ANÁLISE PRELIMINAR DAS POTENCIALIDADES AMBIENTAIS DA SERRA DAS ARARAS EM ITUAÇU – BAHIA, BRASIL, COM VISTA A IMPLANTAÇÃO DE UMA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO

  • Jamile Oliveira Pinto UESB
  • Artur José Pires Veiga Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Resumo

As análises das potencialidades ambientais da Serra das Araras, fundamenta-se nos princípios de sustentabilidade ambiental, em conformidade com os teóricos Meadows et al (1972), Costa (2002), Kinker (2002), Bensusan (2006). Foram realizadas pesquisas in loco, de laboratório, aplicação de questionários, entrevista, dados de sensores remotos e uso de geoprocessamento. Na pesquisa foram catalogadas diversas cavernas, com destaque para Lapa do Icó e do Bode, dois sítios arqueológicos com pinturas rupestres. A região compõe uma rede de drenagem, uma rica biodiversidade, com espécie endêmica nomeada de “Jabutiçá”. A Serra das Araras deve ser preservada para as atuais e futuras gerações, com a criação de uma Unidade de Conservação, sobretudo pelo valor ambiental e cultural.

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Graduação em Geografia Pela Uesb

Referências

AB'SABER, AZIZ NACIB. Os domínios de Natureza no Brasil: potencialidades paisagísticas. São Paulo. Ateliê Editorial, 2003.
BENSUSAN, Nurit, Conservação da Biodiversidade em Áreas Protegidas. Rio de Janeiro: FGV, 2006.
BRASIL. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Lei Nº 9.985, de 18 de Julho de 2000. Disponível em: . Acesso em 06/10/2014.
______. MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA- MME. Projeto Cadastro de Fontes de Abastecimento por água subterrânea: Diagnóstico do município de Ituaçu. Outubro/2005. Disponível em: . Acesso em: 9/03/2015.
______. Secretaria - Geral. RADAMBRASIL. Folha SD. 24 Salvador, geologia, geomorfologia, pedologia, vegetação e uso potencial da terra. Rio de Janeiro: MME, 1981.
______. MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE – MMA. Caatinga. Disponível em: . Acesso em 23/09/2015.
______.______. Roteiro metodológico de planejamento: Parque Nacional, Reserva Biológica, Estação Ecológica. 2011. Disponível em: .Acesso em 01/09/2014.
______. SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL - CPRM. Diagnóstico do Município de Ituaçu. Outubro/2005. Disponível em: Acesso em 13/04/2015
BRESSAN, Tatiana Vieira et al. Ecoturismo. In: Cadernos de Educação Ambiental. São Paulo, 2010. Disponível em:. Acesso em 13/04/2015.
COSTA, Patrícia Côrtes. Unidades de Conservação: Matéria-Prima do Ecoturismo. São Paulo: Aleph, 2002.
DELPHIM, C.F. de M. O Patrimônio Natural no Brasil. IPHAN: Rio de Janeiro, 2004.
EMBRAPA. Seriema. Disponível em: Acesso em 07/10/2015.
INÁCIO et al. Levantamento espeleológico da sinclinal cárstica de Ituaçu, Bahia. Monografia (Graduação em Licenciatura de Geografia pela UNEB - Prolin Ituaçu). Caetité– BA: Universidade do Estado da Bahia – UNEB, 2014.
KINKER, Sônia. Ecoturismo e conservação da natureza em parques nacionais. Campinas, SP: Papirus, 2002.
MAGALHÃES, Lígia Pinho. As pinturas rupestres da Fazenda Moendas e da Lapa do Bode em Ituaçu – Bahia. Ciclos Históricos, 2009. UESC. Disponível em: Acesso em 30/08/2012.
MEADOW S, et al. Limites do Crescimento. Tradução de Inês M. F. Litto. São Paulo: Perspectiva, 1972.
MIRANDA, Marcos Paulo de Souza. Mineração em Áreas de Ocorrência de Patrimônio Espeleológico (2012). Disponível em: Acesso em 13/04/2015.
OLIVEIRA, Andréa. Abelhas sem Ferrão – Mandaçaia (Melipona Mandacaia). In: CENTRO DE PRODUÇÕES TÉCNICAS – CPT. 2015. Disponível em: Acesso em 24/09/2015.
SIRKIS, Alfredo et al. Meio ambiente no século 21. 2. ed. Rio de Janeiro: Sextante, 2003.
SEI. Atributos Climáticos da Bahia, 1998. Disponível em: Acesso em 21/05/2015.
UNITED STATES GEOLOGICAL SURVEY – USGS. SRTM: Imagem de modelo digital de elevação. Grid de 30 metros. GEOTIFF. Disponível em . Acessado em 31/03/2015.
______. Imagem do satélite LANDSAT 8. METI/NASA, 2013. 4 Cenas. Canais 4, 5, 6. Resolução espacial de 30 metros. GEOTIFF. Disponível em Disponível em . Acessado em 31/03/2015.
Publicado
2018-06-02
Como Citar
PINTO, Jamile Oliveira; VEIGA, Artur José Pires. ANÁLISE PRELIMINAR DAS POTENCIALIDADES AMBIENTAIS DA SERRA DAS ARARAS EM ITUAÇU – BAHIA, BRASIL, COM VISTA A IMPLANTAÇÃO DE UMA UNIDADE DE CONSERVAÇÃO. Geopauta, [S.l.], v. 2, n. 1, p. 58-78, jun. 2018. ISSN 2594-5033. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/geo/article/view/2047>. Acesso em: 17 ago. 2018. doi: https://doi.org/10.22481/rg.v2i1.2047.
Seção
Artigos