Justiça, Cordel e Democracia:

uma análise da democratização do acesso à justiça à luz da Literatura nordestina de Cordel

Autores

  • Maria Soledade Soares Cruzes

DOI:

https://doi.org/10.22481/cssa.v14i23.2318

Palavras-chave:

Justiça, Cordel, Democracia

Resumo

No Estado liberal, o acesso à justiça pautava-se numa ótica individualista e, paradoxalmente,
inacessível a determinados atores sociais. Por outro lado, na conjuntura democrática, perpassa por uma
abordagem tanto individual quanto coletiva, social e comunitária. A Literatura de Cordel, tão difundida no
nordeste brasileiro, é escrita em forma rimada, métrica, regionalizada e em linguagem democraticamente
acessível, com textos publicados em livretos. É nesse contexto que se apresenta o problema central da
pesquisa: em que medida é possível analisar a democratização do acesso à justiça no Brasil à luz da literatura
nordestina de Cordel? Trabalha-se com a hipótese de que é possível utilizar da Literatura de Cordel para
invocar análise crítica de obstáculos ao acesso democrático à justiça, como a burocracia, a morosidade, a
seletividade, a educação e o formalismo linguístico. Trata-se de pesquisa bibliográfica, de cunho exploratório,
desenvolvida por meio da análise interdisciplinar e crítica de folhetos de Literatura de Cordel, textos legislativos,
constitucionais e obras relacionadas à linguagem, leitura, educação e Direito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Soledade Soares Cruzes

Possui mestrado em Direito Público pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), no qual foi pesquisadora-bolsista pela Fundação de
Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB). Possui Pós-graduação Lato Sensu em Direito Processual: Grandes Transformações,
pela Universidade da Amazônia (UNAMA)/Rede LFG. Possui graduação em Direito pela Universidade Estadual do Sudoeste da
Bahia (UESB). É professora, em regime de dedicação exclusiva, da graduação em Direito da Universidade do Estado da Bahia
(UNEB), campus XX, Brumado. Foi professora dos cursos de graduação em Direito da Faculdade de Guanambi, da Faculdade
Juvêncio Terra e da Faculdade de Tecnologia e Ciências, onde desenvolveu atividades de ensino, pesquisa e extensão. É pesquisadora
vinculada ao “Grupo de Pesquisa Direito e Sociedade (GPDS)”, da UESB. Desenvolve o projeto de pesquisa “A democratização
do acesso à justiça no Brasil: análise crítica das transições paradigmáticas do Estado liberal ao Estado Democrático de Direito”.

Downloads

Publicado

2017-12-14

Como Citar

Cruzes, M. S. S. (2017). Justiça, Cordel e Democracia:: uma análise da democratização do acesso à justiça à luz da Literatura nordestina de Cordel. Cadernos De Ciências Sociais Aplicadas, 14(23), 1-18. https://doi.org/10.22481/cssa.v14i23.2318

Edição

Seção

Direito