Educação Matemática Problematizadora na perspectiva freiriana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v20i51.12689

Palavras-chave:

Educação Matemática Problematizadora, Revisão Sistemática de Literatura, pedagogia freiriana, currículos de matemática, ensino-aprendizagem

Resumo

Este artigo, recorte de uma pesquisa de Doutorado em Educação, tem como objetivo discutir os pressupostos teórico-metodológicos e epistemológicos da Educação Matemática Problematizadora nas políticas e práticas de currículos no contexto da formação docente e da práxis pedagógica, tendo em vista as contribuições da pedagogia crítica de Paulo Freire, a partir de reflexões teóricas da Revisão Sistemática de Literatura (RSL), pautadas em referências nacionais e internacionais. Destarte, para fundamentar teoricamente o tema investigado, recorreu-se à RSL nas bases de dados: Portal de Periódicos Capes, SciELO, Scopus, Web of Science, ERIC, Google Acadêmico, Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), considerando os protocolos específicos da revisão. As buscas consistentes e rigorosas nessas bases de dados contribuíram para constatar que não há nenhuma pesquisa na área de Educação Matemática que discute os pressupostos teórico-metodológicos e epistemológicos da Educação Matemática Problematizadora. Há evidências de sua importância e concretização nas produções científicas compartilhadas neste estudo. A Educação Matemática Problematizadora precisa ser inserida nas políticas e práticas curriculares, para possibilitar aos sujeitos dialógicos pensar criticamente os temas geradores investigativos experienciados em práticas matemáticas cotidianas; perguntar nos processos de ensino-aprendizagem da matemática para compreender conceitos e conteúdos escolares articulados com suas experiências; formular situações-problema; dinamizar a práxis pedagógica através de (re)invenções criativas com alegria e amorosidade; avaliar e narrar dialogicamente as experiências formadoras nos espaços formativos da universidade e da escola básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Sandra Alves de Oliveira, Universidade do Estado da Bahia (Guanambi) - Brasil

Mestra em Educação pela UFSCar. Docente na Universidade do Estado da Bahia, Campus XII. Participante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática - GREPEM.

Contribuição de autoria: realização da Revisão Sistemática de Literatura, redação do texto, análise e produção dos dados.

Reginaldo Fernando Carneiro, Universidade Federal de Juiz de Fora - Brasil

Pós-Doutor em Educação Científica e Tecnológica pela UFSC. Docente na Universidade Federal de Juiz de Fora. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática - GREPEM. Bolsista do CNPq: PQ2

Contribuição de autoria: redação do texto, análise e produção dos dados e orientação da pesquisa.

Referências

ALRØ, Helle; SKOVSMOSE, Ole. Diálogo e aprendizagem em educação matemática. Tradução: Orlando de Andrade Figueiredo. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

ANDERSSON, Annica; BARWELL, Richard. Applying Critical Mathematics Education: an introduction. In: ANDERSSON, Annica; BARWELL, Richard (ed.). Applying Critical Mathematics Education. Series: New Directions in Mathematics and Science Education, v. 35. Publisher: Brill, 2021. p. 1-23. E-book.

ARAÚJO, Jussara de Loiola. Ser crítico em projetos de modelagem em uma perspectiva crítica de educação matemática. Bolema, Rio Claro, v. 26, n. 43, p. 839-859, ago. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/bolema/a/BZxMFLPvzkSvn9PjYfL3b7c/abstract/?lang=pt. Acesso em: 25 nov. 2019.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Introdução e tradução: Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2020.

BAUER, Martin W.; AARTS, Bas. A construção do corpus: um princípio para a coleta de dados qualitativos. In: BAUER, Martin W.; GASKELL, George (org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Tradução: Pedrinho Guareschi. 13. ed. 2. reimpr. Petrópolis: Vozes, 2017. p. 39-63.

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Tradução: Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Portugal: Porto Editora, 1994.

CANDAU, Vera Maria. Didática novamente em questão: fazeres-saberes pedagógicos em diálogos, insurgências e políticas. In: CANDAU, Vera Maria; CRUZ, Giseli Barreto da; FERNANDES, Claudia (org.). Didática e fazeres-saberes pedagógicos: diálogos, insurgências e políticas. Petrópolis: Vozes, 2020. p. 33-47.

COSTA, Wanderleya Nara Gonçalves; PAMPLONA, Admur Severino. As licenciaturas em matemática no período pós-pandemia: o que a extensão universitária sugere? Boletim online de Educação Matemática, Florianópolis, v. 9, n. 18, p. 13-29, out. 2021. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/18779. Acesso em: 8 jan. 2022.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Memória de minhas relações com Paulo Freire. Bolema, Rio Claro, v. 35, n. 69, p. v-xix, abr. 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/bolema/a/gsy5xZDHXbhhnVw8FGBykCp/?lang=es.

