Sobre a Revista

Foco e Escopo

A Revista Extensão & Cidadania é o periódico da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PROEX), da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), e tem como objetivo publicar textos originais e inéditos advindos de Projetos de Extensão ou de Pesquisa vinculados às ações extensionistas que sejam ofertadas por uma Universidade, Centro Universitário ou Faculdade, pública ou privada. 

Missão

Divulgar saberes e reflexões advindos da práxis da extensão universitária e sua interface com o ensino e pesquisa.

A Revista

A Revista Extensão & Cidadania é da área interdisciplinar, com periodicidade semestral, em versão on-line, de fluxo contínuo, da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (PROEX), da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), lançada em 2013. Docentes, discentes, técnicos-administrativos de Instituições de Ensino Superior nacionais e internacionais que estejam ligadas às ações extensionistas estão convidados a submeter seus manuscritos (artigos, relatos de experiências, entrevistas, resenhas entre outros materiais), com ênfase nos eixos temáticos da extensão: Comunicação; Cultura; Direitos Humanos e Justiça; Educação; Meio Ambiente; Saúde; Tecnologia e Produção; Trabalho.

As submissões podem ser realizadas de forma contínua. O conteúdo dos manuscritos é de responsabilidade exclusiva dos(as) autores(as), devem ser originais e inéditos e não podem estar sendo avaliados por outro periódico científico ou meio de publicação, seja impresso ou eletrônico.

Não são cobradas taxas de submissão, avaliação ou publicação de manuscritos. A Revista é indexada em DIADORIM, tendo ISSN 2319-0566 e DOI https://doi.org/10.22481/recuesb

Processo de Avaliação Duplo-cega pelos Pares

Inicialmente, o manuscrito passa por uma apreciação preliminar  (desk review) realizada pela equipe editorial para verificar se a submissão atende às normas  da Revista e se enquadra nas ações advindas de Projetos de Extensão ofertadas por uma Universidade, Centro Universitário ou Faculdade e se os metadados   foram devidamente alimentados no portal, quando da submissão do manuscrito. Ademais, são verificadas as adequações ao escopo da Revista, quanto: normas técnicas da Revista; número de autores, quantidade de páginas, de palavras no resumo, de palavras-chave, atualização das referências, dados sobre cada autor (nome completo, titulação, instituição de atuação profissional (cidade/estado/país), endereço eletrônico, Orcid e observância das normas da ABNT.

Caso o manuscrito não atenda às normas técnicas da Revista, será enviado para o(s) autor(es)  uma notificação comunicando a avaliação dos editores, podendo ser a solicitação de correção, com devolução de 5 dias, ou informação de que o manuscrito não atende ao Foco e Escopo da Revista.

O manuscrito, que atende aos requisitos de publicação da Revista observados no desk review, é encaminhado para, no mínimo, dois avaliadores (peer-review) ad hoc, colaboradores da Revista, indicados a partir da especialidade e afinidade em relação ao conteúdo temático, no processo duplo-cega, por pares (peer-review).

A revisão por pares é realizada mediante avaliação de forma anônima (double blind review) por, no mínimo, dois avaliadores nas diferentes áreas temáticas como: Saúde; Cultura e Artes; Educação; Direitos Humanos e Justiça; Psicologia; Tecnologia e Produção; Geociências; Biologia; Agronomia; Gênero e Sexualidade; Meio Ambiente; Comunicação; Desenvolvimento Social; Trabalho; Políticas Públicas; Meio Ambiente e Sustentabilidade, entre outras. A identificação dos(as) autores(as) e avaliadores permanecerá confidencial durante todo o processo. A Revista publica anualmente os nomes dos avaliadores ad hoc.

Os critérios gerais para publicação são: temas provenientes de ações extensionistas, relevância, originalidade, domínio sobre o tema proposto, conteúdo objetivo e bem definido, qualidade da redação, atualização das referências, adequação às Normas da ABNT, atendimento às normas de submissão e rigor aos preceitos éticos, conforme a Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012, e a Resolução 510, de 7 de abril de 2016, do Conselho Nacional de Saúde (CNS).

Os resultados de julgamento dos manuscritos são: a) Aprovado para publicação sem restrições b) Aprovado para publicação após revisão (a partir das sugestões dos avaliadores) c) Recusado (com informações quanto aos motivos da recusa).

Os manuscritos avaliados devem receber, no mínimo, dois pareceres favoráveis pelos avaliadores para serem publicados. Em caso de pareceres díspares, o manuscrito será remetido a outro avaliador ad hoc.

Periodicidade

A publicação é uma versão on-line dos manuscritos (artigos, relatos de experiências, entrevistas, resenhas entre outros materiais) que foram avaliados, aceitos e editorados. A Revista publica um volume por ano com 2 números, um por semestre (janeiro/junho e julho/dezembro).

Política de Acesso Livre

Esta Revista oferece acesso livre imediato ao conteúdo, a fim de disponibilizar gratuitamente conhecimento científico ao público via Internet. Permite leitura, cópia, distribuição, impressão, pesquisa ou para qualquer outro propósito legal, com as devidas credenciais dos(as) autores(as).

Arquivamento

Os dados da Revista Extensão & Cidadania são arquivados no Google Drive. Todos os arquivos são armazenados na nuvem, não ocupando espaço em disco rígido. Para facilitar a colaboração com outras pessoas, o Google Drive conta com uma funcionalidade que permite o compartilhamento de arquivos entre a equipe editorial.