Adaptação curricular com comunicação alternativa no ensino remoto durante a pandemia por covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v20i51.13215

Palavras-chave:

atendimento educacional especializado, comunicação alternativa, educação especial, tecnologia assistiva, tecnologia digital

Resumo

A Comunicação Alternativa é utilizada na educação especial para auxiliar na adaptação curricular de alunos com necessidades especiais. Este artigo descreve o uso da Comunicação Alternativa no processo de adaptação curricular de uma aluna autista durante o atendimento educacional especializado remoto durante a pandemia da Covid-19. A pesquisa, de abordagem qualitativa, utiliza a metodologia da pesquisa-ação colaborativa-crítica. Os participantes do estudo são duas professoras de atendimento educacional especializado, uma aluna autista de 8 anos matriculada no 3º ano do ensino fundamental regular e as pesquisadoras responsáveis. Foram realizadas 15 reuniões ao longo de 10 meses para compreender as necessidades educacionais da aluna, analisar o projeto educacional individualizado e planejar estratégias de atividades de comunicação alternativa. Foram desenvolvidas 5 estratégias e uma prancha de Comunicação Alternativa. Os resultados mostram a aquisição de conceitos curriculares, o surgimento da fala, a expansão da interação e a intenção comunicativa da aluna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Vera Lúcia de Oliveira Ralin, Universidade Federal de Sergipe - Brasil

Pós-Doutoranda na School of Rehabilitation Therapy - Queen’s University/CA. Pesquisadora do GEPELC (UFS). Contribuição de autoria: Desenho do trabalho, coleta de dados, interpretação dos dados e revisão crítica.

Laila Bianca Menezes Souza , Universidade Federal de Sergipe - Brasil

Pesquisadora no Grupo de Estudos e Pesquisa em Linguagem e Comunicação Alternativa – GEPELC (UFS). Contribuição de autoria: Desenho do trabalho, coleta de dados, redação, metodologia e análise de dados.

Clayne Mirelle Pereira Teixeira, Universidade Federal de Sergipe - Brasil

Pesquisadora no Grupo de Estudos e Pesquisa em Linguagem e Comunicação Alternativa – GEPELC (UFS). Contribuição de autoria: Desenho do trabalho, coleta de dados, revisão estrutural e análise de dados.

Referências

ALCÂNTARA, Juliana Nascimento de. Processos de constituição da criança com deficiência intelectual na educação infantil. 2019. Tese (Doutorado em Educação, Comunicação e Diversidade). Universidade Federal de Sergipe, 2019.

ALVES, Lynn. Educação remota: Entre a ilusão e a realidade. Educação, [s.l.] v.8, n.3, p. 348-365, 2020. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/educacao/article/view/9251 Acesso em: 30 abr. 2021.

BAPTISTA, Cláudio Roberto; SILVA, Carla Maciel; CORREIA, Gilvane Belém. O atendimento educacional especializado: uma análise de premissas organizadoras e de contextos de implementação. Revista Diálogos e Perspectivas em Educação Especial, v.2, n. 1, p. 43-53, 2015.

BARBIER, Rene. A Pesquisa-Ação. Série Pesquisa. Volume 3. Brasília, DF: Liber Livro, 2007.

BARROS, Isabela B. do Rêgo. Autismo e linguagem: discussões à luz da teoria da enunciação. Distúrbios da Comunicação [s.l.], v. 23, n. 2, p. 22-232, 2011. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/dic/article/view/8284/616 Acesso em: 20 de nov. 2022.

BARROS, Ludmila da Cruz; UHMANN, Silvana. As (im)possibilidades do ensino remoto para o aluno com Transtorno do Espectro Autista. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 6.; SEMINÁRIO CAPIXABA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA , 17., 2020, Vitória. Anais[...]. Vitória: Universidade Federal do Espírito Santo, v.3, n.3, out. 2020. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/snee/article/view/34352 Acesso em: 03 de nov. de 2022.

