A disputa reacionária pela educação: reflexões para além da educação escolarizada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/poliges.v2i1.8479

Palavras-chave:

Educação, Educação não escolarizada , Escola sem partido

Resumo

O Escola sem Partido é um movimento reacionário que surgiu no Brasil e que tem conseguido pautar a educação nacional, mesmo sem ter um projeto de lei que o respalde nacionalmente. Uma das maiores afirmações do movimento é que a Escola, através do segmento docente, promove doutrinação ideológica. Considerando esta afirmação do Escola sem Partido, o presente trabalho visa trazer contribuições que problematizam a educação escolarizada e que mostram que a visão de mundo das pessoas também é forjada em outros espaços que extrapolam os muros das instituições de ensino. Assim, através de levantamento bibliográfico e análise documental, o trabalho discute as intencionalidades do referido movimento e o que ele pretende ao fazer tal afirmação. Conclui salientando a necessidade de se ampliar estudos e debates sobre o movimento como uma forma de enfrentamento diante do clima de intolerância que alimenta, o qual, em outros períodos históricos, ofereceu o amálgama para a implementação de regimes autoritários e antidemocráticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hilheno Oliveiral Miranda, UESB

Mestrando em Educação pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) - Programa de Pós Graduação em Educação PPGED/UESB; Membro do Grupo de Pesquisa em Ludicidade, Didática, Política e Práxis Educacional (LUDIPPE).  E-mail: hilheno@hotmail.com

Ennia Débora Braga Passos Pires, UESB

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação PPGED da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB); Líder do Grupo de Pesquisa em Ludicidade, Didática, Política e Práxis Educacional (LUDIPPE). Email: enniadebora@uesb.edu.br

Referências

BARBIÉRI, Luiz Felipe. Aliada de Bolsonaro e investigada no STF, Bia Kicis é eleita presidente da CCJ da Câmara. G1. 2021. Disponível em: < https://g1.globo.com/politica/noticia/2021/03/10/aliada-de-bolsonaro-bia-kicis-do-psl-e-eleita-presidente-da-ccj-da-camara.ghtml>. Acesso em: 19 de mar. 2021.

BOLSONARO, Jair. Plano de Governo – Jair Bolsonaro 2018. Site de Flavio Bolsonaro. 2018. Disponível em: < https://flaviobolsonaro.com/PLANO_DE_GOVERNO_JAIR_BOLSONARO_2018.pdf>. Acesso em: 19 de mar. 2021.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução – Elementos para uma teoria do sistema de ensino. 7 ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2014.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo/SP: Editora Brasiliense, 2007.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm >. Acesso em: 20 ago. 2020.

BRASIL. Institui o "Programa Escola sem Partido". Projeto de Lei 246/2019. Disponível em: < https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2190752 >. Acesso em: 19 jan. 2021.

BRASIL. Lei 10.639/2003. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm >. Acesso em: 20 ago. 2020.

BRASIL. Lei 11.645/2008. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11645.htm >. Acesso em: 20 ago. 2020.

BRASIL. Lei 9394/1996. (LDB). Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm >. Acesso em: 20 ago. 2020.

CARVALHO, Olavo de. Assista à íntegra da entrevista com Olavo de Carvalho. Canal Morning Show no Youtube, 2020a. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=-1a1Ah8V5Jk&t=390s >. Acesso em: 19 de mar. 2021.

CARVALHO, Olavo de. EXCLUSIVO: Olavo de Carvalho analisa eleição dos EUA. Canal Os Pingos nos Is no Youtube, 2020b. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=Btu4IUtW_ZU&t=739s>. Acesso em: 19 de mar. 2021.

CARVALHO, Olavo de. OLAVO DE CARVALHO - CONVERSA COM PEDRO BIAL (Parte 2) – 10/04/2019 - Rede Globo. Canal Samy Houchaimi no Youtube, 2019. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=nYED3g2dFis >. Acesso em: 19 de mar. 2021.

