Currículo, educação antirracista e literatura negro-brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/poliges.v2i1.8307

Palavras-chave:

Educação, Literatura Negro-Brasileira, Currículo

Resumo

A temática sobre Curriculo, Educação e a Literatura Negro-Brasileira, foi definida por perceber a realidade do Brasil e da educação brasileira. Nesse sentido, delimitamos o nosso objetivo que é refletir sobre como os currículos têm abordado os conteúdos afro e o uso da literatura como recurso de internalização cultural. Assim, tomamos como recurso metodológico a abordagem qualitativa e o procedimento de levantamento bibliográfico. Para a discussão teórica, recorremos aos autores que discutem educação, currículo e literatura Negro-Brasileira, sendo eles Fernandes (2016), Almeida (2018), Carneiro (2019), Fanon (2008), Gomes (2001), González (1984), Muller (2006), Munanga (2005; 2019), Ribeiro (2015), Rosemberg (2003). Por fim, consideramos o estudo relevante no que se refere à educação brasileira e aos seus processos de inclusão. Percebemos ainda que a educação encontra-se distante de uma perspectiva mais inclusiva, e que, diante da história, a educação foi negada ao negro e que no século XXI, a luta permanece por direitos de igualdade e equidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Cristiane Ferreira Mendes, Centro Universitário Uninta

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal da Paraíba (2009), com area de aprofundamento em Supervisão e Orientação Educacional; Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação - PPGE da Universidade Federal da Paraíba (2012). Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Atuou como professora da educação a distância pela Universidade Federal da Paraíba no curso de Matemática (UFPB); Exerceu a função de Supervisora Educacional na Prefeitura de João Pessoa de 2012 à 2015; Atuou como Pedagoga no Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) da Prefeitura Municipal de Guarabira - PB; Atuou como Professora Substituta na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB),Campus III. Atuou como Tutora da Educação a Distância da disciplina de Sociologia da Educação I e Gestão Educacional, do Curso de Pedagogia (UFPB); Atua como tutora da Educação a Distância, do IFCE, no curso de Matemática; Têm experiência na área de Educação, com ênfase em História da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Educação, Memórias, História Oral.

José Jair Brandão, Centro Universitário Uninta

Possui Graduação em Letras - Inglês pela Universidade Estadual Vale do Acaraú(2016). Atualmente é Professor Efetivo da Prefeitura Municipal de Sobral.

Luciana de Moura Ferreira, Centro Universitário Uninta

Licenciada em História pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UEVA (2007). Fez Mestrado Acadêmico em História pela Universidade Estadual Do Ceará - UECE (2010). Doutora em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Referências

ADICHIE, Chimamanda Ngozi. O perigo da história única. Trad. Júlia Romeu. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

AKOTIRENE, Carla. O que é interseccionalidade?. Belo Horizonte: Letramento, 2018.

ALMEIDA, Silvio. O que é racismo estrutural?. Belo Horizonte: Letramento, 2018.

BONNICI, Thomas. Conceitos-chave da teoria pós-colonial. Maringá: Eduem, 2005.

CARNEIRO, Sueli. Escritos de uma vida. São Paulo: Pólen Livros, 2019.

CUTI. Literatura Negro-brasileira. São Paulo: Selo Negro, 2010.

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Trad. Renato da Silveira. Salvador: EDUFBA, 2008.

FERNANDES, Florestan. Prefácio à edição brasileira. In: NASCIMENTO, Abdias. O Genocídio do negro brasileiro: processo de um racismo mascarado. 3ª ed. São Paulo: Perspectivas, 2016.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da Pesquisa Cientifica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

GOMES, Nilma Lino. Educação cidadã, etnia e raça: o trato pedagógico da diversidade. In: CAVALLEIRO, Eliane (Org). Racismo e anti-racismo na educação: repensando nossas escolas. São Paulo: Summus, 2001.

GONZÁLEZ, Lélia. Racismo e sexismo na cultura brasileira. In: Revista Ciências Sociais Hoje. ANPOCS, 1984, p. 223-244.

________. A categoria político-cultural da americanidade. In: Tempo Brasileiro. Rio de Janeiro; nº 92/93 (jan./jun.). 1988, p. 69-82.

HOOKS, bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. Trad. Marcelo Brandão Cipolla. 2. Ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2017.

LOPES, Nei. Bantos, malês e identidade negra. 3 ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011

MORTATTI, Maria do Rosario Longo. Os sentidos da alfabetização: São Paulo/ 1876-1994. São Paulo: UNESP, 2000.

MULLER, Maria Lúcia Rodrigues. Estatutos estaduais do magistério e discriminação racial. In: OLIVEIRA, Iolanda de (org.). Cor e Magistério. Niterói: Quartet, 2006. p. 51-86.

MUNANGA, Kabengele (org.). Superando o racismo na escola. 2ª ed. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

________. Rediscutido a mestiçagem no Brasil: identidade nacional versus identidade negra. 5ª ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2019.

PEREIRA, Márcia Moreira; SILVA, Maurício. Percurso da Lei 10639/03: antecedentes e desdobramentos. Linguagens & Cidadania. Santa Maria, v.14, n.1, jan./dez. 2012. Disponível em: Acesso em: 17 jan. 2017.

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. 3. Ed. São Paulo: Global, 2015.

ROMERO, Sílvio. História da literatura brasileira. 29 ed. São Paulo: Cultrix, 1975.

ROSEMBERG, Fluvia; BAZILLI, Chirley & SILVA, Vinícius Baptista da. Racismo nos livros didáticos brasileiros e seu combate: uma revisão da literatura. Educação e Pesquisa, 2003, v. 29, n. 1, p. 125-146.

SANT’ANA, Antônio Olímpio de. História e Conceitos Básicos sobre o Racismo e seus Derivados. In: MUNANGA, Kabengele (org.). Superando o racismo na escola. 2ª ed. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

SILVA, Ana Célia da. A desconstrução da discriminação no livro didático.

Downloads

Publicado

2021-05-11

Como Citar

MENDES, M. C. F.; BRANDÃO, J. J.; FERREIRA, L. de M. . Currículo, educação antirracista e literatura negro-brasileira. Revista de Políticas Públicas e Gestão Educacional (POLIGES), [S. l.], v. 2, n. 1, p. 187-202, 2021. DOI: 10.22481/poliges.v2i1.8307. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/poliges/article/view/8307. Acesso em: 20 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos