O impacto da plataforma Moodle no processo de ensino e aprendizagem híbrido em Moçambique

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/redupa.v3.14258

Palavras-chave:

ensino superior, híbrido, moodle, Moçambique

Resumo

O estudo analisou o impacto da implementação da plataforma moodle no ensino híbrido em Moçambique, numa Universidade Pública na Província de Cabo Delgado. A investigação foi motivada pelo facto de constatar-se a eleição generalizada do moodle pelas instituições de ensino superior para, primeiro, contornar a paralisação total e parcial de aulas presenciais devido a Covid-19 e, segundo, como uma plataforma definitiva usada pelas IES em Moçambique. Definimos um estudo de caso único com abordagem qualitativa. Usou-se as técnicas de entrevista semiestruturada individual e a grupos focalizados, análise documental e observação para a colecta de dados, os quais foram discutidos à luz da triangulação de fontes e do quadro teórico e, os resultados foram apresentados por categorias temáticas. Concluiu-se que a implementação do moodle naquela universidade é deficitária, e como consequência, não promove uma aprendizagem significativa dos conhecimentos para os alunos. Este facto é motivado pela fraca planificação do ensino hibrido, caracterizado pela exiguidade de equipamentos e recursos tecnológicos; fraco domínio da sua manipulação, tanto pelos professores, bem como, pelos alunos, fazendo com que a plataforma não seja explorada na sua potencialidade. Assim, sugere-se a implementação faseada do ensino online em Moçambique, alinhado com as condições de tecnologias existentes nas instituições de ensino superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Afonso Sefu, Universidade de Rovuma - Moçambique

Mestrado em Educação/Ensino do Português ( Faculdade de Ciências de Linguagem, Comunicação e Artes) pela Universidade Pedagógica de Moçambique. Docente da Faculdade de Letras da Universidade de Rovumo (UniRovuma).

Natália Helena Fonseca Bolacha, Universidade Católica de Moçambique - Moçambique

Professora associada na Universidade Catolica de Mocambique, Faculdade de Educação e Comunicacao, coordenadora do curso de doutoramento em Inovacao Educativa.

Referências

ANDRADE, Sidnei; JUNGER, Alex Paubel; AMARAL, Luiz Henrique et al. Os desafios do Ensino à Distância e do uso da Tecnologia de Informação e Comunicação. Revista de Casos e Consultoria, v. 11, n. 1, p. 1-12, 2020.

AUTORIDADE NACIONAL DA FUNÇÃO PÚBLICA. Boletim informativo. Centro de Documentação e Informação de Moçambique – CEDIMO, Maputo, Moçambique. 2007.

BASÍLIO, Felismino; ALVES, José Matias. Autoavaliação de qualidade: seu impacto na melhoria de uma instituição de ensino superior. «Estudo de caso». Revista Educação em Páginas, v. 2, 2023.

CASTRO, Eder Alonso et al. Ensino híbrido: desafio da contemporaneidade? Projeção e docência, v. 6, n. 2, p. 47-58, 2015.

COUTO, B. do Amaral; MARASH, I. Robert. Gestão por processos: em sistemas de gestão da qualidade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2012.

DOS SANTOS, Adriana. Tecnologias de informação e comunicação: limites e possibilidades no ensino superior. Revista Brasileira de Ensino Superior, v. 1, n. 1, p. 36-46, 2015.

FURLAN, Marcos Vinícius Garcia; NICODEM, Maria Fátima Menegazzo. A importância das tecnologias desinformação e comunicação no ambiente escolar. Revista Eletrónica Científica de Inovação e Tecnologia, Medianeira, Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/recit/article/download/e-4720/pdf. Acesso em: 23 fev. 2023, 8 (16), 2017.

FRANTZ, Débora de Sales Fontoura da Silva; MARQUES, Nelson Luiz Reyes; NUNES, Janilse Fernandes; MARQUES, Iuri Lammel. (2018). Ensino Híbrido com a utilização da plataforma Moodle-ENSAIOS E RELATOS. Revista THEMA, v. 15, n. 3. http://dx.doi.org/10.15536/thema.15.2018.1175-1186, 2018.

MINED. Plano Tecnológico da Educação: as TICs a Potenciarem o Ensino em Moçambique. Maputo, Moçambique, 2011.

NEDER, Maria Lucia Cavalli. A formação do professor a distância: desafios e inovações na direção de uma prática transformadora. 2009.

PACIEVITCH, Thais. Tecnologia da Informação e Comunicação. Infoescola,

[S.l.: s.n]. Disponível em:

https://www.infoescola.com/informatica/tecnologia-da-informacao-e-

Comunicação/. Acesso em: 23 fev. 2023., 2009.

RODRIGUES, Ricardo Batista. Novas tecnologias da informação e da comunicação. Recife: IFPE, 2016.

SILVA, Cleiton Oliveira; SOUZA, Ícaro AGOSTINO. A utilização do método PDCA para melhoria dos processos: um estudo de caso no carregamento de navios. Revista Espacios, v. 38, n. 27, p. 9, 2017.

TUMBO, Dionísio Luís. A Educação a Distância suportada por Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação na Universidade Pedagógica de Moçambique: proposta de indicadores de qualidade a considerar na implementação. 2018.

WOIDÉLLA, Eloísa Schimboski. (2019). Uso do ambiente virtual de aprendizagem como ferramenta auxiliar no processo de ensino-aprendizagem, Curitiba. 2019

Legislação

Decreto no 11/2020, de 30 de Marco.

Downloads

Publicado

2024-02-21

Como Citar

SEFU, A.; BOLACHA, N. H. F. O impacto da plataforma Moodle no processo de ensino e aprendizagem híbrido em Moçambique. Revista Educação em Páginas, Vitória da Conquista, v. 3, p. e14258, 2024. DOI: 10.22481/redupa.v3.14258. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/redupa/article/view/14258. Acesso em: 21 jun. 2024.