Acesso em: 15 jul. 2021.

DOMITE, Maria do Carmo Santos. Formulação de problemas em educação matemática: a quem compete? Movimento – Revista de Educação, n. 14, p. 24-37, 2006. Disponível em: https://periodicos.uff.br/revistamovimento/article/view/32531. Acesso em: 28 ago. 2019.

FIORENTINI, Dario; LORENZATO, Sergio. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados, 2006.

FORNER, Regis; MALHEIROS, Ana Paula dos Santos. Modelagem e o legado de Paulo Freire: sinergias e possibilidades para a Educação Básica. Revista de Educação Matemática (REMAt), v. 16, n. 21, p. 1-13, jan./abr. 2019. Disponível em:

https://www.revistasbemsp.com.br/index.php/REMat-SP/article/view/207. Acesso em: 21 abr. 2020.

FRANKENSTEIN, Marilyn. Educação matemática crítica: uma aplicação da epistemologia de Paulo Freire. Tradução: Maria Doris e Regina Luzia Corio de Buriasco. In: BICUDO, Maria Aparecida Viggiani (org.). Educação Matemática. São Paulo: Centauro, 2005. p. 101-140. Disponível em: http://acervo.paulofreire.org:8080/jspui/handle/7891/1640. Acesso em: 18 out. 2021.

FREIRE, Paulo. Criando métodos de pesquisa alternativa: aprendendo a fazê-la melhor através da ação. In: BRANDÃO, Carlos Rodrigues (org.). Pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense, 1981. p. 34-41.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Tradução: Rosisca Darcy de Oliveira. 8. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

FREIRE, Paulo. À sombra desta mangueira. 4. ed. São Paulo: Olho d’Água, 2001.

FREIRE, Paulo; D’AMBROSIO, Ubiratan; MENDONÇA, Maria do Carmo. A conversation with Paulo Freire. For the Learning of Mathematics, Canadá, v. 17, n. 3, p. 7-10, nov. 1997. Disponível em: https://flm-journal.org/Articles/164C34431842FA8E405A5A16BC49B9.pdf. Acesso em: 27 jul. 2021.

FREIRE, Paulo; FAUNDEZ, Antonio. Por uma pedagogia da pergunta. 11. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2021.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 77. ed. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz e Terra, 2021a.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2021b.

FREIRE, Paulo. Conscientização. Tradução: Tiago José Risi Leme. 3. reimpr. São Paulo: Cortez, 2021c.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 30. ed. São Paulo/Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2021d.

GALVÃO, Maria Cristiane Barbosa; RICARTE, Ivan Luiz Marques. Revisão sistemática da literatura: conceituação, produção e publicação. LOGEION: Filosofia da Informação, Rio de Janeiro, v. 6, n. 1, p. 57-73, 2019. Disponível em: http://revista.ibict.br/fiinf/article/view/4835. Acesso em: 10 mar. 2021.

GIROUX, Henry Armand. Pedagogia crítica, Paulo Freire e a coragem para ser político. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 296-306, jan./mar. 2016. Disponível em:

https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/27356. Acesso em: 25 jun. 2019.

JANUARIO, Gilberto. Desenvolvimento curricular em matemática a partir de projetos integradores: estudo com professoras em formação inicial. Boletim online de Educação Matemática, Florianópolis, v. 10, n. 19, p. 44-62, fev. 2022. Disponível em:

https://www.revistas.udesc.br/index.php/boem/article/view/21708. Acesso em: 29 jun. 2022.

LI, Yeping; SCHOENFELD, Alan H. Problematizing teaching and learning

mathematics as “given” in STEM education. International Journal of STEM Education, v. 6, n. 44, p. 1-13, 2019. Disponível em:

https://stemeducationjournal.springeropen.com/articles/10.1186/s40594-019-0197-9. Acesso em: 11 abr. 2020.

MENDES, Luísa Cardoso; ESQUINCALHA, Agnaldo da Conceição. Os propósitos da Educação Matemática podem se alinhar à Educação em Direitos Humanos? Boletim GEPEM, n. 78, 3-20, jan./jun. 2021. Disponível em:

https://periodicos.ufrrj.br/index.php/gepem/article/view/448. Acesso em: 13 dez. 2021.

