Os celulares,os professores e os alunos:desafios para a elaboração de um novo contrato pedagógico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v20i51.12214

Palavras-chave:

smartphone, professor, ensino médio, Teoria Crítica da Sociedade

Resumo

Na sociedade da chamada cultura digital, os aparelhos celulares se disseminam de uma tal forma que, em muitas ocasiões, são identificados pelas pessoas como se fossem parte de seu próprio corpo. Evidentemente, o ambiente escolar é identificado como um espaço onde tais aparelhos tornam-se onipresentes, a ponto de suscitar a reflexão sobre como eles poderiam ser pedagogicamente utilizados.  Diante disso, o objetivo dos autores deste artigo é o de refletir criticamente sobre o papel do professor (a) de nível médio de ensino diante da utilização, cada vez mais frequente, do uso de aparelhos celulares dentro e fora das salas de aula para fins supostamente pedagógico. Apoiando-se nos pensadores da Teoria Crítica da Sociedade, utilizou-se como metodologia a análise de 17 artigos acadêmicos publicados nos últimos, os quais examinaram a contribuição dos celulares em turmas do ensino médio. A partir disso, foi possível concluir que, se o celular pode tanto ser pedagogicamente utilizado, quanto engendrar práticas de dispersão de concentração e cyberbullying, torna-se fundamental fomentar a presença de contratos pedagógicos entre os agentes educacionais para que possam mutuamente consensuar sobre quando e como usar tal aparelho no transcorrer das atividades realizadas nas salas de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Antônio Álvaro Soares Zuin, Universidade Federal de São Carlos - Brasil

Doutor em Educação pela UNICAMP. Docente na Universidade Federal de São Carlos-UFSCar. Membro do grupo de pesquisa Teoria Crítica e Educação.

Contribuição de autoria:  participação em todas as etapas do estudo e da escrita do artigo.

Damiana Andreia Ferreira, Universidade Federal de São Carlos - Brasil

Damiana Andreia Ferreira. Doutoranda no Programa de Pós- Graduação em educação  pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos-UFSCar.  Contribuição de autoria: participação em todas as etapas do estudo e da escrita do artigo. 

Referências

ADORNO, Theodor W. Teoria da semiformação. Tradução: Newton Ramos-de-Oliveira. In: PUCCI, Bruno; ZUIN, Antônio A. Soares; LASTÓRIA, Luiz Antônio. Calmon Nabuco (org.). Teoria crítica e inconformismo: novas perspectivas de pesquisa. Campinas: Autores Associados. 2010. p. 7-40.

ARAÚJO, Jussara da Silva Nascimento; ARAÚJO, Franklyn Kenny dos Santos. Multiletramento no ensino da língua inglesa em sala de aula para o ensino médio. In: VASCONCELOS, Adaylson Wagner de; VASCONCELOS, Thamires Nayara Sousa de (org.). Educação e tecnologias: experiências, desafios e perspectivas, vol.4, São Paulo: Atena, 2019. p.48-80. Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/catalogo/post/multiletramento-no-ensino-da-lingua-inglesa-em-sala-de-aula-para-o-ensino-medio. Acesso em: 25 fev.2021.

BARBOSA, Cairo Dias; GOMES, Luiz Moreira; CHAGAS, Maria Liduína das; FERREIRA, Fernanda C. Lima. O uso de simuladores via smartphone no ensino de física: O experimento de Oersted. Scientia Plena, vol.13, n.01, p.1-13, 2017.Disponível em: https://www.scientiaplena.org.br/sp/article/view/3358/.1644 Acesso em:17 fev.2021.

BITENCOURT, Dariane de Castro; REIS, Susana Cristina. Integração de dispositivos móveis em aulas de língua portuguesa: uma proposta de gestão pedagógica para uso nas escolas. Revista Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, vol. 18, n. 1, 2020. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/105986. Acesso em: 25 fev.2021.

CAMPBELL, Scott. Perceptions of mobile phones in college classrooms: ringing, cheating, and classroom policies. Communication Education, vol. 55, n. 3, p. 280-294, 2006.

CASTRO, Camila Sandim; RODRIGUES, Luciana Azevedo. Disciplina e indisciplina escolar em tempos de sociedade excitada. Impulso, Piracicaba, vol.26, n.67, p.23-37, 2016. Disponível em: www.metodista.br/revistas/revistasunimep/index.php/impulso/article/view/2607/1913. Acesso em: 15 ago. 2021.

FARIAS, Márcio Norberto. Vício pelas telas digitais: Contribuições do pensamento de Christoph Türcke para a educação corporal. Problemata, vol. 9, n. 1, p. 159-178, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/problemata/article/view/38718/19998. Acesso em: 20 set. 2021.

FORTUNATI, Leopoldina. The mobile phone as technological artefact. In: GLOTZ, Peter; BERTSCHI, Stefan.; LOCKE, Chris (org.). Thumb culture: the meaning of mobile phones for society. Bielefeld: Transcript Verlag, p.149-160, 2005.

