“MORTE DE UMA BALEIA”, DE CLARICE LISPECTOR: POR UMA ESCRITURA BIOPOLÍTICA

Autores

  • Fabrício Lemos da Costa Universidade Federal do Pará (Ufpa)
  • Sílvio Augusto de Oliveira Holanda Universidade Federal do Pará (Ufpa)

DOI:

https://doi.org/10.22481/folio.v12i2.7040

Palavras-chave:

Clarice Lispector, “Morte de uma baleia”, Biopolítica.

Resumo

O presente estudo tem como objetivo refletir criticamente acerca da crônica “Morte de uma baleia”, de Clarice Lispector (1920-1977), publicada pela primeira vez no Jornal do Brasil, em 17 de agosto de 1968. Para isto, desenvolveremos uma análise pela perspectiva da biopolítica, a qual nos auxilia a pensar, no plano artístico, a animalidade como questão que instaura uma discussão política, sobretudo em torno da relação entre a vida, a morte e o poder. Neste artigo, destacamos os estudos de Giorgi (2016), Nascimento (2012, 2013) e Maciel (2011). Ao lado destes últimos, enfatizamos também as reflexões sobre o animal e o devir em Deleuze e Guattari (1980).

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabrício Lemos da Costa, Universidade Federal do Pará (Ufpa)

Mestrando em Letras pela Universidade Federal do Pará (Ufpa).

Sílvio Augusto de Oliveira Holanda, Universidade Federal do Pará (Ufpa)

Doutor em Letras (Teoria Literária e Literatura Comparada) pela Universidade de São Paulo (Usp). Professor Associado IV da Universidade Federal do Pará (Ufpa).

Referências

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mille Plateaux: Capitalisme et Schizophrénie. Paris: Les Éditions de Minuit, 1980. 641 p.
GIORGI, Gabriel. Formas Comuns: animalidade, literatura, biopolítica. Trad. Carlos Nougué. Rio de Janeiro: Rocco, 2016. 238 p.
LISPECTOR, Clarice. Morte de uma baleia. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, n. 111, p. 2, 17 ago., 1968.
MACIEL, Maria Esther. Poéticas do animal. In: MACIEL, Maria Esther (Org.) Pensar/ escrever o animal: ensaios de zoopoética e biopolítica. Florianópolis: Ed. UFSC, 2011, p. 85-101.
MOISÉS, Massaud. Crônica. In: Dicionário de Termos Literários. São Paulo: Cultrix, 2013, p. 112-113.
NASCIMENTO, Evando. Clarice Lispector: les animaux, les choses, la pensée. In: BESSE, Maria Graciete; SETTI, Nadia (Org.). Clarice Lispector: une pensée en écriture pour notre temps. Paris: L’Harmattan, 2013, p. 99-117.
NASCIMENTO, Evando. Clarice Lispector: uma literatura pensante. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012. 303 p.
ROSENBAUM, Yudith. Entre a loucura e a lucidez: crônicas de Clarice Lispector no Jornal do Brasil. Journal of Lusophone Studies, Stanford, v.4, n. 2, p. 75-96, 2019.
SÁ, Olga de. Lamento de um blue. Fólio-Revista de Letras, Vitória da Conquista, v.9, n.2, p. 135-151, jul.-dez., 2017.
SCHILLER, Friedrich. Do Sublime ao trágico. Trad. Pedro Süssekind e Vladimir Vieira. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. 123 p.

Downloads

Publicado

2021-02-15

Como Citar

Costa, F. L. da, & Holanda, S. A. de O. (2021). “MORTE DE UMA BALEIA”, DE CLARICE LISPECTOR: POR UMA ESCRITURA BIOPOLÍTICA. fólio - Revista De Letras, 12(2). https://doi.org/10.22481/folio.v12i2.7040