A cartografia e a racionalidade ambiental: em busca da superação da racionalidade instrumental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v17i48.9168

Palavras-chave:

Modernidade, Teoria de Ator-Rede, Rizoma

Resumo

Este artigo apresenta o movimento contemporâneo da racionalidade ambiental e da cartografia como meio de superação do paradigma moderno que promoveu a instrumentalização da ciência. Neste caso, a abordagem explorada encontra-se na fronteira entre o movimento da modernidade e da contemporaneidade no que diz respeito à concepção do fazer ciência. Assim, o caminho que percorreremos neste texto passa por estes dois movimentos. Sendo que parte-se do diagnóstico da crise da modernidade apresentado por Boaventura de Souza Santos e da influência deste no debate sobre as questões ambientais tal como introduzidas neste domínio por Enrique Leff, por exemplo, e, em seguida, baseado nos estudos de autores como Bruno Latour busca apresentar um modo de produzir conhecimento que se apresenta como cartográfico. Neste sentido, promover a aproximação do discurso da racionalidade ambiental ao discurso da cartografia, neste momento poderá contribuir para a superação da racionalidade instrumental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celeste Dias Amorim, Faculdade Pitágoras

Doctora en Desarrollo y Medioambiente por la Red Prodema, UESC. Maestro en Ciencias Ambientales, UESB; Profesora Faculdade Pitágoras; Pertenece al Grupo de Investigaciones sobre la Circulación de Ideas Pedagógicas en el Pensamiento Pedagógico Brasileño Reciente (CIPED/UESB)

Luis Artur de Santos Cestari, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - Brasil

Doctor en Educación por la UFPE, Docente del Programa de Ciencias Ambientales, UESB. Grupo de Investigaciones sobre la Circulación de Ideas Pedagógicas en el Pensamiento Pedagógico Brasileño Reciente (CIPED/UESB). Profesor Titular de la UESB. Actua en dos programas de post-grado: PPGEd/UESB y el PPGCA/UESB.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? E outros ensaios. Traducción Vinícius Nicastro Honesko. Chapecó, SC: Argos, 2009.

ANDRADE, Palloma R. de. Bem-estar psicológico de servidores e funcionários técnico-administrativo de instituições de ensino superior pública e privada: indicadores e antecedentes. 2008. 275p. Tesis (Doctorado en Psicología Social) – UFRN, Natal.

BHABHA, Homi. K. O local da cultura. Traducción Myriam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis, Gláucia Renate Gonçalves. 2. ed. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2013.

COSTA, Evandro da F. Modernidade tecnocientífica e (in)experiência do pensamento: um espectro que ronda e desafia o processo formativo no IFPE – campus Vitória. In: ENCONTRO DE FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO DO NORTE E NORDESTE, 7., 2015. Anais [...]. Vitória da Conquista: PPGED/UESB, 2015. p. 155-172.

FRANCELIN, Marivalde M. Ciência, senso comum e revoluções científicas: ressonâncias e paradoxos. Ci. Inf., Brasília, v. 33, n. 3, p. 26-34, sept./dic. 2004.

GRÜN, Mauro. Ética e educação ambiental. 9. ed. Campinas: Papiro, 2005. (Colección Magisterio: Formación y trabajo pedagógico).

GUATTARI, Félix. As três ecologias. Traducción Maria Cristina F. Bittencourt. 11. ed. Campinas: Papirus, 2001.

LATOUR, Bruno. Jamais fomos modernos: ensaio de antropologia simétrica. Traducción Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Ed 34, 1994. (Colección Trans).

LATOUR, Bruno. Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros mundo afora. Traducción Ivone C. Benedetti. São Paulo: ENESP, 2000.

LATOUR, Bruno. Gabriel Tarde and the end of the social. In: JOYCE, Patrick (Ed.). The social in question: new bearings in history and the social sciences. London: Routledge, 2002a, p. 117-132.

LATOUR, Bruno. Reflexão sobre o culto moderno dos deuses fe(i)tiches. Traducción Sandra Moreira. Bauru, SP: Edusc, 2002b.

LATOUR, Bruno. Como prosseguir a tarefa de delinear associações? Configuraciones, n. 2, p. 11-27, 2006.

LATOUR, Bruno. Networks, Societies, Spheres: Reflections of an Actor-network Theorist. International Journal of Communication, Manue Castells (ed.), v. 5, special issue, p. 796-810, 2011.

LATOUR, Bruno. Reagregando o social: uma introdução à teoria do ator-rede. Traducción Gilson César Cardoso de Sousa. Salvador: Edufba; Bauru Edusc., 2012. 399p.