FREITAS, Neliane Alves. MARTINHO, Ítalo, Weyder Teles; SANTOS, Marcos Paulo Nascimento; NETO Olavo Nylander Brito. Prática pedagógica com celular e Stop-Motion em interdisciplinaridade com Artes. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA (WIE), 22., 2016, Uberlândia. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, p. 953-957, 2016.Disponível em: https://sol.sbc.org.br/index.php/wie/article/view/16494/16335 Acesso em: 18 fev. 2021.

GRÖHS, Décio de Oliveira; MELO, José Ronaldo. A utilização do aplicativo desmos como aporte tecnológico nas aulas de matemática financeira: uma experiência com alunos do ensino médio. Série educar: Matemática, Tecnologia, Engenharia, vol.35,1ª ed., Belo Horizonte: Poisson, 2020. p.95-101. Disponível em: https://www.poisson.com.br/livros/serie_educar/volume35/Educar_vol35.pdf. Acesso em:15 mar. 2021.

HURTADO, Antônio Paulo Guillen; HURTADO, Karine de Paula Ramos; COSTA, Priscila Caroza Frasson. O uso do smartphone como recurso pedagógico na disciplina de sociologia na EJA. Diálogo, Canoas, n. 43, p. 99-106, 2020. Disponível em: https://revistas3.unilasalle.edu.br/index.php/Dialogo/article/view/5082/pdf . Acesso em:18 fev. 2021.

KHATCHADOURIAN, Luana de França Perondi. O smartphone na sala de aula de língua inglesa: integrando artefato e tarefas pela abordagem da teoria ator-rede. In: Diálogos Pertinentes. vol. 16, n. 2, p. 195-215, 2020. Disponível em: https://publicacoes.unifran.br/index.php/dialogospertinentes/article/view/3322. Acesso em : 03 mar. 2021.

KOPECKY, Kamil.; SZOTKOWSKI, René. Cyberbullying, cyber aggression and their impact on the victim: The teacher. Telematics and Informatics, vol. 34, p. 506-517, 2017. DOI: 10.1016/j.tele.2016.08.014

LOMBARDI, Evandro; GITAHY, Raquel Rosan Christino. O uso das tecnologias móveis na educação: uma experiência com o ed puzzle. Colloquium Humanarum, vol. 14, n. especial, p. 590-594, 2017. Disponível em: https://docplayer.com.br/141525120-O-uso-das-tecnologias-moveis-na-educacao-uma-experiencia-com-o-ed-puzzle.html pdf. Acesso em: 17 fev.2021.

MAGUTH, Brad. The educative potential of cell phones in the social studies classroom. Social Studies, vol. 104, n. 2, p. 87-91, 2013.

MANHÃES, Marcelle de Oliveira; BATISTA, Silvia Cristina Freitas; MARCELINO, Valéria de Souza. Sequência didática para o ensino de Anatomia Humana: proposta com metodologia ativa associada ao uso do smartphone. REnCiMa, São Paulo, vol. 11, n. 6, p. 877-897, 2020. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2638/1458 . Acesso: 26 fev.2021.

MARCUSE, Herbert. Tecnologia, guerra e fascismo. São Paulo: Editora da Unesp, 1999.

NASCIMENTO, Ayrton Matheus da Silva; ARAÚJO, Natalia Kelly da Silva; LIMA, Jaqueline Costa da Silva; NERI, Patrícia Hander de Lucema. Uso de tecnologia informação e comunicação (tic’s) nas aulas de química no conteúdo de isomeria geométrica (estereoisomeria). IJET-PDVL, Recife, vol.2, n.2, p. 15 - 29, 2019. Disponível em: https://ijet-pdvl.com/index.php/pdvl/article/view/73/358.Acesso em: 06 mar.2021.

PEREIRA, Jaqueline da Silva. Do consumo as apropriações: o uso de smartphones por estudantes do ensino médio em Cuiabá. Revista Anagrama, vol. 10, n. 1, p.1-19, 2016. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/108978/107451. Acesso em: 23 jan. 2021

PEREIRA, Joselene Tavares Lima; FERREIRA, Simone de Lucena. O smartphone e a produção de memes como dispositivos de aprendizagem. In: REUNIÃO NACIONAL DA ANPED, 39., Niterói, 2019. GT16: Educação e Comunicação. Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2019. p.1-8. Disponível em: http://39.reuniao.anped.org.br/wp-content/uploads/sites/3/trabalhos/5209-TEXTO_PROPOSTA_COMPLETO.pdf Acesso em: 23 fev.2021.

