Linguagem e mudança social na perspectiva da Análise Crítica do Discurso: a extensão universitária enquanto espaço de diálogo e (re)significação de saberes (Language and social change …)

Resumo

Este artigo apresenta algumas reflexões acerca da extensão universitária como espaço dialógico de construção de conhecimentos e contextualiza a universidade enquanto espaço de mudança das práticas sociais. Apresenta a extensão universitária como potência para práticas dialógicas de aprendizagem e forma de inspirar novas possibilidades para mudança e transformação social. Busca explicitar a linguagem pela perspectiva multidimensional e dialética do discurso, tendo por base a teoria da análise Crítica de Discurso (ACD), de Fairclough (2001).Também traz a concepção freireana, para o qual diálogo é um princípio educativo emancipador que promove no pensar crítico, na ação-reflexão, a mudança e transformação de mundo.
PALAVRAS-CHAVE: Discurso. Universidade. Práticas dialógicas. Mudança social.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Antonio Escandiel de Souza é doutor em Linguística Aplicada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e mestre em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). É professor do Programa de Pós-Graduação em Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social, da Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ). Atua na linha de pesquisa Linguagem, comunicação e sociedade. Publicou resultados de pesquisas em linguística teórica e aplicada em diferentes periódicos indexados.

##submission.authorWithAffiliation##

Aline Aparecida Cezar Costa é Mestre em Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social, pela Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ). É Coordenadora de Extensão da mesma universidade. É Editora da revista CATAVENTOS. Tem experiência nos seguintes temas: extensão universitária e formação de professores.

Referências

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo: Editora Brasiliense, 2003.
ECCO, Idanir. Ensino formal: inquietações e reflexões. Cadernos do Mestrado em Educação – Educação em construção. Passo Fundo, Universidade de Passo Fundo, ano 2, n.5, p. 65-75, julho/dezembro 2003.
FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e mudança social. Izabel Magalhães, coordenadora da tradução, revisão técnica e prefácio. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001.
FERREIRA, Liliana Soares. Educação e história. 2.ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2001.
FIORIN, José Luiz. Introdução ao pensamento de Bakhtin. São Paulo: Ática Editora, 2006.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 24.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1987.
LORENZONI, Analise de Lima. A escola como espaço para o Desenvolvimento da Autonomia. In: FERREIRA, Liliana Soares; BONETI, Lindomar Wessler (orgs). Educação & Cidadania. Ijuí: Editora Unijuí, 1999, p. 33-49.
SACRISTÁN, J. Gimeno; GÓMEZ. Compreender e transformar o ensino. Tradução Ernani F. da Fonseca Rosa. 4.ed. Porto Alegre: Editora Artmed, 1998.
SÍVERES, Luiz. Universidade: Torre ou sino? Brasília: Editora Universa, 2006.
SÍVERES, Luiz; MENEZES, Ana Luiza Teixeira de. A mística da extensão nas fronteiras da sociedade. In: _____.(Org.). Transcendendo fronteiras: a contribuição da extensão das instituições comunitárias de ensino superior (ICES). Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2011, p. 253-269.
Publicado
2017-12-31
Como Citar
SOUZA, Antonio Escandiel; COSTA, Aline Aparecida Cezar. Linguagem e mudança social na perspectiva da Análise Crítica do Discurso: a extensão universitária enquanto espaço de diálogo e (re)significação de saberes (Language and social change …). Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 15, n. 2, p. 119-129, dez. 2017. ISSN 1982-0534. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/estudosdalinguagem/article/view/3547>. Acesso em: 14 nov. 2019. doi: https://doi.org/10.22481/el.v15i2.3547.