Atividade de estudo e desenvolvimento do pensamento teórico: reflexões com base em Davydov

Autores

  • Valdirene Gomes de Sousa
  • José Augusto de Carvalho Mendes Sobrinho

Resumo

Este artigo apresenta uma discussão teórica que subsidiou os estudos propostos para o desenvolvimento de uma pesquisa com professores dos anos iniciaisde uma escola filantrópica situada em Teresina-PI sobre o ensino do conceito de número. Propomos uma reflexão sobre o desenvolvimento da atividade de estudo com base nos pressupostos defendidos por Davydov, segundo o qual defende a necessidade de desenvolvimento do pensamento teórico nos estudantes desde os primeiros anos do seu processo de ingresso na escola.Para tanto, recorremos aos aspectos de evolução histórica dessa atividade, considerada como principal da criança em idade escolar. Ao discutirmos a esse respeito, tomamos como parâmetro a organização da proposta de ensinobrasileira, na qual se encontram inseridas as interlocutoras partícipes do estudo, recorrendo para isso à reflexão de tarefas propostas no contexto das aulas deMatemática para o 1º ano do ensino fundamental em nosso país e, de forma específica, de conteúdos propostos no manual de orientação ao professor,proposto por Davydov e seus colaboradores. A intenção é apresentar a possibilidade de organização do ensino com caráter problemático ao inserir a criança em ação investigativa. Para fundamentar essa discussão, nos apoiamos em pesquisas realizadas por Davydov (1999; 1988; 1985; 1982) e nas quais se fundamentou para análise, bem como em pesquisadores brasileiros quevêm desenvolvendo estudos nessa perspectiva, dentre os quais Rosa (2012) e Sforni (2003).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2014-05-30

Como Citar

DE SOUSA, V. G.; DE CARVALHO MENDES SOBRINHO, J. A. Atividade de estudo e desenvolvimento do pensamento teórico: reflexões com base em Davydov. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 10, n. 17, p. 237-258, 2014. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/787. Acesso em: 24 jun. 2024.