DAMIÃO EXPERIENÇA: PALAVRAS E IMAGINÁRIO DO PLANETA LAMMA

DAMIÃO EXPERIÊNÇA: WORDS AND IMAGERY FROM PLANET LAMMA

Autores

  • Sílvio Roberto dos Santos Oliveira Universidade do Estado da Bahia (Uneb)
  • Marcos Antonio Maia Vilela Universidade do Estado da Bahia (Uneb)

Palavras-chave:

Diáspora; Imaginário; Damião Experiênça

Resumo

O compositor Damião Experiença integrou-se a uma tradição de artistas negros da diáspora nas Américas partícipes do que se pode chamar de “reversão de imaginário”, através de suas obras. No caso específico de Damião, ele procede a uma leitura da sociedade através das letras de suas canções, compostas na língua do Planeta Lamma, que é, ao mesmo tempo, um refúgio criativo e uma expressão altamente comunicativa, por código em princípio contraditório “ininteligível”. A contemporaneidade está repleta de discursos sobre a influência do conhecimento científico e tecnológico nas projeções para o futuro, constantes em diversas narrativas, literárias e cinematográficas, peças publicitárias e especulações de um modo geral. No entanto, notamos a exclusão de grupos minoritários, dentre eles, a comunidade afrodescendente na produção artística e cultural em diálogo direto com tais projetos de futuro. Para refletir sobre a importância de Damião Experiência enquanto um sujeito negro na diáspora, utilizamos estudos, dentre outros, de BHABA (2008), GILROY (2008) e SANTOS (2004).

Biografia do Autor

Sílvio Roberto dos Santos Oliveira, Universidade do Estado da Bahia (Uneb)

Professor Titular da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Doutor em Teoria e História Literária pela Universidade de Campinas (Unicamp).

Marcos Antonio Maia Vilela, Universidade do Estado da Bahia (Uneb)

Professor Assistente da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Mestre em Estudos de Linguagens pela Uneb. Doutorando em Teoria e História Literária pela Universidade de Campinas (Unicamp).

Downloads

Publicado

2019-02-05

Edição

Seção

VERTENTES & INTERFACES I: Estudos Literários e Comparados