O desenvolvimento infantil e a integração das tecnologias digitais na educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/redupa.v3.13801

Palavras-chave:

desenvolvimento infantil, educação infantil, tecnologias digitais

Resumo

Entre os principais desafios no cenário atual da Educação Infantil, está o desenvolvimento integral do sujeito aprendiz. Essa discussão ganha maior relevância quando se considera a experiência de aprendizagem com o ensino remoto vivenciada durante a pandemia da covid-19. Desse modo, definiu-se como objetivos deste estudo: investigar as implicações das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) no desenvolvimento integral de crianças na etapa da Educação Infantil; compreender o contexto histórico acerca da evolução das tecnologias no ambiente educacional e do desenvolvimento da criança; identificar as possibilidades e contribuições da integração das tecnologias emergentes no contexto da Educação Infantil. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, de caráter exploratório, com análise qualitativa dos dados. Verificou-se que a integração das tecnologias pode contribuir para o desenvolvimento das crianças quando as práticas pedagógicas buscam possibilitar as aprendizagens por meio de uma ação intencional e planejada de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Silva Felix, Must University - Estados Unidos

Mestre em Tecnologias Emergentes em Educação pela Must University; Especialista em Gestão e Coordenação Pedagógica pela Faculdade do Maciço de Baturité. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Contribuição de autoria: pesquisa bibliográfica, análise de dados, escrita do texto.

Maria Inês Crnkovic Octaviani, Must University - Estados Unidos

Doutora em Educação (UFSCar); Mestre em Educação (UFSCar); Especialista em Direito e Gestão Educacional (ILAPE); Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da EaD (UFF); Graduada em Pedagogia (UFSCar).

Contribuição de autoria: orientação e revisão final.

Rafaela de Oliveira Falcão Freitas, Universidade Estadual do Ceará - Brasil

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará (UECE); Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR); Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional e Graduada em Pedagogia (UECE).

Contribuição de autoria: análise de dados, escrita do texto, revisão final.

Referências

ALMEIDA, Vanusa Eucléia Geraldo. Pedagogia da Conexão: os múltiplos olhares sobre a cibercultura na infância. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), campus de Frederico Westphalen, 2023. Disponível em: https://ppgedu.fw.uri.br/storage/siteda4b9237bacccdf19c0760cab7aec4a8359010b0/dissertacoes/discente244/arq_1688043544.pdf. Acesso em: 01 jul. 2023.

ALMEIDA, Douglas Vieira de; CORDEIRO, Carla Priscila Barbosa Santos; PALMEIRA, Lana Lisiêr de Lima. O uso das tecnologias digitais da informação e da comunicação (TDIC) como estratégia pedagógica na educação infantil. Brazilian Journal of Development, [S. l.], v. 6, n. 7, p. 42841–42857, 2020. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals. com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/12575. Acesso em: 28 ago. 2023.

ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução a metodologia do trabalho científico. 10 ed. São Paulo: Atlas, 2010. 176p.

ANJOS, Cleriston Izidro dos; FRANCISCO, Deise Juliana. Educação Infantil e Tecnologias Digitais: reflexões em tempos de pandemia. Revista Zero-a-Seis, v. 23, n. Especial, p. 125-146, 2021. Disponível em https://periodicos.ufsc.br/index.php/zeroseis/article/view/79007/45378. Acesso em: 01 jul. 2023.

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação. Porto: Porto Editora, 1994. 335p.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, LDB. Lei nº 9.394/1996. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 28 jul. 2023.

CRESWELL, John W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Magda Lopes (Trad.). 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. 296p.

FLOR, Marilza Gallan. Formação continuada e ressignificação da prática pedagógica do professor da educação infantil: desafios e perspectivas. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI) – Campus de Frederico Westphalen, 2021. Disponível em: https://ppgedu.fw.uri.br/storage/siteda4b9237bacccdf19c0760cab7aec4a8359010b0/dissertacoes/discente146/arq_1635449341.pdf. Acesso em: 27 ago. 2023.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. 148p.

