Pensar um fazer pedagógico crítico para a escola pública moçambicana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/redupa.v3.13406

Palavras-chave:

teorias crítico-reprodutivistas da educação, pedagogia histórico-crítica, formação humana

Resumo

O artigo serve-se como ponto de partida teorias críticas de Bourdieu e Althusser, aos quais a escola pública na sociedade contemporânea pode ser vista sendo essencialmente reprodutora dos ideais capitalistas das relações sociais. Com o objectivo de sustentar de que tais críticas não levam em conta o carácter histórico e dialéctico da instituição educativa ao não observar as suas contradições (tornando-se, assim, unilateral); este artigo propõe fazer o debate a partir dos fundamentos teórico-metodológicos da pedagogia histórico-crítica fundamentada por Saviani sobre o carácter contraditório da escola pública na sociedade de classes de Marx relativa à formação humana. Para a realização desta pesquisa baseamo-nos na abordagem teórica qualitativa, efectivada através da técnica de pesquisa bibliográfica e documental. Para o ordenamento horizontal e vertical do texto utilizamos o método lógico-argumentativo. As conclusões a que chegamos revelam que a escola pública moçambicana remete ao papel da formação humano nos agentes educacionais como o professor, enquanto agente consciente de formação humana, portanto, mediador dos processos de ensino e aprendizagem e da sua constituição, assim como a do aluno, como sujeito social e historicamente situado, e não necessariamente no programa escolar.
Palavras - Chave: teorias crítico-reprodutivistas da educação; pedagogia histórico-crítica; formação humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antoninho Alfredo, Universidade Rovuma - Moçambique

Mestrando em Educação/ Ensino de Filosofia pela Universidade Licungo-Beira. Docente e Director do Curso de graduação em Filosofia pela Universidade Rovuma-Niassa. Pesquisador do Núcleo de Pesquisa em Educação Contextualização no Ensino (NUPECE).

Contribuição: autor.

Eusébio Félix, Universidade de Rovuma, Niassa - Moçambique

Doutorando em Educação pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), Brasil. Mestre em Educação e Ensino de Português. Docente no Departamento de Letras e Ciências Sociais, na Universidade Rovuma-Extensão de Niassa. Pesquisador do Núcleo de Pesquisa em Educação Contextualização no Ensino (NUPECE).

Contribuição: autor.

Referências

ALTHUSSER, Louis. Aparelhos ideológicos de Estado: nota sobre os aparelhos ideológicos de estado (AIE). Rio de Janeiro: Edições Graal, 2003.

ALVES, Gilberto Luís. A produção da escola pública contemporânea. Campinas: Autores Associados, 2001.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas: reprodução cultural e reprodução social. São Paulo: Editora Perspectiva, 2004.

CASSIN, Marcos. Louis Althusser e a sua contribuição para a sociologia da educação. 180f. Dissertação (Dissertação de Mestrado em Filosofia). Universidade de São Paulo, 2020. Orientador: Prof. Dr. Manuel Ferreira Patrício.

COUTINHO, Carlos Nevlon. A presença de Marx no pensamento de Gramsci. 100f. Dissertação (Dissertação de Mestrado em Educação escolar). Universidade Estadual de Rio de Janeiro, 2009. Orientador: Prof.ª Dra. Eugénia Vilela.

DAYRELL, Juares Tarsício. A escola como espaço sociocultural: múltiplos olhares sobre educação e cultura. 120f. Tese (Tese de Doutoramento em Educação intercultural). Universidade de Minas Gerais, 2010. Orientador: Prof.ª Dra. Paula Cristina Pereira.

DERISSO, John Lucas. O relativismo do pensamento pós-moderno como legitimação para o ensino religioso na escola pública brasileira. 190f. Tese (Tese de Doutorado em Educação Escolar). Universidade de Federal de Pernambuco, 2012. Orientador: Prof. Dr. Marcos Roberto Nunes Costa.

DORE, Ronald. Gramsci e o debate sobre a escola pública no Brasil. 100f. Dissertação (Dissertação de Mestrado em Educação Escolar). Universidade Federal de Pernambuco, 2020. Orientador: Prof. Dr. João Maurício Adeodato.

DUARTE, Newton. Formação do indivíduo, consciência e alienação: o ser humano na psicologia de Marx. 120f. Dissertação (Dissertação de Mestrado em Pedagogia). Universidade Federal de Pernambuco, 2010. Orientador: Prof. Dr. Ferdinand Röhr.

LUKÁCS, György. A decadência ideológica e as condições gerais da pesquisa científica. São Paulo: Ática, 2002.

MANACORDA, Mário Aligliero. História da educação: da antiguidade aos nossos dias. São Paulo: Cortez, 2010.

MÁRKUS, György. Marxismo e antropologia: o conceito de “essência humana” na filosofia de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2015.

MARX, Karl. Crítica do Programa de Gotha. São Paulo, 2012.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Manifesto comunista. São Paulo: Boitempo, 2005.

MAZULA, Brazão. Na Esteira da academia: razão, democracia educação. Maputo: Texto editora, 2006.

NGOENHA, Severino Elias; Castiano, José Paulo. Pensamento Engajado: ensaios sobre Filosofia Africana, cultura e educação política. Maputo: Editora Educar, 2011.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: para além da “teoria da curvatura da vara”. Germinal: Marxismo Educação em Debate. Salvador, 2013.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre a educação e política. São Paulo: Autores Associados, 2012.

SAVIANI, Dermeval Os desafios da educação pública na sociedade de classes: educação, sociedade de classes e reformas universitárias. Campinas: Autores Associados, 2007.

SAVIANI, Dermeval Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas: Autores Associados, 2005.

Downloads

Publicado

2024-01-16

Como Citar

ALFREDO, A.; FÉLIX, E. Pensar um fazer pedagógico crítico para a escola pública moçambicana. Revista Educação em Páginas, Vitória da Conquista, v. 3, p. e13406, 2024. DOI: 10.22481/redupa.v3.13406. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/redupa/article/view/13406. Acesso em: 18 jun. 2024.