Texto/excerto: re(con)textualização em manuais escolares de português (Text/excerpts: re(con)textualization in the portuguese textbooks)

  • Teresa Mendes Castro Universidade do Minho (UMinho/Portugal)

Resumo

Nesta investigação, analisaremos textos de manuais de Português, a fim de encontrar as estratégias discursivas utilizadas na seleção e organização dos excertos presentes nos manuais. Entendendo o texto como uma unidade configuracional, interessa-nos a organização textual dos excertos para perceber se os nexos coesivos que conferem unidade e autonomia ao texto são “quebrados” no excerto. Daremos especial relevo aos processos de recontextualização e retextualização que tornam possível ao leitor a apreensão do(s) sentido(s) do excerto, uma vez que entendemos os textos/discursos como um todo semântico-pragmático.
PALAVRAS-CHAVE: Texto. Excerto. Recontextualização. Retextualização.


ABSTRACT
In this investigation, we will analyze texts from Portuguese textbooks, in order to find the discourse strategies used whilst selecting and organizing the excerpts one can find in textbooks. Admitting the text/discourse as a configurational unit, we will look into the textual organization of the excerpts so as to understand if the cohesive links that give unit and autonomy to the text are ‘broken’ in the excerpt. Special relevance will be given to the recontextualization and retextualization that allow the reader to grasp the meaning(s) of the excerpt, because we consider the texts/ discourses as semantic-pragmatic units.
KEYWORDS: Text. Excerpt. Recontextualization. Retextualization.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Teresa da Conceição Mendes de Castro é mestre em Linguística pela Universidade do Minho. É doutoranda em Estudos da Criança, Especialidade Estudos da Língua Portuguesa. É membro do Centro de Investigação em Estudos da Criança. É professora do 1.o Ciclo do Ensino Básico. Foi formadora do PNEP (Programa Nacional de Ensino do Português). Foi colaboradora em aulas de licenciatura na Universidade do Minho. Foi membro da Comissão de Avaliação e Certificação de Manuais de Português do 1.o Ciclo. É autora de artigos publicados em revistas especializadas. Nos últimos anos tem desenvolvido investigação na área da Análise do Discurso, mais precisamente na análise de textos presentes em manuais escolares de Português.

Referências

ADAM, J.-M. Les textes: types et prototypes. Liège: Mardaga, 1992.
APPLE, M. Manuais escolares e trabalho docente: uma economia política de relações de classe e de género na educação. Lisboa: Plátano, 2002.
BRITO A. P. A Problemática da adopção dos manuais escolares: critérios e reflexões. In: CASTRO, R. V. et al. (Org.). Manuais escolares: estatuto, funções, história. Braga: Centro de Estudos em Educação e Psicologia – Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho, 1999. p. 139-148.
COUTINHO, M. A. De que falamos quando falamos de textos. In: MATEUS, M. H. M.; CORREIA, C. N. (Org.). Saberes no tempo: homenagem a Maria Henriqueta Costa Campos. Lisboa: Colibri, 2002. p. 265- 270.
FONSECA, J. Algumas propostas de trabalho para a aula de língua materna. In: FONSECA, J. Linguística e texto/discurso: teoria, descrição, aplicação. Lisboa: Ministério da Educação – ICALP/Nice: Universidade de Nice, 1992. p. 227-234. Edição original: 1987. HALLIDAY, M.; HASAN, R. Cohesion in english. London: Longman, 1990. Edição orignal: 1976.
KERBRAT-ORECCHIONI, C. Os atos de linguagem no discurso: teoria e funcionamento. Rio de Janeiro: Uff, 2005.
MORGADO, J. C. Manuais escolares: contributo para uma análise. Porto: Porto, 2004.
PEÑALVER-VICEA, M. I. P. Les titres de films: une approche pragmatique. In: SIMPÓSIO Internacional de Análise del Discurso, I, 2001. Madri. Lengua, Discurso, Texto. Madrid: Universidad Complutense de Madrid/Paris: Université Paris XIII, 2001.
PEREIRA, L. A. Escrever com as crianças: como fazer bons leitores e escritores. Porto: Porto, 2008.
PEREIRA, C. et al. Pasta mágica: língua portuguesa 4o ano. Porto: Areal, 2006.
ROCHA, A. et al. Amiguinhos: língua portuguesa 4o ano. Lisboa: Texto, 2006.
RAMOS, R. O discurso do ambiente na imprensa e na escola: uma abordagem linguística. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkiam, 2009.
SILVA, C. V.; MONTEIRO, M. L. Júnior: língua portuguesa 4o ano. Lisboa: Texto, 2006.
SILVA, R. L. T. C. C. Estudos linguísticos dos títulos de imprensa em Portugal: a linguagem metafórica. Aveiro. 1999. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade de Aveiro, Aveiro, 1999.
SOUSA, M. E. S. A Formação de leitores: o contributo do manual escolar: um olhar através de um manual de língua portuguesa do 1o C.E.B. In: CASTRO, R. V. et al. (Org.). Manuais escolares: estatuto, funções, história. Braga: Centro de Estudos em Educação e Psicologia – Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho, 1999a. p. 507-513.
SOUSA, M. L. D. Níveis de estruturação e dimensões de transmissão dos livros de Português. In: CASTRO, R. V. et al. (Org.). Manuais escolares: estatuto, funções, história. Braga: Centro de Estudos em Educação e Psicologia – Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho, 1999b. p. 495-505.
VAN DIJK, T. A. Análise crítica do discurso multidisciplinar: um apelo à diversidade. In: VAN DIJK, T. A. Discurso, notícia e ideologia: estudos na análise crítica do discurso. Porto: Campo das Letras/Universidade do Minho, 2005. p. 35-59. Edição original: 2001.
VIGNER, G. Une unité discursive restreinte: le titre. Le français dans le Monde. Paris, n. 156, p. 30-60, oct. 1980.
Publicado
2011-06-01
Como Citar
CASTRO, Teresa Mendes. Texto/excerto: re(con)textualização em manuais escolares de português (Text/excerpts: re(con)textualization in the portuguese textbooks). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 9, n. 1, p. 165-189, jun. 2011. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/1146>. Acesso em: 22 set. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/el.v9i1.1146.