GIRAFFA, Lucia Maria Martins. Uma arquitetura de tutor utilizando estados mentais. Tese (Doutorado em Ciências da Computação) - Instituto de Informática, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1999. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/ 17620/000269142.pdf. Acesso em: 01 jul. 2023.

GIROUX, Henry A. Os professores como intelectuais: rumo a uma pedagogia crítica da aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997. 270p.

GÓMEZ, A. I. Perez. Educação na era digital: a escola educativa. Porto Alegre: Penso, 2015. 192p.

HERMIDA, Jorge Fernando; BONFIM, Cláudia Ramos de Souza. A educação à distância: história, concepções e perspectivas. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. especial, p.166-181, 2006. Disponível em: https://www.fe.unicamp.br/pf-fe/publicacao/4919/art11_22e.pdf. Acesso em: 27 ago. 2023.

KLEIN, Danieli Regina; CANEVESI, Fernanda Cristina Sanches; FEIX, Angela Regina; GRESELE, Jizéli Fonseca Parreira; WILHELM, Elizane Maria de Siqueira. Tecnologia na educação: evolução histórica e aplicação nos diferentes níveis de ensino. EDUCERE - Revista da Educação, Umuarama, v. 20, n. 2, p. 279-299, 2020.

LEÃO, Otávio Amaral de Andrade. Influência da atividade física e do tempo de tela no desenvolvimento na primeira infância. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) – Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Pelotas, 2022. Disponível em: http://repositorio.ufpel.edu.br. Acesso em: 28 jul. 2023.

LIMA, Eduardo Henrique de Matos; ALMEIDA, José Manuel Emiliano Bidarra de. EaD, e-learning e m-learning no contexto da cibercultura. Revista de Educação à Distância – Re@d. São João del-Rei, janeiro-junho de 2019. Disponível em: https://nead.ufsj.edu.br/revista/index.php/home/article/view/7. Acesso em: 27 ago. 2023.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986. 119p.

NUNES, Amanda; ABOOD, Eduardo; PASCOAL, Matheus; SOUTO, Maria; VAZ, Cristiano. O uso de telas e tecnologias pela população infanto-juvenil: revisão bibliográfica sobre o impacto no desenvolvimento global de crianças e adolescentes. Trabalho de conclusão de curso (Medicina). Vespasiano/MG: Faculdade da Saúde e Ecologia Humana – FASEH, 2023. Disponível em: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/34236. Acesso em: 28 jul. 2023.

PIAGET, Jean. O nascimento da inteligência na criança. 4. ed. Rio de janeiro: Zahar, 1973. 392p.

PIAGET, Jean. Psicologia e pedagogia. 10. ed. São Paulo: Forense Universitária, 1999, 2010. 172p.

REIS, Guiomar Damasio Silva dos; RODRIGUES, Adriana. As contribuições das TDICS na educação infantil: um estudo dos antecedentes investigativos da área. Brazilian Journal of Development, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 14935–14946, 2022. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/ view/44583. Acesso em: 27 ago. 2023.

TERRONI, Caroline; SOUZA, Nayara Affonso. As contribuições das Tecnologias Digitais para as práticas educativas da Educação Infantil. Cadernos da Pedagogia, v. 16, n. 36, p. 175-186, 2022. Disponível em: https://www.cadernosdapedagogia.ufscar.br/index.php/cp/article/view/1471. Acesso em: 28 jul. 2023.

Downloads

Publicado

2024-01-15

Como Citar

FELIX, B. S.; OCTAVIANI, M. I. C.; FREITAS, R. . de O. F. O desenvolvimento infantil e a integração das tecnologias digitais na educação. Revista Educação em Páginas, Vitória da Conquista, v. 3, p. e13801, 2024. DOI: 10.22481/redupa.v3.13801. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/redupa/article/view/13801. Acesso em: 18 jun. 2024.