Práticas investigativas no contexto de clubes de ciências

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v19i50.11612

Palavras-chave:

educação básica, ensino de ciências, iniciação científica, clube de ciências, práticas investigativas

Resumo

Nesta pesquisa, objetivamos analisar e explicitar nas produções científicas publicadas em anais do ENPEC as práticas investigativas em Clubes de Ciências que expressam contribuições para a iniciação científica de estudantes da educação básica. A abordagem é qualitativa, narrativa, na qual realizamos uma busca nos anais do ENPEC no período de 1997 a 2021, utilizando o termo-chave “Clube de Ciências”, onde encontramos 30 produções científicas. Destas, selecionamos 13 artigos com enfoque nas práticas investigativas no contexto de Clubes de Ciências. Após a análise, concluímos que as práticas investigativas em Clubes de Ciências desenvolvidas por meio de atividades de iniciação científica, com momentos de planejar, realizar experimentos, discutir, aceitar críticas construtivas, ter responsabilidades com seus aprendizados e com o meio em que vivem, possibilitam o aprender cientificamente e culturalmente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Maria Milena de Oliveira Abreu, Universidade Federal do Pará - Brasil

Doutoranda em Educação em Ciências e Matemáticas da Universidade Federal do Pará (PPGECM/IEMCI). Contribuição de autoria: todas as etapas da pesquisa. 

Terezinha Valim Oliver Gonçalves, Universidade Federal do Pará - Brasil

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Docente na Universidade Federal do Pará (PPGECM/IEMCI). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa (Trans)formação. Contribuição de autoria: todas as etapas da pesquisa.

Referências

ABREU, Maria Milena de Oliveira; CAJUEIRO, Dayanne Dailla da Silva; COSTA, Amanda Lohanna da Mota; GONÇALVES, Terezinha Valim Oliver. Clube de Ciências da UFPA nas produções científicas das Atas do Simpósio Nacional de Ensino de Física. In: COBICET, 2., 2021, on-line. Anais [...]. On-line, 2021, p. 1-8. Disponível em: https://www.even3.com.br/anais/cobicet/390779-clube-de-ciencias-da-ufpa-nas-producoes-cientificas--das-atas-do-simposio-nacional-de-ensino-de-fisica/ Acesso em: 30 set. 2022.

ADRIANO, Graciele Alice Carvalho. Clube de Ciência: desenvolvimento e aprendizagem de crianças. 1. ed. Curitiba: Appris, 2019. 173 p.

BACICH, Lilian; TANZI NETO, Adolfo; TREVISANI, Fernando de Mello. Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, reimpressão, 2019. 270 p.

BUCH, Gisele Moraes; SCHROEDER, Edson. Clubes de Ciências Educação Científica: concepções dos professores coordenadores da rede municipal de ensino de Blumenau (SC). In: EREBIO-SUL, 5., 2022, Londrina. Anais [...]. Londrina: UEL, 2011, p. 1-10. Disponível em: http://www.uel.br/ccb/biologiageral/eventos/erebio/comunicacoes/T176.pdf Acesso em: 2 jan. 2022.

CARVALHO, Anna Maria Pessoa de (org.). Ensino de Ciências por Investigação: condições para implementação em sala de aula. São Paulo: Cengage Learning. 2020. 152 p.

CLANDININ, Jean; CONNELLY, Michael. Pesquisa narrativa: experiência e história em pesquisa qualitativa. Tradução: Grupo de Pesquisa Narrativa e Educação de Professores ILEEI/UFU. Uberlândia: EDUFU, 2015. 250 p.

FARIA, Samantha Lira Beltrão de; SILVA, Roberto Ribeiro da. Clube de Ciências: uma aventura científica na escola. São Paulo: Dialética, 2022. 144 p.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 61. ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2019. 144 p.

FREITAS, Thais Campos de Oliveira; SANTOS, Carlos Alberto Moreira dos. Clube de Ciências na Escola: um guia para professores, gestores e pesquisadores. 1. ed. Curitiba: Brazil Publishing, 2020. 174 p.

GALIAZZI, Maria do Carmo; SOUSA, Robson Simplicio de Sousa. Análise textual discursiva: uma ampliação de horizontes. Ijuí: Unijuí, 2022. 192 p.

GATTI, Bernadete Angelina, BARRETO, Elba Siqueira de Sá, ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de, ALMEIDA, Patrícia Cristina Albieri de. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019.

GIL-PÉREZ, Daniel; CASTRO, Pablo Valdés. La orientación de las práticas de laboratório como investigación: un exemplo ilustrativo. Enseñanza de las Ciencias, Barcelona, v. 14, n. 2, p. 155-163, 1996. Disponível em: http://ensciencias.uab.cat/article/view/v14-n2-gil-valdes. Acesso em: 20 fev. 2022.

