Educar com o coração: um caminho sensível, possível da docência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22481/praxisedu.v18i49.11528

Palavras-chave:

afetividade, educação, sensivel

Resumo

Este texto inacabado trata da afetividade, do sensível, dos caminhos do coração na educação. Inacabado em duplo sentido, tanto pela incompletude do ser humano que pode sempre se desenvolver, quanto pela triste e demasiada precoce passagem de sua primeira autora, impossibilitando que a tessitura das ideias fosse levada a cabo. Mesmo inconcluso, traz importante reflexão sobre a necessidade de estarmos atentos aos afetos, às emoções e à sensibilidade humana antes dos elementos concretos, racionais e objetivos da vida. Em essência, o texto discute sobre a importância de a docência reconhecer que o coração é tão, senão mais, humano que a razão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Marta Bastos Catunda, Universidade de Sorocaba - Brasil

Marta Bastos Catunda. (in memorian) Doutora em Educação pela UNISO. Bolsista Capes/PNPD 2014-2018.

Ivan Fortunato, Instituto Federal de São Paulo - Brasil

Doutor em Geografia pela UNESP, Doutor em Desenvolvimento Humano e Tecnologias pela UNESP e Doutor em Humanidades, Direitos e Outras Legitimidades pela USP. Docente no Instituto Federal de São Paulo, campus Itapetininga. Lider do grupo FoPeTec. Contribuição de autoria: Escrita – Primeira Redação, Revisão e Edição - lattes.cnpq.br/8293044394759438

Referências

ALVES, Rubens. Conversas com quem gosta de ensinar. São Paulo: Editora Cortez; Autores Associados, 1980.

BICUDO, Maria Aparecida Viggiani. A formação do professor: um olhar fenomenológico. In: BICUDO, Maria Aparecida Viggiani (org.). Formação de professores? Da incerteza à compreensão. Bauru: EDUSC, 2003. p. 19-46.

BLOOM, Paul. O que nos faz bons ou maus. Rio de Janeiro: Best Seller, 2014.

DELEUZE, Gilles. Francis Bacon: lógica da sensação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2007

FREINET, Célestin. A educação do trabalho. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A gênese das teses do Escola sem Partido: esfinge e ovo da serpente que ameaçam a sociedade e a educação. In: FRIGOTTO, Gaudêncio. (org.) Escola “sem” partido: esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. Rio de Janeiro: UERJ, LPP, 2017. p. 17-34.

FORTUNATO, Ivan; CATUNDA, Marta Bastos; REIGOTA, Marcos. Vozes e memória no/do cotidiano escolar: primeiro dia de escola de futuros professores. Quaestio, Sorocaba, v. 15, n. 2, p. 339-348, 2013. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/1799. Acesso 5 mar. 2022.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

GUATTARI, Felix. As três ecologias. 11 ed. Campinas: Papirus, 2001.

LASCH, Christopher. Refúgio num mundo sem coração. A família: santuário ou instituição sitiada? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

MOREIRA, Marco Antonio; MASINI, Elcie F. Salzano. Apredizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Editora Moraes, 1982.

NEILL, Alexander Sutherland. Um mestre contra o mundo: o fracasso que floriu numa nova escola. São Paulo: IBRASA, 1978.

NEILL, Alexander Sutherland. Liberdade sem excesso. São Paulo: IBRASA, 1976.

RUSSO, Renato. Eduardo e Mônica. In: URBANA, Legião. Dois. Local: Gravadora, 1986. CD.

SPINOZA, Baruch de. Ética. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

SILVA JÚNIOR, João dos Reis; FARGONI, Everton Henrique Eleutério. Future-se: o ultimato na universidade estatal brasileira. Educ. Soc., Campinas, v. 41, e239000, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/ES.239000. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/LMDCRm4wrJPrZBbWCNrM3pj/?lang=pt. Acesso 5 mar. 2022.

Downloads

Publicado

2022-10-28

Como Citar

CATUNDA, M. B. .; FORTUNATO, I. Educar com o coração: um caminho sensível, possível da docência. Práxis Educacional, [S. l.], v. 18, n. 49, p. e11528, 2022. DOI: 10.22481/praxisedu.v18i49.11528. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/11528. Acesso em: 30 nov. 2022.