Literatura indígena: aspectos culturais nos poemas de Márcia Kambeba

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/redupa.v3.13804

Palavras-chave:

cultura indígena, hegemonia cultural, literatura indígena

Resumo

Tivemos como objetivo identificar como a pluralidade e diversidade cultural são tratadas na obra Ay Kakyry Tama: Eu moro na cidade (2020), da escritora indígena Márcia Kambeba. Para tanto, partimos da seguinte problemática: de que modo se apresenta a pluralidade e diversidade cultural na obra supramencionada? Nossa pesquisa é do tipo bibliográfica com abordagem qualitativa. Nos fundamentamos em: Moraes (1997), Cohn (2001), Costa (2005), Mota (2008), Almeida (2011), Thiél e Quirino (2011), Lima (2020) e Kambeba (2020). A pesquisa nos possibilitou ver a necessidade de fomentar a cultura indígena nas escolas não indígenas desde a educação infantil, de avançar na superação do preconceito e da discriminação que esses povos enfrentam. Pudemos ver que a pluralidade e diversidade cultural são tratadas na obra de Kambeba com expresso valor e respeito. A autora enaltece e reconhece a contribuição dos povos indígenas para a cultura e sociedade em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josiane do Nascimento da Silva, Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central; Quixadá - Brasil

Mestra em História e Letras pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), Unidade acadêmica da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Formada em Letras e em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará.

Contribuição de autoria: escrita, análise e interpretação dos dados.

Referências

AGÊNCIA SENADO. Projeto do marco temporal das terras indígenas. Dispõe sobre o projeto do marco temporal das terras indígenas. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2023/06/01/projeto-do-marco-temporal-das-terras-indigenas-chega-ao-senado#:~:text=O%20projeto%20que%20trata%20do,tramitar%20como%20PL%202.903%2F2023. Acesso em: 30 jun. 2023.

ALMEIDA, Antônio Jorge Fonseca Sanches de. “Cultura Política e Hegemonia”. IV Encontro da Compolítica, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 13 a 15 de abril de 2011. Disponível em: http://compolitica.org/novo/anais/2011_Jorge-Almeida.pdf Acesso em: 19 de jul. 2023.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa. Brasília, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 25 jul. 2023.

COSTA, Gercilene Teixeira. Reflexões acerca da pureza cultural indígena. Corumbá: Embrapa Pantanal, 2005. Disponível em: https://bityli.com/VmZUgb1. Acesso em: 17 dez. 2021.

COHN, Clarice. Culturas em transformação: os índios e a civilização. São Paulo em perspectiva, São Paulo, v. 15, n. 2, p. 36-42, 2001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/spp/a/MWWF97DDGP3bLHxyFd6dqxn/ . Acesso em: 25 jun. 2023.

GRAMSCI, Antonio. Concepção dialética da história. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Dimensionamento de população residente em áreas indígenas e quilombolas. Rio de Janeiro: IBGE, 2021. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/bibliotecacatalogo?view=detalhes&id=2101859. Acesso em: 23 jul. 2023.

KAMBEBA, Márcia Wayna. Ay Kakyri Tama: eu moro na cidade. 2. ed.- São Paulo: Editora Jandaíra, 2020.

LIMA, Paola Efelli Rocha de Sousa. O ensino de literatura indígena a partir da poesia de márcia kambeba analisada pela via dos estudos culturais. Araguaína, TO, 2020. Dissertação (Mestrado Acadêmico) – Universidade Federal do Tocantins – Campus Universitário de Araguaína – Curso de Pós-Graduação (Mestrado) em Letras Ensino de Língua e Literatura, 2020.

MOISÉS, Massaud. A análise literária. São Paulo: Editora Cultrix, 2014.

MORAES, Denis de. Notas sobre imaginário social e hegemonia cultural. Revista Contracampo. Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 93-104, 1997. Disponível em: https://bityli.com/ZeQ0EO . Acesso em: 17 jul. 2023.

MOTA, Clarice Novaes da. Ser indígena no Brasil contemporâneo: novos rumos para um velho dilema. Cienc. Cult., São Paulo , v. 60, n. 4, p. 22-24, 2008. Disponível em: https://bityli.com/Fz4oZsP. Acesso em: 25 maio 2023.

NEVES, José Luis. Pesquisa qualitativa: características, usos e possibilidades. Caderno de pesquisa em administração. FEA-USP. São Paulo, v. 1. n. 3. 2º sem, 1996. Disponível em: https://encurtador.com.br/qLP39 . Acesso em: 03 de jul. 2023.

THIÉL, Janice Cristine; QUIRINO, Vanessa Ferreira dos Santos. A LITERATURA INDÍGENA NA ESCOLA: UM CAMINHO PARA A REFLEXÃO SOBRE A PLURALIDADE CULTURAL. Diálogo Nacional: X Congresso Nacional de Educação -EDUCERE, Curitiba/Pr, v. 12, p. 6630-6641, 7 nov. 2011. Trimestral. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2011/5885_3228.pdf . Acesso em: 29 maio. 2023.

Downloads

Publicado

2024-01-15

Como Citar

SILVA, J. do N. da. Literatura indígena: aspectos culturais nos poemas de Márcia Kambeba. Revista Educação em Páginas, Vitória da Conquista, v. 3, p. e13804, 2024. DOI: 10.22481/redupa.v3.13804. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/redupa/article/view/13804. Acesso em: 18 jun. 2024.