A VINGANÇA DO SERTANEJO NO ROMANCE NHÔ GUIMARÃES DE ALEILTON FONSECA

  • Helder Santos Rocha Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)
  • Márcio Roberto Soares Dias

Resumo

Partindo de uma releitura de alguns causos narrados no romance Nhô Guimarães (2006), de Aleilton Fonseca, em que se destaca a vingança motivada, a priori, pela honra e pela justiça do sertanejo como mola propulsora das manifestações de violência que impulsionam cada narrativa, o presente texto pretende dispor de um olhar, ainda discreto, sobre o valor cultural deste código da vindita no sertão e sobre a apropriação ficcional desta temática. Busca-se ancorar, mais detidamente, nos postulados teóricos de Antonio Cândido (2006a; 2006b); Afrânio Coutinho (2008); Gilles Lipovetsky (2005) e Walter Benjamin (2011), para esta investida inicial.


 

DOWNLOADS

Não há dados estatísticos.

Biografias do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrando em Letras: Cultura, Educação e Linguagens pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

 
Márcio Roberto Soares Dias

Professor Adjunto da Uesb. Doutor em Letras pela Universidade Federal da Bahia (Ufba).

 
Publicado
2018-04-05
Como Citar
ROCHA, Helder Santos; DIAS, Márcio Roberto Soares. A VINGANÇA DO SERTANEJO NO ROMANCE NHÔ GUIMARÃES DE ALEILTON FONSECA. fólio - Revista de Letras, [S.l.], v. 4, n. 1, abr. 2018. ISSN 2176-4182. Disponível em: <http://periodicos2.uesb.br/index.php/folio/article/view/3454>. Acesso em: 22 out. 2019.