CARVALHO, Olavo de. Olavo de Carvalho fala sobre o Escola sem Partido. Canal Secret Science no Youtube, 2017. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=kwEclvTtF7E >. Acesso em: 19 de mar. 2021.

COLLETA, Ricardo Della. Bolsonaro mentiu ao falar de livro de educação sexual no ‘Jornal Nacional’. El país. 2018. Disponível em: < https://brasil.elpais.com/brasil/2018/08/29/politica/1535564207_054097.html >. Acesso em: 19 de mar. 2021.

CUNHA, Luiz Antônio. O projeto reacionário de educação. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2016.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Educação e contradição. 7 ed. São Paulo: Cortez Editora, 2000.

ESCOLA SEM PARTIDO. Escola sem Partido, c2021. Página inicial. Disponível em: < http://escolasempartido.org/quem-somos/ >. Acesso em: 19 mar. 2021.

ESPINOSA, Betty R. Solano; QUEIROZ, Felipe Campanuci. Breve análise sobre as redes do Escola sem Partido. In: FRIGOTTO, Gaudêncio (Org.). Escola “sem” Partido – esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. Rio de Janeiro: LPP/UERJ, 2017. p. 49-62.

FAGUNDEZ, Ingrig. Mesmo sem lei, Escola sem Partido se espalha pelo país e já afeta rotina nas salas de aula. BBC News Brasil. 2018. Disponível em: < https://www.bbc.com/portuguese/brasil-46006167>. Acesso em: 19 mar. 2021.

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Salvador: EDUFBA, 2008.

FILICE, Renísia Cristina Garcia. Raça e classe na gestão da educação básica brasileira: a cultura na implementação de políticas públicas. Campinas: Autores Associados, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

HUNGARO, Edson Marcelo. A questão do método na constituição da teoria social de Marx. In: CUNHA, Clélio da; SOUSA, José Vieira de; SILVA, Maria Abádia (Orgs.). O método dialético na pesquisa em educação. Campinas: Autores Associados, 2014. p.15-78.

MALDONADO, Lucas Gabriel Saconato. A ascensão do movimento Escola sem Partido enquanto movimento regressista da educação e a eleição de Bolsonaro. Mimesis, Bauru, v. 40, n. 2, p. 199-218, 2019. Disponível em: < https://secure.unisagrado.edu.br/static/biblioteca/mimesis/mimesis_v40_n2_2019/mimesis_v40_n2_2019_art_01.pdf >. Acesso em: 10 mar. 2021.

MANHAS, Cleomar. Nada mais Ideológico que “Escola Sem Partido”. In: SOUZA, Ana Lúcia Silva et.al. A ideologia do movimento Escola Sem Partido: 20 autores desmontam o discurso. São Paulo: Ação Educativa, 2016. p. 15-23.

MARAFON, Giovanna; SOUZA, Marina Castro e. Como o discurso da “ideologia de gênero” ameaça o caráter democrático e plural da escola?. In: PENNA, Fernando Araújo; QUEIROZ, Felipe; FRIGOTTO, Gaudêncio (Orgs.). Educação democrática – antídoto ao Escola sem Partido. Rio de Janeiro: LPP/UERJ, 2018. p. 75-88.

MARX, Karl. Grundrisse. São Paulo: Boitempo Editora, 2011.

MARX, Karl; ENGELS, Friedich. A ideologia alemã. São Paulo: Boitempo Editora, 2007.

MASSON, Gisele. A importância dos fundamentos ontológicos nas pesquisas sobre políticas educacionais: contribuições do materialismo histórico-dialético. In: CUNHA, Clélio da; SOUSA, José Vieira de; SILVA, Maria Abádia (Orgs.). O método dialético na pesquisa em educação. Campinas: Autores Associados, 2014. p. 201-225.

MIGUEL, Luis Felipe. Da “doutrinação marxista” à “ideologia de gênero” – Escola Sem Partido e as leis da mordaça no parlamento brasileiro. Revista Direito & Práxis, Rio de Janeiro, v.7, n. 15, 2016, p. 590-621. Disponível em: < https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistaceaju/article/view/25163 >. Acesso em 18 jan. 2021.

