Travessia epistêmica: o digital e transformações no ofício do historiador (da educação)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/redupa.v2.12130

Palavras-chave:

história da educação, história digital, acervos digitais, fontes digitais, travessia epistêmica

Resumo

Palestra proferida no dia 6 de outubro de 2020, em formato online no Fórum de debates e seminários do GHENO - Grupo de Pesquisa história da educação no Nordeste, da Universidade Federal da Paraída com o objetivo de refletir sobre transformações do ofício do historiador em um contexto de mudanças e desafios da era digital no que concerne à prática de pesquisa e escrita no campo da história (da educação).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Olivia Morais de Medeiros-Neta, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - Brasil

Possui doutorado em Educação, mestrado em História e graduação em História (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Bolsista Produtividade em Pesquisa - PQ 2/CNPq. Professora do Centro de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e atua como professora-orientadora no Programa de Pós-Graduação em Educação (UFRN) e no Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

Referências

ARÓSTEGUI, Júlio. A Pesquisa Histórica. Bauru: EDUSC, 2006.

AZEVEDO, Laís Paula de Medeiros Campos; PESSOA, Lígia Silvia; MEDEIROS NETA, Olívia Morais de. A Hemeroteca Digital Brasileira: Fontes e possibilidades para a pesquisa em história da educação. Cenas Educacionais, v. 2, p. 39-55, 2019.

BARROS, José D. Assunção. Fontes Históricas: revisitando alguns aspectos primordiais para a pesquisa histórica. Mouseion/Unilasalle, Canoas, n. 12, 2012.

BLOCH, Marc. Apologia da história ou o ofício de historiador. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2001.

BRASIL, Eric; NASCIMENTO, Leonardo Fernandes. História digital: reflexões a partir da Hemeroteca Digital Brasileira e do uso de CAQDAS na reelaboração da pesquisa histórica. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 33, n. 69, p. 196–219, 1 jan. 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S2178-14942020000100011. Acesso em: 12 set. 2022.

CERTEAU, Michel de. A Operação Historiográfica. In A Escrita da História. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1982.

EIROA, Matilde. El pasado en el presente: el conocimiento historiográfico en las fuentes digitales. Ayer: Revista de Historia Contemporánea, v. 110, n. 2, 2018.

FEBVRE, Lucien. Combates pela História. Lisboa: Presença, 1985.

FURET, Franois. A Oficina do Historiador. Lisboa: Gradiva, 1990.

GINZBURG, Carlo. Relações de força. São Paulo: Cia das Letras, 2002.

GINZBURG, Carlo. Nenhuma Ilha é uma Ilha – quatro visões da literatura inglesa. São Paulo: Cia das Letras, 2004.

GLÉNISSON, Jean. Uma história entre duas erudições-notas sobre algumas práticas e alguns dogmas da atual historiografia francesa. Revista de História, v. 55, n. 110, p. 433-462, 1977.

KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Editora Perspectiva S.A, 1998.

LUCCHESI, Anita; SILVEIRA, Pedro Telles da; NICODEMO, Thiago Lima. Nunca fomos tão úteis. Esboços, Florianópolis, v. 27, n. 45, p. 161-169, maio/ago. 2020.

MEDEIROS NETA, O. M. de; DANTAS, L. R. S. . O ofício do historiador na Era Digital: entre os desafios e as potencialidades produzidas pelas tecnologias digitais. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev. Pemo, [S. l.], v. 3, n. 3, p. e335597, 2021. DOI: 10.47149/pemo.v3i3.5597. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/revpemo/article/view/5597. Acesso em: 11 jan. 2023.

MEDEIROS NETA, Olivia Morais de; CIAVATTA, Maria. Da ilustração à história de educação profissional: o uso de imagens no livro História do ensino industrial no Brasil. Historia de la Educación. Anuario, v. 23, n. 2, 2022.

NOIRET, Serge. História Pública Digital. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v.11, n.1, p. 28-51, maio 2015.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Ed. da UNICAMP, 2007.

SALMI, Hannu. What is Digital History? 1. ed. Cambridge: Polity, 2020.

VAN RUYSKENSVELDE, Sarah. Towards a history of e-ducation? Exploring the possibilities of digital humanities for the history of education. Paedagogica historica, v. 50, n. 6, p. 861-870, 2014.

VIDAL, Diana. Humanidades digitais e cultura material (escolar). History of Education in Latin America - HistELA, [S. l.], v. 5, p. e30136, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/histela/article/view/30136. Acesso em: 11 fev. 2023.

Downloads

Publicado

2023-03-01

Como Citar

MEDEIROS-NETA, O. M. de. Travessia epistêmica: o digital e transformações no ofício do historiador (da educação). Revista Educação em Páginas, Vitória da Conquista, v. 2, p. e12130, 2023. DOI: 10.22481/redupa.v2.12130. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/redupa/article/view/12130. Acesso em: 18 jun. 2024.

Edição

Seção

Conferências