CARDOZO, Paloma Rodrigues; SANTOS, Andreia Mendes Dos. A criança com TEA: o ingresso no ensino fundamental em meio a pandemia. Brazilian Journal of Development, [s. l.], v. 6, n. 7, p. 46193–46201, 2020. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/13113/11022. Acesso em:10 mar. 2021.

FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. Tradução Joice Elias Costa. 3. ed., Porto Alegre: Artmed, 2009.

GUTHIERREZ, Carla Cordeiro Marçal y; WALTER, Catia Crivelenti de Figueiredo. Programa de formação continuada de professores: comunicação alternativa e transtorno do espectro autista. Revista Teias, [s. l.], v. 22, n. 66, p. 240–255, 2021. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/revistateias/article/view/57149. Acesso em: 05 fev. 2022.

HAAS, Clarissa; BAPTISTA, Claudio Roberto. Democratização da escola e processos escolares inclusivos: a potência da trama narrativa currículo e Atendimento Educacional Especializado nos cotidianos. Revista Educação Especial, [s. l.], v. 32, p. e110, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/41104. Acesso em: 05 fev. 2022.

JESUS, Denise Meyrelles de; VICTOR, Sonia Lopes; VIEIRA, Alexandro Braga. Observatório nacional de educação especial e a experiência do Espírito Santo: a pesquisa-formação e seus desdobramentos. Revista Teias, [s. l.], v. 17, n. 46, 2016. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistateias/article/view/25496. Acesso em: 12 jan. 2023.

JESUS, Denise Meyrelles de; VIEIRA, Alexandro Braga; EFFGEN, Ariadna Pereira Siqueira. Pesquisa-ação colaborativo-crítica: em busca de uma epistemologia. Educação & Realidade, [s. l.], v. 39, n. 3, p. 771–788, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-62362014000300008&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 03 mar. 2022.

KASSAR, Mônica de Carvalho Magalhães. Educação especial na perspectiva da educação inclusiva: desafios da implantação de uma política nacional. Educar em Revista, [s. l.], n. 41, p. 61–79, 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602011000300005&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 11 ago. 2021.

LEMOS, Cláudia Thereza Guimarães. Das vicissitudes da fala da criança e de sua investigação. Cadernos de Estudos Lingüísticos, [s. l.], v. 42, p. 41–70, 2011. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8637140. Acesso em:

de nov. de 2022.

MARINHO, Maria Francisca Braga. Inclusão de crianças com deficiências nos primeiros anos do Ensino Fundamental em escola pública: dificuldades apontadas por professores. 2018. Tese de (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação) Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2018.

MIRANDA, Vanessa Souza Gigoski; SILVEIRA, Karoline de Abreu; RECH, Sinara Thaís; VIDOR, Deise Cristina Gollo Marques. Comunicação Aumentativa e Alternativa e Habilidades de Linguagem de Crianças com Paralisia Cerebral: uma Revisão Sistemática. Revista Brasileira de Educação Especial, [s. l.], v. 27, p. e0007, 2021. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382021000100400&tlng=pt. Acesso em: 27 fev. 2022.

MOREIRA, José António Marques; HENRIQUES, Susana; BARROS, Daniela. Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia. Dialogia, [s. l.], n. 34, p. 351–364, 2020. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/dialogia/article/view/17123. Acesso em: 09 ago. 2021.

NASCIMENTO, Selma Soares. Educação especial e inclusão escolar na educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Federal de Goiás, Catalão, 2019.

NEVES, Libéria Rodrigues; RAHME, Mônica Maria Farid; FERREIRA, Carla Mercês Da Rocha Jatobá. Política de Educação Especial e os Desafios de uma Perspectiva Inclusiva. Educação & Realidade, [s. l.], v. 44, n. 1, p. e84853, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-62362019000100203&tlng=pt. Acesso em: 11 jun. 2021.