MENGALI, Brenda Leme da Silva; NACARATO, Adair Mendes. A problematização na formação docente possibilitando a problematização na sala de aula da educação infantil: a análise de um caso de ensino. In: CARVALHO, Mercedes; BAIRRAL, Marcelo Almeida (org.). Matemática e educação infantil: investigações e possibilidades de práticas pedagógicas. 2. ed. 2. reimpr. Petrópolis: Vozes, 2019. p. 83-100.

MOUSTAPHA-CORRÊA, Bruna; BERNARDES, Aline; GIRALDO, Victor; BIZA, Irene; NARDI, Elena. Problematizing mathematics and its pedagogy through teacher engagement with history-focused and classroom situation-specific tasks. Journal of Mathematical Behavior, v. 61, p. 1-10, mar. 2021. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0732312321000018. Acesso em: 28 nov. 2021.

OLIVEIRA, Zaqueu Vieira; ALVIM, Márcia Helena. História das ciências e da matemática, educação problematizadora e epistemologias do sul: para se pensar um ensino de ciências e de matemática crítico. RBECM, Passo Fundo, v. 3, n. 2, p. 554-581, jul./dez. 2020. Disponível em: http://seer.upf.br/index.php/rbecm/article/view/10669. Acesso em: 10 set. 2021.

OLIVEIRA, Zaqueu Vieira; ALVIM, Márcia Helena. Dimensões da abordagem histórica no ensino de Ciências e de Matemática. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 38, n. 1, p. 742-774, abr. 2021. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/article/view/74838. Acesso em: 14 out. 2021.

OSTI, Mariele de Freitas; MALHEIROS, Ana Paula dos Santos. Modelagem com jovens e adultos do campo: em busca de uma educação problematizadora e libertadora. Revista Paranaense de Educação Matemática, Campo Mourão, v. 10, n. 23, p. 213-236, set./dez. 2021. Disponível em: https://periodicos.unespar.edu.br/index.php/rpem/article/view/6671. Acesso em: 14 jan. 2022.

PETTICREW, Mark; ROBERTS, Helen. Systematic reviews in the social sciences: a practical guide. Oxford: Blackwell Publishing, 2006.

REIS, Sônia Maria Alves de Oliveira. Paulo Freire: 100 anos de práxis libertadora. Revista Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 17, n. 47, p. 238-258, ago. 2021. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/9443. Acesso em: 28 nov. 2021.

ROCHA, Cintia Mendonça Soares; ALVIM, Márcia Helena. Reflexões sobre a potencialidade da inserção da História das Ciências no ensino de Ciências através da temática da Revolução Científica. REnCiMa, São Paulo, v. 11, n. 1, p. 478-493, jan./mar. 2020. Disponível em: https://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2559. Acesso em: 18 mar. 2021.

SAUL, Ana Maria. Políticas e práticas educativas inspiradas no pensamento de Paulo

Freire: pesquisando diferentes contextos. Currículo sem Fronteiras, v. 14, n. 3, p. 129-142, set./dez. 2014. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol14iss3articles/saul.htm. Acesso em: 12 abr. 2020.

SILVA, Renato Carneiro da. Sistema de numeração decimal: saberes docentes e conhecimentos discentes do 3º ano do ensino fundamental. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Educação, Fortaleza, 2013.

SKOVSMOSE, Ole. Educação matemática crítica: a questão da democracia. Tradução: Abgail Lins (cap. 1-4) e Jussara de Loiola Araújo (cap. 5). Campinas: Papirus, 2015.

SOUZA, Elizeu Clementino de. Diálogos cruzados sobre pesquisa (auto)biográfica:

análise compreensiva-interpretativa e política de sentido. Educação, Santa Maria,

v. 39, n. 1, p. 39-50, jan./abr. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/11344. Acesso em: 10 dez. 2020.

SOUZA, Elizeu Clementino de; CRUZ, Núbia da Silva. Pesquisa (auto)biográfica: sentidos e implicações para o campo educacional. In: AMADO, João; CRUSOÉ, Nilma Margarida de Castro (org.). Referenciais teóricos e metodológicos de investigação em educação e ciências sociais. Vitória da Conquista: Edições UESB, 2017. p. 167-194.

VALLE, Júlio César Augusto do; SANTOS, Vinício Macedo. Inverter o vetor do currículo: o movimento de reorientação curricular de Freire no centro do debate. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 16, n. 4, p. 1207-1233, out./dez. 2018. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/39339. Acesso em: 15 set. 2019.

Downloads

Publicado

2024-04-08

Como Citar

OLIVEIRA, S. A. de; CARNEIRO, R. F. Educação Matemática Problematizadora na perspectiva freiriana. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 20, n. 51, p. e12689, 2024. DOI: 10.22481/praxisedu.v20i51.12689. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/12689. Acesso em: 25 maio. 2024.