RAMOS, Márcia Elisa. Teté; JUNIOR, Arnaldo Martin Szlachta. O smartphone e o uso do game pokémon go nas aulas de história. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA, 8.; SEMANA DE HISTÓRIA, 22., Maringá, 2017. Anais [...]. Maringá: Universidade Estadual de Maringá, 2017. p.3055-3063. Disponível em: http://www.cih.uem.br/anais/2017/trabalhos/3508.pdf . Acesso em : 07 mar. 2021.

REDDY, Linda; REYNOLDS, Cecil. Understanding and preventing violence directed against teachers: Recommendations for a National Research Practice, and Policy Agenda American. American Psychologist, vol. 68, n. 2, p. 75-87, 2013.

RICHARDSON, Jonh. Powerful devices: how teens’ smartphones disrupt power in the theatre, classroom and beyond. Learning, Media and Technology, vol. 1, p. 1-18, 2013.

SANTOS, Antônio José Costa; OLIVEIRA, Vilma Bragas. O uso do celular em escolas do ensino médio: panorama e direcionamentos. Revista Eletrônica Científica Ensino Interdisciplinar, Mossoró, vol. 6, n. 18, p.679-695, 2020.Disponível: https://periodicos.apps.uern.br/index.php/RECEI/article/view/2150/2488. Acesso em: 07 mar. 2021.

SILVA, Denis; DIAS, Raquel; FLIPPERT, Vania de Fatima T.; BOSCARIOLI, Clodis. Usando Smartphones, QR Code e Game of Thrones para Gamificar o Ensino e Aprendizagem de Termometria. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 23., 2017, Recife. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2017. p. 658-666. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/index.php/wie/article/view/16301/16142. Acesso em : 15 mar. 2021.

SILVA, Leydiane Trindade; ARAÚJO, Sulene Alves; LIMA, Alba C. Menezes; ROCA, Marcelo Eça. Análise e uso de aplicativos móveis no processo ensino aprendizagem da Tabela Periódica. Braz. J. of Develop, Curitiba, vol. 6, n. 9, p. 67056-67073, 2020. Diponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/16408/13422 . Acesso em: 18 mar. 2021.

STEINERT, Monica Érika Pardin; HARDOIM, Edna Lopes. Leigos ou excluídos? A criação de um aplicativo educacional e seu uso via ensino híbrido em uma escola pública. Revista SUSTINERE, Rio de Janeiro, vol. 5, n. 1, p. 90-113, 2017. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/sustinere/article/view/25067/21305. Acesso em: 21 fev. 2021.

TÜRCKE, Christoph. Sociedade Excitada: filosofia da sensação. Tradução: Antônio Álvaro. Soares. Zuin, Fabio Durão, Francisco Fontanella e Mario Frungillo. Campinas: Editora da Unicamp, 2010.

VILELA, Rita Amelia Teixeira. O domínio dos mecanismos da indústria cultural na sala de aula e o bloqueio da experiência formativa. In: MAIA, Ari Fernando; ZUIN, Antônio Álvaro Soares; LASTÓRIA, Luiz Antônio Calmon Nabuco (org.). Teoria crítica da cultura digital: aspectos educacionais e psicológicos, 1ª ed., São Paulo: NANKIN, p.93-108, 2015.

VILELA, Jean Louis Landim; FERRAZ, Anderson Claiton; ARAUJO, Mauro Sérgio Teixeira. Utilização de um aplicativo de smartphone no ensino de física. In. SILVA, Américo Junior Nunes da(org.). Educação: atualidade e capacidade de transformação do conhecimento gerado. Paraná: Atena, p.230-239, 2020. Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/catalogo/post/utilizacao-de-um-aplicativo-de-smartphone-no-ensino-de-fisica Acesso em: 28 de mar.2021

ZUIN, Antônio Álvaro. Soares. Cyberbullying contra professores: dilemas da autoridade dos educadores na era da concentração dispersa. São Paulo: edições Loyola,2017.

ZUIN, Antônio Álvaro. Soares; ZUIN, Vânia Gomes. Lembrar para elaborar: reflexões sobre a alfabetização crítica da mídia digital. Pro-Posições, Campinas, vol.28, n.1, p.213-234, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pp/a/WG7H55KHT8QvRWffdYN43Gv/?format=pdf&lang=pt. Acesso em : 24 abr. 2021.

ZUIN, Antônio Álvaro Soares; ZUIN, Vânia Gomes. A autoridade do professor no contexto da autoridade algorítmica digital. In: Pro-Posições, Campinas, vol. 30, p.1-24, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pp/a/HzDxP43QKgHfxkVyqhWfVmx/?format=pdf&lang=pt. Acesso: 19 jan. 2021.

Downloads

Publicado

2024-02-23

Como Citar

ZUIN, A. Álvaro S.; FERREIRA, D. A. Os celulares,os professores e os alunos:desafios para a elaboração de um novo contrato pedagógico . Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 20, n. 51, p. e12214, 2024. DOI: 10.22481/praxisedu.v20i51.12214. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/12214. Acesso em: 25 maio. 2024.