GESTÃO UNIVERSITÁRIA: LIMITES E PERSPECTIVAS NO COLEGIADO DE CURSO DE GRADUAÇÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v15i34.5462

Palavras-chave:

Colegiado de curso, Gestão, Universidade pública

Resumo

O objetivo do texto é apresentar a questão da gestão universitária, destacando algumas características e princípios que a permeiam e, de modo mais concreto, problematizá-la a partir da percepção e práxis de uma coordenadora de colegiado de curso de pedagogia de uma universidade pública. Para isso, por meio do levantamento bibliográfico e documental, apresenta-se elementos históricos da Educação Superior no Brasil e, na entrevista semiestruturada, pontua-se a compreensão da coordenadora em relação à ação gestora desenvolvida na instância do colegiado, verifica-se em que medida essa prática está (ou não) orientada pelos referenciais teóricos que tratam da temática e, de modo mais específico, se está ancorada nos princípios da gestão democrática. Este estudo está contido numa pesquisa mais ampla que inclui outros colegiados e instâncias gestoras como espaços de investigação. Os resultados revelam um esforço, vinculado às atividades administrativas da universidade, em realizar uma gestão democrática – ainda que com evidentes fragilidades –, superando as práticas gerenciais e fortalecendo a função social da universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tania da Costa Fernandes, Universidade Estadual de Londrina - Brasil

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Docente e Pesquisadora do Departamento de Educação, área de Políticas e Gestão da Educação e do Programa de Pós-Graduação – Mestrado em Educação, da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Líder do Grupo de Pesquisa/CNPQ Políticas Públicas, Currículo, Gestão e Sociedade. Coordenadora do Projeto de Pesquisa Políticas de Gestão na Educação Superior: um estudo sobre a legislação e os órgãos de gestão e colegiados superiores, da UEL. Coordenadora do Programa de Estudos Complementares em Currículo e Gestão da Educação (PROEGE) da UEL.

Emanuelly Cristhiny Santana, Universidade Estadual de Londrina - Brasil

Graduanda em Pedagogia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Membro do Grupo de Pesquisa/CNPQ Políticas Públicas, Currículo, Gestão e Sociedade. Colaboradora Projeto de Pesquisa Políticas de Gestão na Educação Superior: um estudo sobre a legislação e os órgãos de gestão e colegiados superiores, da UEL. Colaboradora no Programa de Estudos Complementares em Currículo e Gestão da Educação (PROEGE) da UEL.

Downloads

Publicado

2019-08-26

Como Citar

FERNANDES, T. da C.; SANTANA, E. C. GESTÃO UNIVERSITÁRIA: LIMITES E PERSPECTIVAS NO COLEGIADO DE CURSO DE GRADUAÇÃO. Práxis Educacional, [S. l.], v. 15, n. 34, p. 75-92, 2019. DOI: 10.22481/praxisedu.v15i34.5462. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/5462. Acesso em: 19 out. 2021.