NUNES, Leila Regina. Linguagem e comunicação alternativa: uma introdução. In: NUNES, Leila (org.) Favorecendo o desenvolvimento da comunicação em crianças e jovens com necessidades educacionais especiais. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2003. p. 1-13, 2003.

QUEIROZ, Fernanda Matrigani Mercado Gutierres de. Tecnologia assistiva e perfil funcional dos alunos com deficiência física nas salas de recursos multifuncionais. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, Programa de Pós-Graduação em Educação. Marília, 2015.

RAFANTE, Heulalia Charalo; SELINGARDI, Sergio Cristóvão; SILVA, Sonia de Oliveira da; SILVA, Lenaye Valvassori. Impactos da política de educação especial (2008) no Ceará e em Fortaleza. Educação e Pesquisa, [s. l.], v. 45, p. e218350, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/HmS58qB4qSGXLzsSRJzx43B/. Acesso em: 18 jun. 2021.

SAAD, Andressa Gouveia de Faria. Ecolalia no autismo: a influência dos diferentes tipos de interlocutores, de discursos e de brincadeiras na fala de uma criança. 2006. Dissertação (Mestrado em Fonoaudiologia). Universidade Veiga de Almeida, Rio de Janeiro, 2006.

SANTOS, Luciana. Planejamento da ação didática na educação especial: compreensões necessárias na elaboração do plano de AEE. Revista Ciências Humanas, [s. l.], v. 12, n. 1, p. 98–113, 2019. Disponível em: https://www.rchunitau.com.br/index.php/rch/article/view/514. Acesso em: 04 abr. 2022.

SANTOS, Rosemary Kennedy. Tecnologias e Atendimento Educacional Especializado em tempos de pandemia. Revista Interdisciplinar em Educação e Territorialidade – RIET, [s. l.], v. 2, n. 2, p. 184–204, 2021. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/riet/article/view/14567. Acesso em: 05 jun. 2023.

SANTOS, Élida Cristina da Silva de Lima; MOREIRA, Jefferson da Silva. A "nova" política de educação especial como afronta aos direitos humanos: análise crítica do Decreto 10.502/2020. Revista de Estudos em Educação e Diversidade - REED, [s. l.], v. 2, n. 3, p. 156–175, 2021. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/reed/article/view/7908. Acesso em: 15 mar. 2023.

SOUSA, Débora de Lourdes da Silva; BORGES, Juliana de Moura; PEREIRA, Rodnei; RENDERS, Elizabete Cristina Costa. Desafios explicitados por famílias de estudantes com transtorno do espectro do autismo (TEA) durante a pandemia de COVID-19. In: CONGRESSO, NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 7., 2020, Edição online. Anais [...]. Campina Grande: Realize Editora, 2020. Disponível em: https://editorarealize.com.br/artigo/visualizar/68299. Acesso em: 30 jul. 2022.

TEIXEIRA, Clayne Mirelle Pereira; SOUZA, Laila Bianca Menezes. O trabalho colaborativo com foco na comunicação alternativa com professoras da educação especial durante o ensino remoto. 2021. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Fonoaudiologia). Universidade Federal de Sergipe, São Cristovão, 2021.

RALIN, Vera Lúcia Oliveira. A formação de professores do Atendimento Educacional Especializado pela via da reflexão-ação em tempos de pandemia. 2022. Tese (Doutorado em Educação), Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de Sergipe, 2022.

VIGOTSKI, Lev. Pensamento e linguagem. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

Downloads

Publicado

2024-06-14

Como Citar

RALIN, V. L. de O.; SOUZA , L. B. M.; TEIXEIRA, C. M. P. Adaptação curricular com comunicação alternativa no ensino remoto durante a pandemia por covid-19. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 20, n. 51, p. e13215, 2024. DOI: 10.22481/praxisedu.v20i51.13215. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/13215. Acesso em: 18 jul. 2024.