GONÇALVES, Terezinha Valim Oliver. Ensino de Ciências e Matemática e formação de professores: marcas da diferença. Orientadora: Rosália Maria Ribeiro de Aragão. 2000. 272 f. Tese (Doutorado em Educação) ─ Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, São Paulo, 2000.

HERNANDEZ, Ronald. Impacto de las TIC en la educación: retos y perspectivas. Propósitos y Representaciones, v. 5, n. 1, p. 325-347, ene./jun. 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.20511/pyr2017.v5n1.149. Disponível em: https://revistas.usil.edu.pe/index.php/pyr/article/view/149. Acesso em: 20 mar. 2022.

KRASILCHIK, Myriam. Prática de Ensino de Biologia. 4. ed. rev. e ampl., 5ª reimp. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2016. 199 p.

LIPPERT, Beatriz Garcia; ALBUQUERQUE, Nathália Fogaça; LIMA, Valderez Marina do Rosário. Clube de Ciências como um espaço de formação: concepções de monitores sobre ensinar Ciências. Revista Práxis Educacional, Vitória da Conquista, Bahia, Brasil, v. 15, n. 32, p. 155-173, abr./jun. 2019. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/5048. Acesso em: 28 mar. 2022. DOI: https://doi.org/10.22481/praxis.v15i32.5048.

MAGNO, Cleide Maria Velasco; GONÇALVES, Terezinha Valim Oliver. Princípios formativos do Clube de Ciências da UFPA: testemunhos e memórias de egressos. In: GONÇALVES, Terezinha Valim Oliver; ARAÚJO, Rafaela Lebrego; NUNES, João Batista Mendes (org.). Clubes de Ciências da UFPA: aprendizagens entrelaçadas de docência e iniciação científica na experiência coletiva. 1. ed. São Paulo: Livraria da Física, 2021. p. 149-172

MASSI, Luciana; QUEIROZ, Salete Linhares. Estudos sobre iniciação científica no Brasil: uma revisão. Cad. Pesquisa, v. 40, n. 139, p. 173-197, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/sbMpbTCj34fBkxn35Ct45Nm/?format=pdf. Acesso em: 16 fev. 2022.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. 3. ed. rev. e ampl. Ijuí: Unijuí, 2016. 264 p.

MOREIRA, Marco Antonio. Aprendizagem significativa: a teoria e textos complementares. São Paulo: Livraria da Física, 2011. 179 p.

PARENTE, Andrela Garibaldi Loureiro. Práticas de Investigação no Ensino de Ciências: percursos de formação de professores. Orientadora: Odete Pacubi Baierl Teixeira. 2012. 234 f. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência) ─ Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), Faculdade de Ciências, Bauru, São Paulo, 2012.

PRAIA, João. Contributo para uma leitura possível de um percurso profissional. In: CACHAPUZ, António; CARVALHO, Anna Maria Pessoa de; GIL-PÉREZ, Daniel (org.). O ensino das Ciências como compromisso científico e social: os caminhos que percorremos. São Paulo: Cortez, 2012. p. 53-73

ROSITO, Berenice Alvares; LIMA, Valderez Marina do Rosário. Conversas sobre Clubes de Ciências. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2020. 156 p.

SANTOS, Maria Eduarda Vaz Moniz dos. Cidadania, conhecimento, ciência e educação CTS: rumo a “novas” dimensões epistemológicas. Revista CTS, n. 6, v. 2, p. 137-157, 2005.

SANTOS, Wildson Luiz Pereira dos; SCHNETZLER, Roseli Pacheco. Educação em Química: compromisso com a cidadania. 4. ed. rev. atual. Ijuí: Unijuí, 2010, 160 p.

SASSERON, Lúcia Helena; MACHADO, Vitor Fabrício. Alfabetização Científica na prática: inovando a forma de ensinar Física. 1. ed. São Paulo: Livraria da Física. 2017, 108 p.

SCHÖN, Donald. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, António (org.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

VYGOTSKY, Lev Semionovitch. Obras escogidas. Madrid: Visor, 1995. v.1.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Tradução Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed, 1998. 224 p.

ZOMPERO, Andréia de Freitas; LABURÚ, Carlos Eduardo. Atividades Investigativas para as aulas de Ciências: um diálogo com a teoria da Aprendizagem Significativa. 1. ed. São Paulo: Appris, 2016. 141 p.

Downloads

Publicado

2023-02-10

Como Citar

ABREU, M. M. de O.; GONÇALVES, T. V. O. Práticas investigativas no contexto de clubes de ciências. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 19, n. 50, p. e11612, 2023. DOI: 10.22481/praxisedu.v19i50.11612. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/11612. Acesso em: 21 jun. 2024.