seus medos, percepções e métodos de limpeza do coto anteriormente citados por elas. Depois de uma breve introdução entregamos cartilhas educativas e folders ilustrativos para que fosse feita a exposição através do recurso audiovisual sobre qual tipo de limpeza do coto seria a correta favorecendo o processo de cicatrização, abrangendo ainda quais os tipos de banho e as formas de prevenção do TNN. Por fim, vale ressaltar que o recém-nascido e a puérpera necessitam não somenteos familiares, mas de toda a equipe dos profissionais de saúde uma atenção significativa de cuidado que os favoreça uma qualidade de vida ideal. Devendo para tanto, os profissionais envolvidos no cuidado ao recém-nascido, levarem em consideração os recursos utilizados na prática de cuidado ao coto que envolve as crendices, ritos e mitos, no sentido de atentarem para os riscos que as práticas populares podem causar à saúde e, a partir desse reconhecimento promover um cuidado essencial, ideal e necessário para o bebê.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-02-08

Como Citar

Pires do Amaral, S. L., Prina, I., & Sales, A. S. (2021). INTERVENÇÃO EDUCATIVA EM SAÚDE A RESPEITO DO TÉTANO NEONATAL E COTO UMBILICAL. Revista Saúde.Com, 16(3). https://doi.org/10.22481/rsc.v16i3.5387

Edição

Seção

Relato de experiência