LEFF, Enrique. Complexidade, racionalidade ambiental e diálogo de saberes. Educação e Realidade, v. 34, n. 3, p. 17-24, sept./dic. 2009.

MATOS, Olgária. Modernidade: o deslimite da razão e o esgotamento ético. In: NOVAES, Adauto (org.). Mutações: a experiência do pensamento. São Paulo: SESC SP, 2010. p. 157-176.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Traducción Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanna Sawaya. Revisão Edgard de Assis Carvalho. 9. ed. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2004.

MORIN, Edgar. Ciencia com consciencia. Traducción Maria D. Alexandre e Maria Alice Sampaio Dória. 82. ed. revisada y modificada por el Autor. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

NOBRE, Júlio C. de A.; PEDRO, Rosa M. L. R. Reflexões sobre possibilidades metodológicas da Teoria Ator-Rede. Cadernos UniFOA, n. 14, p 47-56, dic. 2010.

PEDRO, Rosa M. L. R. A redes na atualidade: refletindo sobre a produção do conhecimento. In: D'AVILA NETO, M. I.; PEDRO, R. M. L. R. (org.). Tecendo o desenvolvimento: saberes, gênero, ecologia social. Rio de Janeiro: Bapera, 2003. (Colección Estudios Interdisciplinares de Comunidades y Ecología Social - EICOS).

PEDRO, Rosa M. L. R. Redes e Controvérsias: ferramentas para uma cartografia da dinamica psicossocial. In: ESOCITE - JORNADAS LATINO-AMERICANAS DE ESTUDOS SOCIAIS DAS CIENCIAS E DAS TECNOLOGIAS, 7., 2008, Anais [...]. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2008. Disponible en: http://www.necso.ufrj.br/esocite2008/resumos/36356.htm. Acceso el: 19 ago. 2015.

PEDRO, Rosa M. L. R.; NOBRE, Júlio C. de A. Redes de bioética e biotecnologias da reprodução: controvérsias teóricas e metodológicas. RECIIS – R. Eletr. de Com. Inf. Inov. Saúde, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 224-233, jul./dic., 2007. Doi: 10.3395/reciis.v1i2.87pt

PIMENTEL, Edna F. Aspectos teórico-metodológicos da filosofia da educação. In: ENCONTRO DE FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO DO NORTE E NORDESTE, 7., 2015. Anais [...] Vitória da Conquista: PPGED/UESB, 2015. p. 104-119.

PINTO, Áureo M. G.; JUNQUEIRA, Luciano A. P. A análise de redes sociais como ferramenta de diagnóstico das relações de poder. e Gesta - Revista Electrónica de Gestión de Negocios, v. 4, n. 1, ener./mar. 2008, p. 33-59.

SANTOS, Boaventura de S. Um discurso sobre as ciencias. 7. ed. Porto, Portugal: Afrontamento, 1995. (Colección Historia e Ideas).

SANTOS, Boaventura de S. A crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiencia (Para um novo senso comum: a ciencia, o direito e a política na transição paradigmática). 4. ed. São Paulo: Cortez, 2002. v. 1.

SANTOS, Boaventura de S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

SANTOS, Boaventura de S. A gramática do tempo: para uma nova cultura política (Para um novo senso comum: a ciência, o direito e a política na transição paradigmática). 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010. v. 4.

SANTOS, Boaventura de S. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social. Traducción Mouzar Benedito. 1. ed. revisada. São Paulo: Bomtempo, 2011.

SANTOS, Boaventura de S. A Práxis da Ecologia de Saberes: entrevista com Boaventura de Sousa Santos. Entrevista concedida a Fernando Ferreira Carneiro, Noemi Margarida Krefta, Cleber Adriano Rodrigues Folgado. Tempus, Actas de Salud Colet, Brasilia, v. 8, n. 2, p. 331-338, jun. 2014.

SILVA, Adelson F. da. A tirania da autoridade antropocentrica do homem moderno sobre o mundo natural. In: ENCONTRO DE FILOSOFIA DA EDUCACIÓN DO NORTE E NORDESTE, 7., 2015. Anais [...] Vitória da Conquista: PPGED/UESB, 2015. p. 1-18.

Publicado

2021-09-14

Como Citar

AMORIM, C. D.; CESTARI, L. A. de S. A cartografia e a racionalidade ambiental: em busca da superação da racionalidade instrumental. Práxis Educacional, [S. l.], v. 17, n. 48, p. 1-20, 2021. DOI: 10.22481/praxisedu.v17i48.9168. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/9168. Acesso em: 18 set. 2021.