MOURA, Fernanda Pereira de. O movimento Escola sem Partido e a reação conservadora contra a discussão de gênero na escola. In: PENNA, Fernando Araújo; QUEIROZ, Felipe; FRIGOTTO, Gaudêncio (Orgs.). Educação democrática – antídoto ao Escola sem Partido. Rio de Janeiro: LPP/UERJ, 2018. p. 89-110.

PENNA, Fernando Araújo. Construindo estratégias para uma luta pela educação democrática em tempos de retrocesso. In: PENNA, Fernando Araújo; QUEIROZ, Felipe; FRIGOTTO, Gaudêncio (Orgs.). Educação democrática – antídoto ao Escola sem Partido. Rio de Janeiro: LPP/UERJ, 2018. p. 111-130.

PENNA, Fernando Araújo. O Escola sem Partido como chave de leitura do fenômeno educacional. In: FRIGOTTO, Gaudêncio (Orgs.). Escola “sem” Partido – esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. Rio de Janeiro: LPP/UERJ, 2017. p. 35-48.

PRAGMATISMO POLÍTICO. Discurso de Bolsonaro durante jantar nos EUA provoca vergonha alheia. Política externa. 2019. Disponível em: < https://www.pragmatismopolitico.com.br/2019/03/discurso-de-bolsonaro-jantar-eua-olavo.html >. Acesso em: 10 mar. 2021.

ROSA, Russel Teresinha Dutra da. Direito à educação democrática: conquistas legais e ameaças. In: PENNA, Fernando Araújo; QUEIROZ, Felipe; FRIGOTTO, Gaudêncio (Orgs.). Educação democrática – antídoto ao Escola sem Partido. Rio de Janeiro: LPP/UERJ, 2018. p. 51-74.

SAVIANI, Dermeval. A crise política e o papel da educação na resistência ao golpe de 2016 no Brasil. In: Krawczyk, Nora; Lombardi, José Claudinei (Orgs.). O golpe de 2016 e a educação no Brasil. Uberlândia/MG: Navegando Publicações, 2018. p. 27-45.

SAVIANI, Dermeval. Escola e Democracia. Campinas: Autores Associados, 2008.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, Rio de janeiro, v. 12, n. 34 jan./abr. 2007. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/rbedu/v12n34/a12v1234.pdf >. Acesso em: 10 mar. 2021.

SILVA, Tomas Tadeu. Documentos de identidade – uma introdução às teorias do currículo. 5 ed. Belo Horizonte/MG: Autêntica Editora, 2003.

SOUZA, Rafael de Freitas; OLIVEIRA, Tiago Fávero de. A doxa e o logos na educação: o avanço do irracionalismo. In: FRIGOTTO, Gaudêncio (Org.). Escola “sem” Partido – esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. Rio de Janeiro/RJ: LPP/UERJ, 2017. p. 121-132.

TORRIGLIA, Patrícia Laura; ORTIGARA, Vidalcir. O campo das mediações: primeiras aproximações para a pesquisa em políticas educacionais. In: CUNHA, Clélio da; SOUSA, José Vieira de; SILVA, Maria Abádia (Orgs.). O método dialético na pesquisa em educação. Campinas: Autores Associados, 2014. p. 183-200.

ZAN, Dirce; KRAWCZYK, Nora. A disputa cultural: o pensamento conservador no ensino médio brasileiro. In: KRAWCZYK, Nora; LOMBARDI, José Claudinei (Orgs.). O golpe de 2016 e a educação no Brasil. Uberlândia: Navegando publicações, 2018. p. 113-122.

Downloads

Publicado

2021-05-11

Como Citar

MIRANDA, H. O. .; PIRES, E. D. B. P. A disputa reacionária pela educação: reflexões para além da educação escolarizada. Revista de Políticas Públicas e Gestão Educacional (POLIGES), [S. l.], v. 2, n. 1, p. 66-87, 2021. DOI: 10.22481/poliges.v2i1.8479. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/poliges/article/view/8479. Acesso em: 20 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos